Dietas e Dieta

------------------------

ginastica para emagrecer.

Emagreci fazendo ginástica em casa"
Fernanda encarou a realidade e perdeu 13 quilos
Comecei a engordar no final da adolescência. Parei de jogar vôlei, andar de bicicleta e passava a tarde inteira em frente à televisão, comendo salgadinho de pacote. Também abusava do refrigerante, tomava mais de 2 litros por dia, e olha que não era diet. A cada mês que passava, precisava de roupas maiores. Um dia, coloquei um vestido de malha bem larguinho. Imagine que todo mundo da minha cidade começou a dizer que eu estava grávida. Fiquei muito chateada. Depois desse episódio, decidi encarar a realidade. Subi na balança – o ponteiro marcou 76 quilos. Tomei um susto. Como sou alta, estar acima do peso fazia com que me sentisse enorme. Resolvi que não podia continuar assim. Precisei pedir dinheiro para o meu pai e ir ao endocrinologista escondida da minha mãe, porque na opinião dela eu estava ótima e não precisava emagrecer: ela me achava forte e saudável. Mas o que eu queria era uma barriga sequinha. O médico me encaminhou à nutricionista, que sugeriu uma mudança radical nos meus hábitos alimentares. Nada de salgadinho, muito menos refrigerante. Eu deveria comer de três em três horas e porções pequenas. No lugar da fritura, grelhado. Para complementar, incluí atividade física na minha rotina. Não tinha coragem nem ânimo para encarar uma academia porque me achava feia. Então, comprei caneleiras e pesinhos e comecei a fazer os exercícios da BOA FORMA. Além disso, colocava um CD da Madonna, ia para o meu quarto e dançava por uma hora e meia na frente do espelho. Só depois de seis meses nesse pique, quando já tinha perdido 8 quilos, me matriculei em uma academia. Mantenho o meu peso há dez anos. Continuo malhando e comendo direitinho. Gosto de massa, não vou negar, mas como salada muito mais vezes e em maior quantidade do que o meu querido macarrão. Ficar magra tem um preço e vale a pena pagar por ele.

------------------------

Você sabia que musculação emagrece mais do que aeróbios?

Você sabia que musculação emagrece mais do que aeróbios?
Quantas vezes você já ouviu que, se quiser emagrecer, deve fazer exercícios aeróbios?
Mas, o que você deve ter ouvido pouco é que a musculação pode ser mais eficiente para perder peso do que correr na esteira ou pedalar na bicicleta. Não acredita? Então, preste atenção: Os aeróbios queimam mais calorias do que os exercícios com pesos. O que pouca gente sabe é que o corpo que tem a musculatura desenvolvida queima, naturalmente, muito mais calorias o dia inteiro, e não apenas no momento do exercício. É simples: caloria é energia. E o corpo usa energia para tudo (andar, trabalhar, tomar banho e até dormir). A musculatura desenvolvida precisa de mais combustível para fazer essas atividades, portanto, queima mais calorias.

Os exercícios aeróbios não proporcionam um aumento considerável de massa muscular. Não estimulam os músculos do tronco e dos membros superiores. E, assim que você pára o exercício aeróbio, o metabolismo do corpo desacelera, explica Julio Marchetti, professor de Educação Física, especializado em musculação. Então, é simples: fazer esteira queima calorias, claro. Mas, assim que você parar a atividade, essa queima cai. Já a musculação aumenta o gasto constante de calorias, acelera o metabolismo e, com uma dieta adequada, você emagrece mais rápido.

O professor explica que é preciso entender que mudando a estrutura ativa do organismo (os músculos) as mudanças do corpo serão mais consistentes. Mas ele lembra que a musculação é uma excelente atividade, mas não faz milagre: O que controla o peso da pessoa é o que ela ingere. Se a alimentação continuar exatamente a mesma de antes dos exercícios, fica mais difícil emagrecer.

Ana Paula Silveira, de 27 anos, garante que dá certo. Eu nunca tive paciência de ficar uma hora na esteira. Então, emagrecendo ou não, para mim nunca resolveu, pois eu não fazia mesmo, conta rindo. Quando passei a fazer musculação, eu afinei rápido. No começo, perdi peso e a mudança no corpo era nítida, depois, fiquei até mais pesada, porque desenvolvi minha musculatura, mas continuei magra, diz a moça que, nem de longe, perdeu as formas femininas.
-------------------------

Aeróbios são bons, sim!

Aeróbios são bons, sim!

Calma. Ninguém está dizendo que os aeróbios não são bons exercícios. Julio acredita que o ideal é incluí-los na rotina de atividades. Eles são bem-vindos para quem quer emagrecer, afinal, queimam calorias. E fazem bem à saúde. A musculação foi mitificada há muito tempo e sem fundamento. Até pouco tempo, médicos achavam que professores de musculação eram bárbaros, que iam obrigar seus alunos a tomar anabolizantes. As pessoas consideravam que o esporte era coisa de homem, que jamais deveria ser feito por mulheres e, se os velhinhos praticassem poderiam até morrer. Tudo mito. A verdade é que a musculação é uma atividade saudável e, como qualquer outra, precisa de avaliação médica antes de ser praticada.

Você não gosta de musculação?
Tem certeza? A dica de Julio é fazer uma tentativa e procurar um bom professor. A, antes de tudo, preste atenção nos seguintes itens:

*Respeite os limites do seu corpo. A musculação exige esforço, mas, não exagere!
*Os pesos devem ser ajustados gradativamente.
*O programa deve ser alterada pelo professor, de acordo com a experiência do praticante, condições físicas e objetivos
*Nada de pegar dicas do seu amigo da academia. Por mais experiência que tenha, ele não é formado em Educação Física e não pode instruir você
*Diga ao instrutor qual é seu objetivo (emagrecer, ganhar massa muscular, melhorar a saúde).
*Não deixe que o professor te dê uma ficha de treino e te abandone fazendo aquelas séries. Cobre dele explicações sobre o que está fazendo.
*Veja se o seu programa foi criado especialmente para você. Musculação não é receita de bolo. Deve ser personalizada.
*Se você estiver desmotivado, diga. É obrigação do professor manter você estimulado. Mas, saiba que o desafio sempre leva você em frente. Não fuja dele.
*Não esqueça de passar pelo médico antes de começar a puxar ferro.

-------------------------

Emagrecer: Dicas de exercícios.

Emagrecer: Dicas de exercícios

Para emagrecer...

O recomendável para quem pretende queimar gordura é caminhar ou correr na esteira, pedalar a bicicleta ergométrica ou fazer alguma ginástica aeróbica em grupo. São necessárias no mínimo três e no máximo seis sessões semanais, de uma hora cada. Os batimentos cardíacos devem ser mantidos entre 60% e 85% da freqüência máxima recomendada para o atleta.

Dica Número 1: Intensidade

Isso se refere ao seu nível de esforço durante o exercício. Mesmo que algumas pessoas ainda achem que se um exercício não seja doloroso ele não está fazendo nenhum bem, a teoria "sem dor, não há ganho" (no pain, no gain) não se aplica ao processo de queima de gordura.

Se você se exercitar em um nível de intensidade muito alto, seu corpo irá usar açúcar como fonte primária de energia. Para queimar gordura, você deve se exercitar a um nível moderado e confortável. Para se beneficiar ao máximo do exercício, focalize em duração e não em dificuldade.

A maneira mais comum de identificar se você está no nível de intensidade correto é checar seus batimentos cardíacos (pulsação) durante o exercício, já que o ritmo dos seus batimentos cardíaco é diretamente relacionado ao nível de intensidade com que você está se exercitando.

Você pode checar sua pulsação palpando a parte de dentro de seu pulso ou palpando seu pescoço. Simplesmente conte sua pulsação por 6 segundos e adicione um 0 a este número para achar seus batimentos por minuto – assim você não precisa parar de se exercitar durante um minuto inteiro.

Tente checar sua pulsação várias vezes durante o exercício para assegurar que você está na intensidade correta (diminua a velocidade ou até pare se precisar). Para identificar seu "batimento cardíaco alvo", subtraia sua idade de 220 para determinar seu batimento cardíaco máximo. Depois pegue 65% deste número para determinar seu batimento cardíaco alvo mais baixo, e 80% para determinar seu batimento cardíaco alvo mais alto. Por exemplo, se você tem 30 anos de idade:

Cálculo da freqüência cardíaca ideal para emagrecer

220 – 30 = 190 (batimento cardíaco máximo)

190 x 0,65 = 124 (batimento cardíaco alvo mais baixo)

190 x 0,80 = 152 (batimento cardíaco alvo mais alto)

A maneira mais fácil e confiável de saber como estão seus batimentos cardíacos durante o exercício aeróbico é comprando um aparelho que monitore seus batimentos cardíacos.

O aparelho que monitora os batimentos cardíacos é eletrônico e tem um formato parecido com o de uma fita. Ele é usado em volta do peito, e através de um relógio especial (que vem junto com o aparelho) você vai monitorando seus batimentos.

---------------------------

Duração ideal do exercício.

Duração ideal do exercício

Isto se refere a quanto tempo você faz o exercício. Vinte minutos é geralmente considerado o mínimo para se obter os benefícios da queima de gordura e aumentar o crescimento das enzimas de queima de gordura em seus músculos.

Se você está começando, comece com 20 minutos e tente aumentar gradualmente. Não se preocupe com a distância percorrida durante o exercício; o tempo que você se exercita é o que importa, e não a distância.

Ao contrário do que muitos acreditam, fazer exercícios durante 1 hora ao invés de 30 minutos não irá te trazer o dobro de benefícios. Sessões longas fazem com que o corpo questione a severidade da seção de treinamento e, infelizmente, aumenta as chances da "quebra dos músculos", um horror para quem está querendo perder gordura.

Trinta minutos é o suficiente para aumentar o metabolismo do corpo e começar o processo de usar mais gordura como fonte de energia.

Dica Número 3: Freqüência dos exercícios

Isto se refere ao período de intervalo entre suas seções de exercício. Tente se exercitar no mínimo 3 vezes por semana com não mais que 2 dias de descanso entre as seções de exercício (assim você não perde condicionamento).

A freqüência ideal é se exercitar de 5 a 6 vezes por semana. Tire um dia da semana para descansar. Desta forma você descansa corpo e mente durante um dia, mantém a motivação em alta e diminui o risco de contusões.

Não tenha "medo" de descansar um ou alguns dias achando que com isso você irá estar "quebrando o ciclo do programa" ou engordando. Mesmo os atletas mais preparados precisam de um dia de descanso de vez em quando.

------------------------------

Horário certo para se exercitar.

Horário certo para se exercitar

Essa dúvida é muito comum em academias. Mas antes de respondê-la, é melhor definir qual é seu objetivo e em seguida entendermos alguns conceitos acerca da fisiologia.

É muito importante diferenciar exercícios aeróbicos de exercícios anaeróbicos. Exercícios aeróbicos são aqueles onde você mantém seus batimentos cardíacos elevados (70-80% do máx.) e constantes. Dentre eles estão correr, pedalar e nadar.

Exercícios que envolvem movimentos rápidos e intensos seguidos de descanso (mesmo que sejam extenuantes) são considerados exercícios anaeróbicos. Quando você vai a uma academia fazer musculação, você está indo fazer um exercício anaeróbico. Ao fazer abdominais ou flexões, você também está trabalhando seus músculos desta forma.

Quando você acorda, a quantidade de carboidratos no seu corpo é bastante baixa já que sua última refeição foi na noite do dia anterior. Como esta reserva de carboidrato é muito baixa ao acordar, esta é a melhor hora para praticar uma atividade aeróbica caso seu objetivo seja emagrecer. Nesse horário, nosso organismo usa uma porcentagem maior de gordura como energia.

Se você fizer uma atividade aeróbica logo após fazer uma refeição rica em carboidratos, seu corpo irá usar estes recém ingeridos carboidratos como fonte de energia, e não a gordura que você quer tanto queimar.

Já com os exercícios anaeróbicos (hipertrofia) você não deve fazê-los sem se alimentar. O objetivo destes é aumentar sua massa muscular para aumentar seu metabolismo. Você precisa de energia para fazê-los e por isso deve se alimentar antes.

Se você faz um exercício anaeróbico sem se alimentar, você prejudica sua performance e pode obter um resultado contrário ao que deseja. Ao invés de aumentar sua massa muscular, você poderá perder massa já que o organismo usará proteínas do próprio músculo para gerar energia.

Se você quer se exercitar 2 vezes ao dia (uma seção de aeróbico e uma seção de anaeróbico em horas diferentes), o melhor a fazer é se alimentar, depois fazer um exercício anaeróbico e só depois fazer um exercício aeróbico.

É importante ressaltar que se você tem o hábito de fazer um exercício aeróbico pela manhã e logo depois fazer um exercício anaeróbico, você não deve deixar de fazer o café da manhã. Fazer o exercício aeróbico depois do exercício anaeróbico é melhor já que você usa os carboidratos que ingeriu no café da manhã durante a seção do exercício anaeróbico e, quando começar a seção aeróbica, o seu corpo já não terá muitos carboidratos e irá queimar mais gordura.
------------------------

Ginástica funcional.

Ginástica funcional
O que é:

A ginástica funcional é um método de atividade física realizada sem aparelhos, que tem como objetivo melhorar a condição física imitando movimentos normais do dia a dia. A ginástica funcional fortalece o abdômen, a lombar, emagrece, previne lesões, diminui o cansaço e fortalece os músculos. O indivíduo que faz a ginástica funcional corretamente consegue um corpo bem delineado e firme em poucas semanas de treino.

Como é feita a ginástica funcional

A ginástica é feita com o uso de cabos elásticos, pesos de 1 a 3 kg e bolas, mas sempre exigindo que o praticante tenha uma ótima postura enquanto realiza os movimentos. Ela não é feita com os aparelhos normais de musculação como se encontra na maioria das academias de ginástica.

Quem pode fazer a ginástica funcional

A ginástica funcional pode ser feita por atletas, no pós parto, sedentários ou qualquer pessoa que esteja interessada em aumentar a flexibilidade, emagrecer e fortalecer os músculos.

Não há contra indicações, pois os exercícios podem ser adaptados à necessidade do indivíduo, o que faz com q ginástica funcional possa ser praticada inclusive por indivíduos com doenças ortopédicas como artrite, artrose, dor nas costas, hérnia de disco e outras.

Onde fazer a ginástica funcional

A ginástica funcional pode ser feita nas melhores academias de ginástica das grandes cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, por exemplo.
------------------------------


Dietas e Dieta

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info