Dieta

------------------------

qual a dieta para diabeticos.

Médicos indicam alimentação ideal para diabéticos
Conheça os alimentos benéficos e os vilões para quem tem esse distúrbio,
além de conferir um cardápio especial para adotar no dia a dia
Não é novidade nenhuma que o portador do diabetes vive muito bem se mantiver uma alimentação regrada e o índice de glicemia nos patamares ideais. Mas o que pouca gente sabe é que para fazer isso não é necessário um sacrifíco absurdo, desde que o paciente mantenha uma dieta saudável muito semelhante às que são indicadas para quem quer se alimentar bem e ter qualidade de vida.

Para destacar que os alimentos fazem bem ao diabético e quais devem ser banidos de sua dieta, o R7 consultou a gastroenterologista e uma nutricionista, que sugeriram um cardápio que vai do café da manhã à ceia noturna, e ainda dá deliciosas dicas de alimentos para comer sem culpa.

O diabetes é uma doença que se caracteriza pela deficiência na produção ou ação da insulina, e isso provoca o aumento do nível de açúcar no sangue (glicemia). Seus principais sintomas são a sede, fome e urina em excesso, emagrecimento, visão embaçada, infecções repetidas na pele ou nas mucosas, machucados que demoram a cicatrizar, cansaço inexplicável e dores nas pernas.

Se você sente mais de um desses sintomas mas não tem certeza se é diabético, consulte um médico. Ele vai lhe pedir os exames necessários para fazer o diagnóstico.

Confira abaixo os alimentos proibidos e os que são liberados na dieta do diabético. Eles foram listados pela gastroenterologista Marilia Gaboardi, responsável pela Área Comunidade da Sociedade de Gastroenterologia de São Paulo, e pela nutricionista Fernanda Scheer, especialista em Nutrição Funcional e Desintoxicação.

------------------------

Guia Alimentar para pessoas com diabetes.

Guia Alimentar para pessoas com diabetes
Fuja destes alimentos
Açúcar, frituras, bebidas alcoólicas, chocolate, doces, mel, melado, rapadura, tortas, massas, refrigerantes, sorvetes cremosos, carnes gordurosas, pele de aves, embutidos (salsicha, linguiça, salame, mortadela), industrializados (sopas em pacote, atum e sardinha enlatados, caldo de carne concentrado), condimentos (molho inglês, shoyu, catchup).

Evite algumas frutas e certas combinações
Frutas: abacate, caqui, uva, figo, manga e jaca.

Legumes com arroz (a não ser que você substitua a porção de arroz): beterraba, mandioca, mandioquinha, cará, abóbora. É fundamental evitar o arroz nesses casos, pois os dois alimentos têm carboidratos e, se ingeridos juntos, a glicemia aumenta.

O que priorizar? Uma alimentação rica e variada, com carboidratos integrais (pão, macarrão, arroz); e coma a cada três horas.

Coma sem culpa:
Frutas: maçã, pêra, laranja, mamão, melão, banana, etc.
Verduras: acelga, escarola, almeirão, brócolis, etc.
Legumes: abobrinha, vagem, chuchu, cenoura, etc.
Óleo vegetal: algodão, girassol, milho, soja.
Carnes: bovina magra, peixe, frango (assados, grelhados ou cozidos).
Bebidas: leite, café, chá, suco de limão, refrigerantes dietéticos.
Produtos industrializados: queijo fresco (tipo minas), margarina, iogurte, geleia dietética, bolacha de água, torrada não doce, pudins com adoçante, gelatina dietética.

Se você tem diabetes e é fumante:
A gastroenterologista ressalta quanto o fumo pode ser prejudicial ao diabético.
- O fumo tem fator de risco maior entre pessoas com diabetes, pois afeta principalmente os vasos sanguíneos que ficam reduzidos, podendo aumentar a pressão arterial. A pressão alta pode ainda sobrecarregar a função do coração e agravar a resistência à insulina.
-------------------------

dicas de alimentação saudável para diabéticos.

dicas de alimentação saudável para diabéticos
A alimentação do diabético deve ser rica em alimentos integrais, frutas, verduras e legumes.

Leite desnatado, iogurtes lights e queijos brancos podem ser consumidos - desde que dentro da quantidade ideal. Consulte seu médico para saber o quanto você pode consumir!

As fibras devem ser acrescentadas diariamente, como por exemplo: arroz integral, pães integrais, aveia, gérmen de trigo, biscoitos integrais sem açúcar, frutas com casca, legumes cozidos no vapor, verduras cruas, dentre outros.

O açúcar não deve ser utilizado. Atualmente, temos boas opções de adoçantes que não contêm aspartame e podem ser utilizados por diabéticos.

Atividades físicas são importantíssimas e devem ser feitas com orientação de profissional especializado - contribuem para o controle do peso e redução das taxas de glicemia.

-------------------------

Alimentação saudável para diabéticos.

Alimentação saudável para diabéticos
caracterizado por excesso de glicose (açúcar) no sangue. No Diabetes Melito tipo I (DMI), ocorre produção insuficiente ou não-produção de insulina. Já no tipo II (DMII), há resistência das células à insulina. Mas para que serve a insulina? A insulina é a responsável pelo transporte da glicose às células, para que seja transformada em energia. Evitando, assim, a hiperglicemia (grande concentração de glicose no sangue).

No caso do DMI, é preciso tomar insulina para que as células recebam a glicose e a transformem em energia. No DMII, muitas vezes apenas dieta e exercícios físicos são suficientes ou, ainda, o uso concomitante de medicamentos.

As recomendações sobre alimentação são basicamente as mesmas para os dois tipos. É claro que é necessário que os diabéticos tenham uma alimentação mais regrada, com regulação da ingestão de açúcares. Porém, é possível ter uma vida normal, de qualidade, fazendo apenas algumas trocas e inserindo alguns tipos de alimentos no dia a dia.

Os carboidratos são nossa principal fonte de energia, e devem satisfazer de 50 a 60% das necessidades energéticas diárias. Dentre os carboidratos, temos os simples e os complexos (que são as fibras). Vários estudos científicos comprovam que alimentos ricos em fibras solúveis podem reduzir os níveis de glicose do sangue. Dessa forma, os alimentos integrais, frutas e hortaliças, ou seja, alimentos não refinados, com casca ou bagaço, devem ser ingeridos diariamente. Lembre-se: não existem frutas proibidas para diabéticos!

No caso dos diabéticos tipo I, é necessário fazer a contagem de carboidratos. Mas como isso funciona? Essa contagem é com base na dosagem de insulina, ou seja, a quantidade de carboidratos que pode ser ingerida dependerá da quantidade de insulina que é administrada.

---------------------------


Dieta

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info