suplemento

------------------------

Arginina.

A Arginina é um dos aminoácidos codificados pelo código genético, sendo portanto um dos componentes das proteínas dos seres vivos. Em mamíferos, a arginina pode ou não ser considerada como aminoácido essencial dependendo do estágio do desenvolvimento do indivíduo ou do seu estado de saúde.

Em proteínas, a arginina tem um carácter anfipático, já que parte da sua cadeia lateral é hidrofóbica mas termina num grupo guanidina, que possui carga positiva na maioria das situações fisiológicas. Isto deve-se ao facto de este grupo possuir um pKa de 12,48, logo abaixo deste valor de pH o grupo guanidina encontra-se protonado.

Esta carga positiva encontra-se deslocalizada (não localizada em nenhum ponto específico do grupo guanidina) devido à presença de um sistema conjugado entre as ligações duplas e os átomos de nitrogênio.

Este grupo pode ainda estabelecer diversas ligações de hidrogénio com moléculas de água, de substrato ou efector alostérico ou ainda com cadeias laterais de outros aminoácidos. Por esta razão a arginina pode ser encontrada em locais na cadeia polipeptídica de enzimas com importância para a actividade e/ou regulação da actividade biológica das mesmas.

------------------------

A arginina como suplemento nutricional.

A arginina é um aminoácido condicionalmente essencial, ou seja, em condições normais, o organismo consegue sintetizá-la, porém, em determinadas situações, como períodos de rápido crescimento celular (na infância e em certas doenças), é necessário adquiri-la por meio da dieta.

É comumente utilizada pelos atletas com intuito de incrementar a massa muscular, encurtar o período de recuperação entre os treinos, aumentar a força e o desempenho na atividade física.

A arginina pode ser encontrada em alimentos genericamente ricos em proteínas, como a carne, peixe, leite e derivados.

É comumente utilizada pelos atletas com intuito de incrementar a massa muscular, encurtar o período de recuperação entre os treinos, aumentar a força e o desempenho na atividade física.

A administração oral de arginina tem sido relacionada com a melhora do desempenho físico por provável diminuição da fadiga muscular. Esse efeito seria associado à vasodilatação promovida pelo óxido nítrico, resultando no aumento da perfusão muscular, e pela diminuição do consumo de glicose pelos músculos esqueléticos em atividade.

O óxido nítrico (NO) é um gás (molecular) que consiste na ligação co-valente entre um átomo de nitrogênio e um átomo de oxigênio. A sua produção no organismo humano ocorre quando o aminoácido L-arginina é convertido em L-citrulina numa reação catalisada pela enzima óxido nítrico sintetase (NOS).

Como a administração prolongada de arginina aumenta a produção de óxido nítrico, sua suplementação tem sido relacionada à melhora da função contráctil do músculo esquelético. Estudo realizado por Santos et al. demonstraram melhora da resistência à fadiga em indivíduos submetidos a suplementação oral de arginina (3g por dia) durante 15 dias.

Por outro lado, a suplementação de arginina pode também estar associada à melhora da força contráctil através de uma maior síntese de proteínas musculares em períodos de administração mais prolongados quando realizada concomitantemente a um programa de exercícios resistidos. Pode-se considerar a hipótese de que o próprio efeito de melhora de perfusão da musculatura esquelética venha a contribuir para melhor qualidade do treinamento com pesos, tendo como resultado ao longo do tempo uma potencialização dos efeitos do treino com maior aumento de massa muscular e força contráctil.

A utilização de suplementos deve ser criteriosamente avaliada por profissionais de saúde.
-------------------------

Arginina no aumento de força e massa muscular.

A administração oral de arginina tem sido relacionada com a melhora do desempenho físico por provável diminui-
ção da fadiga muscular, decorrente do efeito vasodilatador do óxido nítrico sobre os músculos esqueléticos. Objetivo: Avaliar os
efeitos da administração oral de L-arginina durante um programa
de exercícios com pesos. Métodos: 20 indivíduos do sexo masculino foram submetidos a oito semanas de treinamento com pesos (três vezes por semana), divididos aleatoriamente em dois grupos: ARG e CON. O grupo ARG fez uso de três gramas de L-arginina
+ vitamina C, durante as oito semanas e o grupo CON utilizou
apenas vitamina C (grupo controle). Resultados: Após oito semanas de treinamento, o grupo ARG apresentou valores de peso corporal e massa magra significativamente maiores (p < 0,05), percentual de gordura corporal significativamente menor (p < 0,05) e
força de membros inferiores significantemente maior (p < 0,05),
enquanto o grupo CON não mostrou diferenças significativas, para
o mesmo período. Conclusão: A administração oral de arginina
associada a um programa de treinamento com pesos potencializou
os estímulos do exercício ao nível da musculatura esquelética,
proporcionando o aumento de força e de massa muscular

MÉTODOS
Após a aprovação do estudo pelo Comitê de Ética em Pesquisa
da UNIFESP, sob o parecer 1.188/06, e após assinar o termo e
consentimento livre e esclarecido, 20 indivíduos do sexo masculino, saudáveis, com idade entre 17 e 19 anos (média 17,65 ± 0,8
anos), não fumantes, foram divididos aleatoriamente em dois grupos numericamente iguais ARG e CON, e submetidos a oito semanas de um programa de treinamento com pesos, para membros
inferiores, com freqüência de três sessões por semana, intensidade de 70 % da carga máxima para cada grupo muscular e volume de treinamento de três séries de 10 repetições. O grupo ARG
recebeu a suplementação oral de arginina (3g – dose única diária)
associada à vitamina C (1g
-------------------------

Arginina: o segredo para fios firmes e fortes.

Se você é louca por uma novidade para os cabelos, anote mais um nome no seu caderninho: arginina.

A substância é um aminoácido encontrado naturalmente na queratina dos fios, mas sua quantidade varia de pessoa para pessoa, de acordo com seus hábitos. Ou seja, fatores como má alimentação e procedimentos químicos fragilizam os fios e a arginina contida neles vai por água abaixo. E sem ela, não há cabelo que cresça e apareça.

Percebeu como esse tal elemento é tão importante?

A L´Oréal Paris investigou a potência desse agente e criou a linha Elsève Arginina Resist X3, que repõe o ativo para recuperar a força dos fios danificados.

A linha, estrelada por Jennifer Lopez, é composta por cinco produtos: Xampu (R$ 6,90, 200ml), Condicionador (R$ 8,50, 200ml), Creme para Pentear (R$ 7,60), Creme de Tratamento (R$ 9,90) e Loção Fortificante (R$ 12,90) – novidade da gama da marca, que age diretamente na raiz.

--------------------------

Arginina é o aminoácido.

L-Arginina é o aminoácido precursor do óxido nítrico (NO), da uréia, da ornitina e da agmatina, sendo necessária para que o organismo humano faça a síntese de creatina, e pode ser usada para a síntese de poliaminas, citrulina e glutamato.

Existe a especulação, ainda sem a devida comprovação científica, que a suplementação alimentar com o aminoácido L-Arginina estimula a liberação de GH (hormônio do crescimento), o que a torna atraente para os atletas interessados em hipertrofia (aumento de massa muscular).

A arginina é um dos aminoácidos essenciais que compõem as proteínas do corpo, desempenhando papel importante na divisão celular, no processo de cicatrização de ferimentos, na remoção de amônia do corpo, no sistema imunológico e na produção de hormônios.

Por se tratar de um precursor do óxido nítrico (NO) a arginina é capaz de melhorar a vasodilatação em algumas condições de exercício, aumentando o fornecimento de nutrientes e oxigênio aos músculos que estão sendo solicitados durante o treinamento físico.

Portanto os adeptos de esportes intensos como musculação, fisiculturismo, natação, ciclismo, atletismo e outros mais podem se beneficiar com a ingestão de um suplemento alimentar com L-Arginina, melhorando a performance e o ganho de massa muscular.

------------------------------

Arginina para impedir a gripe.

Se tiver o nitrogênio para formar um grupo aminado, o corpo pode sintetizar vários aminoácidos por se mesmo.
A arginina é um aminoácido que não é essencial e que pode ser sintetizado pelo corpo.

Aminoácidos são os blocos de construção que constroem a proteína e ajudam a abastecer os
músculos esqueléticos.

Encontrada com abundancia nos vegetais, a arginina também está envolvida na formação e na
síntese da creatina.

A arginina também está envolvida na remoção da amônia do corpo, o que é um produto "lixo" do
metabolismo da proteína.

Arginina é um aminoácido encontrado em vários alimentos, incluindo produtos laticínios, carnes, aves, e peixes.
Ela atua um papel em vários mecanismos importantes no corpo, incluindo as divisões das células, a cura das feridas,
a remoção da amônia no corpo, imunidade às enfermidades, e a secreção de hormônios importantes.

O corpo também usa a arginina para criar óxido nítrico, uma substancia que relaxa os vasos sanguíneos.
Baseado nisso, a arginina tem sido recomendada como um tratamento para várias doenças cardiovasculares,
incluindo insuficiência cardíaca congestiva e claudicação intermitente, assim com a impotência, disfunção sexual feminina, e cistite intersticial. Os prováveis efeitos da arginina na imunidade também criaram um interesse no seu
uso como um coquetel imunológico dado a pacientes severamente doentes e também para impedir a gripe.
------------------------

Tome arginina para obter um extremo bombeamento.

Tome arginina para obter um extremo bombeamento, maior força, crescimento dos músculos e também perda de gordura

Na FLEX nos levamos os suplementos a sério. Um bom suplemento não é suficiente para nós - nos queremos fazer melhor. Nós fizemos pesquisas e fizemos nossas próprias experiências para achar a dose apropriada, tempo e combinações para aumentar os resultados de cada suplemento, aí nós dividimos essa informação com vocês, para que aí você possa usar esses segredos do suplemento na sua busca da boa forma.

Esse mês nós pesquisamos a arginina e os milhares de benefícios que esse suplemento tem a oferecer.

Os fisiculturistas usam arginina por duas razões. A primeira vem de décadas - estimular o aumento dos níveis de hormônio. A arginina pode aumentar o GH (Hormônio do Crescimento), inibindo o hormônio que impede o aumento do GH. Por diminuir a liberação do GHIH, arginina estimula a produção do GH.

Nos anos 90 os suplementos de óxido nítrico foram desenvolvidos para reinventar muitos processos físicos. Também foi descoberto que o corpo produz NO (óxido nítrico) apartir da arginina. Essa descoberta iniciou uma onda de suplementos de NO contendo arginina como o principal ingrediente. Hoje em dia NO's possuem habilidades para dilatar as veias e é a principal razão pelos bodybuilders tomarem arginina. Veias dilatadas são amplamente abertas, permitindo mais sangue fluindo dentro dos músculos, junto com ótimas quantidades de oxigênio, nutrientes, hormônios anabólicos e água. Esses resultados promovem um grande músculo bombado, maior força (como descoberto em um estudo de 2006), aumentando o crescimento do músculo e até mesmo da massa muscular (como visto em um estudo de 2007).

Para aproveitar todos os benefícios que esse aminoácido oferece, você precisa ter atenção com alguns fatores muito importantes: Quando tomar, qual forma da arginina é mais adequada, dose apropriada e, para aumentar esses efeitos, empilhar arginina com outros suplementos.

Quando: Pesquisas estão demonstrando agora, na verdade para muitos suplementos, que o momento de consumo é um dos aspectos mais críticos para tomar arginina. Quando se fala em aumentar os níveis de NO, nenhuma hora do dia é mais importante que 30-60 minutos antes dos exercícios. Aumentando os níveis de NO antes dos exercícios você dilata as suas veias para obter mais circulação sanguínea, oxigênio, nutrientes e hormônios anabólicos.

Isso irá criar um grande estímulo durante o exercício, assim como aumentar seus níveis de energia e permitir que você treine mais pesado e por mais tempo. Vai também beneficiar a reconstrução do músculo e o crescimento posterior. Na verdade, você deve considerar tomar uma segunda dose de arginina depois dos exercícios, além disso aumenta a circulação do sangue para os seus músculos para uma melhor recuperação dos músculos e crescimento.

Tomar arginina antes e depois dos trabalhos também vai aumentar os níveis de GH no momento em que esses hormônios podem realmente aumentar o crescimento dos músculos e até a queima de gordura.

Outra importante hora para tomar arginina é antes do café da manhã - isso aumentará os níveis de GH e NO, então você pode iniciar o dia em um estado anabólico. Também tomar arginina uns 30-60 minutos antes de dormir aumenta o nível de GH enquanto você dorme e pode aumentar as chances de reconstrução e crescimento muscular.

Arginina é muito melhor absorvida quando o seu estômago está vazio. Você deve tomar cada dose uma hora depois da sua ultima refeição e 30-60 minutos antes da próxima. Claro que isso pode ser um pouco difícil no seu horário de trabalho, quando você deve também consumir shakes de proteínas, e carboidratos. Tome a sua dose de arginina imediatamente depois do seu trabalho e consuma suas doses de proteínas e carboidratos 30 minutos antes. Tome a dose da manhã de arginina depois de levantar e espere de 30-60 minutos para tomar o seu café. Tome sua dose da noite de arginina 30-60 minutos antes da sua última refeição da noite.

Formas: As formas mais comuns de arginina que você vai encontrar para venda são l-arginina, arginina alpha-ketoglutarate e arginina ethyl ester. A forma mais simples e que foi avaliada por mais tempo é a L-arginina. Pesquisas confirmaram que essa forma de arginina é efetiva para aumentar os níveis de GH e NO. Ainda alguns cientistas descobriram que l-arginina é por algum motivo mal absorvida pelo corpo.

Algumas das novas formas de arginina aparentemente parecem ser melhores absorvidas e utilizadas. Arginina alpha-ketoglutarate é composta de 2 moléculas de arginina por uma molécula alpha-ketoglutarate. Acredita-se que essa nova forma de arginina é mais facilmente absorvida pelos intestinos. A molécula alpha-ketoglutarate é a precursora do aminoácido glutamina. Muitos estudos mostraram que essa forma de arginina aumenta a força e os ganhos dos músculos. Uma outra nova forma de arginina, arginina ethyl ester é arginina com um grupo de "ester" (um ácido e um álcool) que agem juntos. A adição do grupo "ester" aumenta as habilidades da arginina de passar entre as membranas, assim como os intestinos o que permite uma absorção mais fácil e melhor utilização pelo corpo, assim como outros benefícios para os músculos.

Dosagem: Se você está usando l-arginina ou arginina alpha-ketoglutarate para aumentar os níveis de NO, você precisa tomar de 3-5 gramas em cada dose. Se o tipo é arginina ethyl ester você deve baixar a dose para 2-3g. Fazer isso é a melhor forma. Se o seu propósito é aumentar os níveis de GH você precisa tomar 9g para obter efeito máximo.

Portanto, você precisa de umas gramas extras para aumentar os níveis de GH. Se você está usando arginina ethyl ester você deverá provavelmente dobrar a dose em aproximadamente 6g.

Empilhamento: Se você leu os ingredientes na lista dos estimulantes de NO, você vai perceber a adição de arginina e muitos outros suplementos. Esses são adicionados para aumentar os efeitos da arginina. Uma adição comum é a citrulina. Esse aminoácido não somente promove energia como também aumenta os níveis de arginina no sangue que pode ser convertida em NO e GH. Procure por suplementos que contenham de 1-3g de citrulina na dose. O corpo precisa de uma enzima chamada "nitric oxide synthase" para converter arginina em NO. Para aumentar a quantidade de arginina que é convertida em NO, você precisa tomar um suplemento que aumenta a atividade das NOS, assim como 50-100 miligramas de Pycnogenol (a marca registrada do extrato de uma arvore de pino marítima Francesa), ou 100-200 mg do American ginseng. Você deve também considerar tomar suplementos que diminuem a quebra do NO para aumentar os efeitos no corpo por mais tempo. Um jeito fácil é tomar de 500-1000g de vitamina C, uma pesquisa mostrou que essa vitamina protege o NO prevenindo a degradação por radicais livres.

Com a adição de suplementos que aumentam a produção de NO e diminui a sua quebra, você deve também considerar tomar suplementos que aumentam a circulação do sangue através de um mecanismo que não age no NO. Rutaecarpine é um extrato da "Evodia rutaecarpa", uma erva que promove a dilatação das veias por alterar os níveis de cálcio nas células que formas as veias. Tome 10-100 mg de rutaecarpine com cada dose de arginina para aumentar a dilatação das veias.
------------------------------


suplemento

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info