Óleo de coco extra virgem emagrece?

Estudos recentes também demonstraram que o óleo de coco é eficiente na redução de peso.

Nossos voluntários eram homens que participaram de uma pesquisa da UFRJ, no Rio.

Eles consumiam duas colheres de sopa do óleo de coco diariamente antes das refeições e emagreceu 5, 6 e até 8 kg.

Marcos, o mais engraçado deles, se dizia um comilão de primeira e garantiu que o óleo de coco ajudava a controlar a gula, mas depois que a pesquisa terminou, ele relaxou e voltou a engordar sem óleo de coco.

No trabalho de Marcos, a gente verificou que ele agora estava disposto a emagrecer com óleo de coco novamente e tinha pedido para a irmã preparar uma quentinha com cara de regime mais óleo de coco, frango, pouco arroz e feijão e muita abobrinha, um dos alimentos citados como sacietógenos, ou seja, que dão saciedade.

A pesquisa com óleo de coco surpreendeu além do emagrecimento.

Óleo de coco foi estendida para pacientes com problemas no coração no Instituto Nacional de Cardiologia.

Os médicos e nutricionistas esperam que o óleo de coco ajudace a aumentar o bom colesterol, o HDL, a controlar a glicose no sangue e claro, a emagrecer.

Fomos até a casa de Sandra, em Vicente de Carvalho, subúrbio do Rio, mostrar que o óleo de coco já foi adotado por ela diariamente como um santo remédio na tentativa de evitar um novo enfarte.

Sandra passou mal durante o banho dois meses atrás.

Agora, já emagreceu, melhorou o colesterol e virou fã do óleo de coco.

Ana experimentau óleo de coco.

Outra novidade para quem deseja perder os quilinhos indesejados é o óleo de coco.

Virou febre nos Estados Unidos óleo de coco por causa do seu efeito na queima de gorduras.

Em um estudo realizado por lá com óleo de coco, ficou constatado o que é extraído do coco pode dobrar o número de quilos perdidos durante uma dieta ressaltou Ana .

Tudo sobre óleo de coco.

A gordura do óleo de coco é formada por triglicerídeos de cadeia média (TCM) e é facilmente absorvida.

Óleo de coco não precisa do sistema de transporte, de enzimas digestivas, de sais biliares e de insulina para absorção.

Óleo de coco é convertida rápidamente no fígado em energia, sendo processada como se fosse carboidrato, combustível, dando a sensação de bem estar e saciedade, diminuindo a vontade de comer doce.

Diferentemente do carboidrato, óleo de coco não aumenta a glicose e não estimula e nem interfere nos níveis de insulina, colaborando na perda de peso.

Colabora para redução dos níveis de colesterol total, triglicérides, LDL e aumenta as taxas de HDL colesterol bom colesterol.

óleo de coco tem ação termogênica, ou seja, aumenta o metabolismo e a temperatura interna corporal.

Assim, queima calorias e ajuda a emagrecer.

Para a obtenção dos benefícios do óleo de coco relativos à perda de peso seu consumo deve estar associado a uma dieta equilibrada e exercícios físicos.

O óleo de coco possui propriedades antioxidantes, antibacterianas, antivirais, anti-inflamatória, imunomoduladoras e antifúngica age, por exemplo, contra a candidíase devido ao alto teores de acido láurico e caprílico.

A quantidade diária recomendada de óleo de coco é de 2 a 3 colheres de sopa ao dia.

Entre a primeira e segunda semana, recomenda-se consumir quantidades de óleo de coco pequenas em torno de 1 colher de chá e ,depois, ir aumentando gradativamente para não causar enjoos e mal estar.

Sugestão de uso: misturar na vitamina, no suco, café, frutas, em substituição do óleo de coco de cozinhar para fritar o ovo, temperar o arroz, fazer pipoca, passar nas torradas ou tomar diretamente na colher após a refeição.

Dica para aumento de energia – dissolver 1 colher sopa de óleo de coco em água morna e tomar imediatamente antes dos exercícios.

A gordura do óleo de coco é formada por triglicerídeos de cadeia média (TCM) e é facilmente absorvida.

Óleo de coco não precisa do sistema de transporte, de enzimas digestivas, de sais biliares e de insulina para absorção.

Óleo de coco é convertida rapidamente no fígado em energia, sendo processada como se fosse carboidrato, combustível, dando a sensação de bem estar e saciedade, diminuindo a vontade de comer doce.

Diferentemente do carboidrato, não aumenta a glicose e não estimula e nem interfere nos níveis de insulina, Óleo de coco colabora na perda de peso.

Colabora para redução dos níveis de colesterol total, triglicérides, LDL e aumenta as taxas de HDL colesterol (bom colesterol).

O óleo de coco tem ação termogênica, ou seja, aumenta o metabolismo e a temperatura interna corporal. Assim, queima calorias e ajuda a emagrecer.

Para a obtenção dos benefíciosdo óleo de coco relativos à perda de peso seu consumo deve estar associado a uma dieta equilibrada e exercícios físicos.

O Óleo de coco possui propriedades antioxidantes, antibacterianas, antivirais, anti-inflamatória, imunomoduladoras e antifúngica age, por exemplo, contra a candidíase devido ao alto teores de acido láurico e caprílico.

A quantidade diária recomendada de óleo de coco é de 2 a 3 colheres de sopa ao dia.

Entre a primeira e segunda semana, recomenda-se consumir quantidades pequenas em torno de 1 colher de chá e ,depois, ir aumentando gradativamente para não causar enjoos e mal estar.

Sugestão de uso: misturar na vitamina, no suco, café, frutas, em substituição do óleo de coco de cozinhar para fritar o ovo, temperar o arroz, fazer pipoca, passar nas torradas ou tomar diretamente na colher após a refeição.

Dica para aumento de energia – dissolver 1 colher (sopa) de óleo de coco em água morna e tomar imediatamente antes dos exercícios.
<