Dieta que realmente emagrece

Shakes para emagrecer realmente funcionam?

Shakes para emagrecer realmente funcionam? Qual a forma correta de tomar? Quantos kilos eu posso perder apenas tomando Shake? Preciso passar fome também? As perguntas são muitas, mas vamos tentar responder todas.

Um dos maiores problemas, e também o maior erro, em qualquer dieta para emagrecer é se privar de comer o que gosta ou que ter que passar fome para atingir o peso ideal e conseguir ficar em forma. Centenas de pesquisas no campo da nutrição são feitas anualmente para tentar nos ajudar a resolver este problema e os shakes estão aí pra isso, para nos ajudar a perder peso com facilidade, sem passar fome e, sem colocar sua saúde em risco e sem deixar de consumir um alimento gostoso.

Das muitas marcas de shakes para emagrecer, os que mais de destacam são o Diet Shake da Nutrilatina, que é o mais conhecido e o Dream Plex Light da Bodygenics, que apesar de ser um produto novo, se destaca por substituir até duas refeições por dia e não apenas uma como a maioria dos Shakes para emagrecer.

Escolher o shake para emagrecer é uma escolha pessoal e envolve uma série de fatores, como autorização da ANVISA, horário de consumo, composição e forma de uso. É muito importante seguir as recomendações do fabricante para emagrecer com saúde e alcançar o resultado desejado.

Como funcionam os Shakes para emagrecer?

Como funcionam os Shakes para emagrecer?
Você já deve saber que o que nos faz engordar é consumir mais calorias do que se gasta. Por exemplo, se seu corpo gasta 1.200 kcal por dia e você consome 1.500 kcal por dia, está "engordando" a uma taxa de 300 kcal por dia. Mas calma, isso é apenas um exemplo ilustrativo e existem uma série de outros fatores que influenciam no armazenamento de gordura corporal.

Os shakes emagrecedores são desenvolvidos para substituir uma refeição, mas provendo a nutrição adequada e com uma quantidade menor de calorias que você consumiria em uma refeição normal. Dessa forma você supre sua necessidade diária de nutrientes, ingerindo uma quantidade bem menor de calorias, fazendo com que você crie um déficit de calorias e promovendo o emagrecimento.

Como emagrecer rápido tomando shakes?
Não adianta você substituir uma de suas refeições por um shake emagrecedor se continuar cometendo excessos nas outras refeições, é importante adotar uma alimentação mais saudável. Você pode comer qualquer coisa, mas sempre com muita moderação. Evite os excessos!

Uma dica muito importante identificar qual das suas refeições é realmente a mais calórica. Existe um mito de que a refeição que deve ser substituída pelo shake para emagrecer é a janta, mas nem sempre isso é verdade, na grande maioria dos casos a refeição que realmente é problemática é o almoço. Isso se deve na maior parte das vezes por culpa do local de trabalho que não possui alimentação saudável por perto. Então quando for substituir uma refeição, substitua a mais calórica.

Outro fator crucial para o sucesso de qualquer dieta para emagrecer é não passar longos períodos sem comer nada, é essencial fazer uma pequena refeição a cada 3 horas, isso não quer dizer ingerir muitas calorias, você pode por exemplo comer uma fruta, uma barrinha de cereal, uma porção de passas ou de castanhas. E evite o consumo de bebidas alcoólicas e refrigerantes enquanto estiver neste processo, você sentirá uma enorme diferença.

Como não poderíamos deixar de comentar, pratique pequenas atividades físicas diariamente para tonificar sua musculatura e aumentar seu gasto diário de calorias. Experimente fazer pequenas caminhadas de 15 a 30 minutos, não é necessário correr ou ficar horas caminhando. Dessa forma você estará consumindo menos calorias por conta do shake para emagrecer e estará gastando mais calorias e conseguirá perder peso rápido e com saúde.

Os benefícios do choque.

Os benefícios do choque

A Lahys criou um método, que batizou de choque, para acelerar o emagrecimento. A cada 20 dias, ela só toma líquido por quatro dias. Segundo a nutricionista Daiana Mafort, de São Paulo, esse choque tem fundamento. O organismo se acostuma aos alimentos rotineiros e o corpo para de emagrecer. Para cutucar o metabolismo, é preciso trocar alguns itens do cardápio no mínimo a cada dois meses.

"A dieta líquida é uma solução aprovada, mas não é regra. Ela precisa ser feita com cautela, porque pode ser pobre em nutrientes. Minha sugestão é dar o choque substituindo os alimentos diários por outros do mesmo grupo, sem aumento de calorias (veja sugestões ao lado)", explica a especialista.

Substituições para dar o choque

Alimento Substituição
Leite desnatado Leite à base de soja
Arroz branco Arroz integral
Arroz branco - 4 colheres (sopa) Batata (1 unidade média)
Gelatina Laranja, abacaxi ou tangerina
Abacaxi Melão
Pão francês Bolachas de água e sal (5 unids.)
Espiga de milho Mandioca
Maçã Laranja
Melancia (1 fatia) Morango (9 unidades)
Cenoura ralada - 1 colher (sopa) Folhas de alface
Abóbora - 3 colheres (sopa) Beterraba ralada - 1 colher (sopa)
Banana (½ unidade) Ameixa (1 unidade)
Mussarela Queijo branco
Atum - 2 colheres (sopa) Ovos (2 unidades)
Feijão - 1 concha Grão de bico - 3 colheres (sopa)

A dieta que emagrece 37 kg com líquidos. 

A dieta que emagrece 37 kg com líquidos
"Emagreci 37 kg com a dieta líquida dos 4 dias. A cada 20 dias, recorro a esse segredinho que acelera o meu metabolismo. Assim, pulei do manequim 50 para o 40 e até virei miss!", conta Lahys Feijó
Fui até a loja que vendia roupas para gordinhas e fiquei em choque quando o manequim 48 não serviu. Nunca me senti tão humilhada. Sem saída, recorri à costureira do bairro. Enquanto ela tirava minhas enormes medidas, pensei: "Isso precisa acabar. Eu só tenho 17 anos. Quero ser uma adolescente normal". Nessa época, estava com 97 kg.

Pela primeira vez, tive a certeza de que queria emagrecer. Estava determinada e não dizia isso da boca para fora. Manequim 50? Nem pensar!

Dou um choque no metabolismo

Mesmo disposta a emagrecer, sempre vacilava na dieta. Chocolate e refrigerante eram as minhas tentações. Ficar sem eles seria uma tortura. Continuei cedendo às minhas vontades e emagreci só 10 kg em quatro meses. Sabia que poderia ter resultados melhores, então comecei a levar a dieta mais a sério. Com o auxílio de algumas reportagens, montei dois cardápios: um para o dia a dia, que apelidei de reeducação, e outro radical, batizado de cardápio de choque por ser composto só de líquidos e durar quatro dias. A cada 20 dias, dou um chacoalhão no metabolismo e perco cerca de 3 kg graças a ele.

Assim, acelerei o emagrecimento. Em seis meses, perdi 15 kg. Aí, me matriculei na academia para combater a flacidez. Aos poucos, descobri que tinha cintura debaixo de tanta gordura.
Não me reconheciam

Em dois anos, consegui chegar aos 63 kg. O mais engraçado é que muita gente não me reconheceu depois de magra. A história mais marcante foi a de um rapaz que conheci em uma festa quando eu era gorda. Ficamos um tempão sem nos encontrar. Até que ele me adicionou no Orkut. Tentei dizer que já nos conhecíamos da tal festa. Ele dizia que era impossível. Precisei mandar fotos em que aparecia gordinha. Ele ficou pasmo!

Feliz com o meu corpo, decidi me aventurar em um concurso de beleza. O sonho de ser miss era antigo e sempre me pareceu impossível. Em 2009, subi na passarela e... Ganhei! Fui Miss Bom Jardim, a cidadezinha onde moro aqui do Rio de Janeiro. Consequentemente, virei o orgulho de todos da minha casa. Como vencedora, participei de festas agropecuárias para concorrer ao título de Rainha.

Aí, tive meus 15 minutos de fama. Fiquei hospedada num hotel chique e recebi vários elogios. Não ganhei o título de Rainha, mas garanti o terceiro lugar. Fui a Princesa da festa. Nunca chorei tanto! A avó da rainha até se comoveu com a minha emoção e veio me consolar. Ela achava que eu estava triste por ter perdido o primeiro lugar. Nada disso! Eu chorei mesmo de alegria!

A manutenção é uma luta diária

O fato é que passei de patinho feio a mulherão e tenho muito orgulho da minha luta contra a balança. Emagrecer é difícil e a manutenção é uma batalha diária, porque ainda gosto de doces. Mas agora, como já estou magra, me dou folga aos fins de semana. Às vezes demoro para acreditar que uso manequim 40 e peso 60 kg. E quer saber? É tudo fruto do meu próprio esforço!"