Dieta

------------------------

uma dieta para emagrecer.

Dieta sem glúten, emagrece?
O glúten é uma proteína presente no trigo, cevada, centeio. Portanto, presente em vários alimentos muito consumidos pelo brasileiro como: pães, biscoitos, pizzas, cerveja, bolos, etc.
Ultimamente o glúten tem sido visto como um vilão para quem deseja eliminar peso. A nova sensação do momento para conquistar um corpo mais magro e ter mais disposição é a dieta sem glúten, que "promete" eliminar os quilos extras excluindo da alimentação todo alimento que contenha glúten em sua composição.

Mas o glúten é mesmo o grande vilão da sua dieta? A resposta é NÃO! Não há nada que comprove que excluindo o glúten de sua alimentação você elimine peso e diminua a gordura abdominal.

Na verdade, como o glúten está presente na maioria dos alimentos como pizza, biscoitos, massas e pães, excluindo esses alimentos da sua dieta, como conseqüência acabará consumindo menos calorias e poderá eliminar peso.

Mas essa redução de peso não se deve a restrição do glúten e sim a exclusão de diversos alimentos da sua alimentação.

O único motivo que pode levar a pessoa a excluir o glúten de sua alimentação é ser portador da Doença Celíaca. Somente para os celíacos o glúten pode ser considerado um vilão, pois essas pessoas tem hipersensibilidade e quando consumido, interfere no intestino delgado.

Essa interferência causa uma inflamação que impede a absorção de vitaminas, minerais, além de sintomas como diarréia crônica, vômito, falta de apetite, distensão abdominal.

As pessoas portadoras da doença podem identificar os alimentos que contém glúten através do rótulo das embalagens e consultar sempre um médico ou nutricionista.

Mas se você não tem doença celíaca e o seu objetivo é somente eliminar peso, não há motivo para excluir o glúten da sua alimentação. Basta se alimentar de forma saudável, balanceada, fracionada, variada e praticar atividade física regularmente.

------------------------

Saiba porque a Dieta do Tipo Sanguíneo Funciona!

Saiba porque a Dieta do Tipo Sanguíneo Funciona!

Perder o peso de até 6Kg em 1 mês pode parecer impossível para muitos, mas com a dieta do tipo sanguíneo isso se torna viável. É uma dieta que tem como base uma alimentação balanceada para cada tipo sanguíneo.
A ideia que surgiu em 1996 com o livro "A dieta do tipo sanguíneo" dos doutores James D'Adamo e Peter D'Adamo, médicos naturopatas, mas no Brasil tomou força após ser usada pela atriz global Claudia Raia que alardeou ter emagrecido 7 quilos, além de ter se livrado das constantes enxaquecas.
Por que a dieta do tipo sanguíneo funciona?
A dieta do tipo sanguíneo busca selecionar os alimentos mais apropriados para cada tipo de sangue, sem se preocupar com a quantidade ingerida, deixando esse controle unicamente nas mãos da força de vontade de cada um. Ela vai além das condições biológicas, fazendo análises antropológicas da raça humana, para explicar a preferência de cada tipo sanguíneo.
Entre os tipos sanguíneos e os alimentos existem relações históricas, antropológicas e fisiológicas, o que faz com que a dieta do tipo sanguíneo funcione. Para facilitar o consumo dos alimentos corretamente e perder peso em 1 mês, a dieta é dividida em três categorias:
Alimentos benéficos: necessários para o organismo, auxiliam na prevenção de doenças.
Alimentos neutros: são os alimentos que podem ser consumidos com frequência.
Alimentos Nocivos: não devem ser consumidos, podem acarretar desequilíbrio no organismo.
Podemos observar então, que na dieta do tipo sanguíneo, há alimentos ditos Benéficos, Neutros e Nocivos. Os primeiros são considerados como remédios e, portanto, seu consumo deve ser intensificado. Os Neutros podem ser consumidos à vontade, sem restrições, a não ser que, excepcionalmente, haja alguma contra-indicação. Já os Nocivos são considerados venenos e seu consumo deve ser restringido ao máximo


-------------------------

Razões para você não estar conseguindo perder peso!

Razões para você não estar conseguindo perder peso!
Baixa motivação para continuar com a dieta
Quando numa dieta somos obrigados a restringir os nossos alimentos e bebidas favoritas deixamo-nos por ir abaixo ao fim de algum tempo. A dificuldade em manter um regime alimentar com alimentos com baixos valores calóricos não e fácil. Ao fim de algum tempo a pessoa começa a sentir-se cansada pelo mesmo tipo de rotina. Acordar comer x, esperar y horas, comer z… Torna-se aborrecido! Uma das melhores formas de lidar com isto é acrescentar um dia de "Cheating" ou por outras palavras um dia de lixo. Em que consiste isso? Uma vez por semana podem por a dieta de lado e voltar a alimentação normal. Para alem de psicologicamente ser um alivio, também vai ajudar na perda de peso pois um choque calórico após alguns dias de défice calórico vai dar ao corpo o choque metabólico que ele precisa para começar a queimar gordura.
Ao saltar refeições, eles passam fome mais rápido e porco para fora na próxima refeição
Saltar refeiçoes não é obrigatoriamente um erro, mas para a pessoa comum que esta a começar a dieta e tem um longo caminho pela frente, então sim, torna-se um erro "fatal".
Uma dieta significa ser-se consistente o suficiente até o nosso corpo se habituar ao nosso novo plano alimentar de tal forma, que a dieta se vai tornando "mais fácil". Se saltarmos refeições na dieta então o corpo vai ter quebras de energia e vai aumentar os níveis de fome, o que numa próxima refeição se pode tornar desastroso.

-------------------------

Emagrecimento eficaz Dietas e exercício.

Emagrecimento eficaz Dietas e exercício
A dieta devia ser propriamente equilibrada e aplicada, e além disso conter todas os componentes alimentares com quantidade apropriada para o dia todo. As dietas não são nada mais que a volta para o estado de antes do excesso de peso, quer dizer alimentação saudável, metabolismo rápido, falta de choques metabólicos. Como então emagrecer rapidamente? Ao comer tudo, mesmo pareça muito absurdo pensando no termo "dieta" . O nosso organismo precisa de tudo: açucares, gorduras, proteínas. Este último na quantidade maior, porque se não o receber, por exemplo numa situação de ficar com fome, vai pegar nas proteínas dos músculos e não nas gorduras. Por isso não vale a pena acreditar em jejum. A verdade é que sim, perdemos peso, mas não de gorduras, mas sim, de músculos. A gordura é consumida pelo organismo no treino físico. Aqui uma boa informação, na assimilação de proteínas se comermos por exemplo almoço quente com carne, não estamos com calor por causa duma refeição quente, mas, devido à termogênese induzida pela digestão da proteína. Sentimos isso como uma temperatura ligeiramente elevada e com calor que sentimos no rosto. É precisamente neste momento que as proteínas são queimadas. Devem estar a pensar se então basta comer carne e aguardar o resultado? Sim, mas o fígado e os rins também têm os seus limites, e assim estão sobrecarregados com a deita de proteínas.

Excesso de peso e obesidade são as doenças dos nossos tempos. Não existe uma receita simples para emagrecer rapidamente, é um processo complexo da nossa fisiologia e exige uma abordagem gradual. É preciso lembrar, que tudo começa nas nossas cabeças. Somos nós próprios que temos a força para nos motivar para emagrecer. Tudo depende do assim chamado etapa de decisão, muitas vezes omitido. Quando tomamos uma decisão de que queremos emagrecer, somos mais determinados para chegar com este processo até ao fim. O excesso de peso e a redução dele é mais ou menos mesma coisa que deixar de fumar cigarros. O consumo de coisas insalubres é como um vício. Basta aceitar este facto no nível psicológico e já estamos a meio caminho. Mesmo como no caso de deixar de fumar é preciso ter determinação e esforço. Ficar mobilizado para este tipo de limitações ao longo prazo não tem que ser muito difícil. Na verdade trata-se de criar os hábitos alimentares saudáveis e não estar de dieta restrita que não fornece todos os nutrientes mas apenas permite um estado de mais ou menos vegetação.

O exercício feito de manhã tem os resultados melhores na redução de peso. Por que será? Porque a energia armazenada no nosso corpo rapidamente se desgasta e, consequentemente, o nosso corpo pega na gordura, porque precisa de energia para trabalhar durante do dia todo. A gordura na parte de queima produz mais energia, mas o que o nosso corpo precisa para viver são proteínas. Por isso o nosso corpo pega nos os seus próprios músculos, quando está com fome, por isso cuidado com um jejum, não é uma forma saudável de emagrecer, por que em consequência, perdemos músculos enquanto a gordura continua no seu lugar. E é difícil imaginar que durante o jejum era possível construir mais músculos. Exercício indicado, que tem o melhor desempenho em termos de perda de peso é uma bicicleta e jogging. Geralmente todos os tipos de exercício são desejáveis. Assim, o treinamento de força, expande os músculos, o exercício cardio, queima a gordura, alongamentos ajuda ao sistema nervoso regenerar os músculos.

---------------------------


Dieta

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info