Dieta

------------------------

dieta gestante.

Alimentação de grávida

As orientações de como deve ser a alimentação da gestante mudaram. Conceitos como "comer por dois" foram abandonados porque já se sabe que a grávida deve acrescentar apenas mais 300 calorias a sua dieta.
s cuidados com a alimentação durante os nove meses da gravidez são importantes para evitar as complicações associadas tanto à obesidade feminina quanto ao baixo peso materno. Para ajudar as gestantes a conhecer mais sobre os riscos e as melhores práticas de alimentação saudável, a nossa nutricionista Ana Potenza trouxe algumas recomendações importantes sobre nutrição e peso durante esse período tão importante na vida da mulher.

A alimentação na gestação precisa ser equilibrada. O que significa isso?

Gestantes precisam consumir algum nutriente que não consomem quando não estão grávidas?

Por que a gestante não pode comer por dois?

Grávida pode fazer dieta durante a gestação?

E como deve ser a alimentação da grávida obesa durante a gestação?

Existe algum alimento proibido ou que deve ter cuidado especial ao ser ingerido durante a gestação?

Quais cuidados a gestante que trabalha fora e se alimenta em restaurantes deve ter?

Quais alimentos são recomendados nas fases mais críticas do paladar de gestante?

É verdade que o consumo de carboidratos, principalmente, de pão e massas, durante a gestação pode contribuir para um ganho de peso acima do esperado?

Quais problemas a gestante pode ter se abusar de uma alimentação calórica e engordar além do desejado?

------------------------

Dieta da Gestante Mesmo antes de engravida.

Dieta da Gestante

Mesmo antes de engravidar, a futura mamãe deverá planejar manter uma dieta equilibrada, favorecendo a concepção e um ambiente mais saudável para as primeiras etapas de desenvolvimento de seu bebê. Antes de acontecer o atraso menstrual, que é o primeiro sinal de gravidez, o embrião já se encontra em pleno desenvolvimento. Um bom suprimento de aporte vitamínicos e minerais nesta fase pode ser crucial para a boa formação de diversos órgãos do embrião, como o sistema nervoso central. Da mesma forma, a futura mamãe deverá se abster dos maus hábitos como o fumo e o uso de bebidas alcoólicas, que podem ser extremamente danosos pra o bebê.

Aqui estão algumas dicas que irão auxiliá-la a equilibrar sua dieta e tornar o seu corpo um "ninho"saudável para o seu bebê.

Ganho de Peso:

A mulher não deverá cair naquela antiga armadilha de que "estando grávida poderá comer por dois". Sabemos que o ganho excessivo de peso na gestação pode contribuir para o aparecimento de algumas doenças como o diabetes gestacional e a hipertensão arterial, complicando a evolução da gravidez e oferecendo riscos tanto para a mãe, como para o feto. Somado a isto, a mulher terá maior dificuldade para alcançar o peso de antes da gravidez. Também, o ganho de peso insuficiente durante a gravidez poderá ser perigoso.

A variação ideal do ganho de peso durante a gravidez é de 10 a 14 Kg. No caso da gestante que se encontra acima do peso, esta variação deve se situar entre 7 e 11 Kg e nas situações em que a mulher estiver co baixo peso pré gestacional, o intervalo desejável é de 12 a 18 Kg.

Como a gestante deve se alimentar?

A gestante deve comer de maneira fracionada, ou seja, várias vezes ao dia. O ideal é que faça 6 refeições ao dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e lanche da noite. A grávida deve evitar ficar sem comer por mais que 3 horas. Da mesma forma, a gestante deve beber líquidos com freqüência e elo menos 2 litros por dia.

Parece demasiado, porém, em cada refeição, a gestante deverá comer pequenas quantidades. Desta forma, a gestante e o bebê não passarão por períodos de hipoglicemia, o metabolismo materno ficará mais ativo e a gestante não ficará com muita fome para a próxima refeição. Assim, o controle do ganho de peso ficará mais fácil.

Para os lanches sugiro o consumo de frutas, sucos, queijos brancos, iogurtes e pequenos sanduíches, que não são muito calóricos e cumprem bem seu objetivo. Para o café da manhã, recomendo pão (de preferência os contendo fibras), pequena quantidade de manteiga/ margarina, leite desnatado, queijo e frutas. Para as refeições maiores como o almoço e jantar recomendo o consumo de folhas verdes (que contêm fibras que ajudam no funcionamento intestinal, ferro e acido fólico), legumes, arroz, feijão e uma porção de carne.

Evite o excesso de gorduras encontradas nas frituras e o excesso de carboidratos substituindo a massa pelo arroz ou a batata e vice versa. O uso de grãos integrais é o mais recomendado. Também prefira o azeite extra virgem aos óleos comuns de cozinha e use pouco sal.

O mesmo também é recomendado para as gestantes que apresentam enjôos, pois a dieta fracionada ajuda neste controle, fazendo com que o uso de medicações para náuseas seja reservado para os casos mais difíceis.

No total, a gestante deverá consumir apenas 300 Kcal a mais por dia. A quantidade de cada alimento será orientada na consulta medica, individualizando cada caso.
-------------------------

Grávida obesa, filho gorducho.

Grávida obesa, filho gorducho

Ganhar peso extra na gestação aumenta o risco de obesidade na criança

Grávida obesa

Jamais caia na onda de que gestantes devem comer por dois. Exageros à mesa podem prejudicar a futura mamãe e ainda afetar o bebê. Um estudo recém-publicado no periódico científico Archives of Disease in Childhood revela que ganhar quilos além da conta durante a gestação aumenta o risco de obesidade da criança.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade Nottingham Innovation Park, no Reino Unido, analisaram 30 trabalhos publicados entre 1990 e 2011, que somavam mais de 200 mil participantes.

Outras pesquisas mostram que grávidas obesas têm maior probabilidade de se tornar diabéticas e hipertensas. A nutricionista Lara Natacci Cunha, de São Paulo, autora do livro Dietbook Gestante, conta que ganhar mais de 16 kg na gestação pode favorecer as dificuldades no parto. "Sem contar que a mulher costuma demorar mais para voltar ao peso anterior após o nascimento", diz.

É fundamental estar em dia com a balança antes da gravidez e procurar orientação nutricional e de atividade física assim que planejar ter um filho. Se engordar demais é ruim, déficits de nutrientes também podem prejudicar o bebê. Por isso, não caia na bobagem de fazer regimes malucos nessa fase da vida.

Dietas da moda que pregam a exclusão de carboidrato, por exemplo, causam tonturas, distúrbios de humor e mal-estar. "Ficar sem esse nutriente pode levar à hipoglicemia, ou seja, leva à diminuição das taxas de açúcar no sangue", completa Lara. A sugestão da expert é optar por itens integrais, caso de pães e massas, que, além de garantir o carboidrato, oferecem fibras e, assim, colaboram para o trânsito intestinal.

-------------------------

Quanto é recomendado que as gestantes engordem durante a gestação?

Quanto é recomendado que as gestantes engordem durante a gestação?
O ganho de peso da gestante dependerá do IMC pré-gestacional.
Um exemplo:
IMC < 18,5 Kg/m² (baixo peso): ganho de 12,5 – 18 Kg
IMC 18,5 – 24,9 Kg/m² (eutrofia): ganho de 11 – 16 Kg
IMC 25 – 29,9 Kg/m² (sobrepeso): ganho de 7 – 11,5 Kg
IMC ≥ 30 Kg/m²(obesidade): ganho de 5 – 9 Kg
Qual a composição do peso da gestante? Quanto pesam bebê, placenta, líquidos etc...
Feto: 3,2 – 3,6 Kg
Estoque gordura: 2,7 – 3,6 Kg
Aumento do volume sanguíneo: 1,3 – 1,8 Kg
Aumento de fluídos corporais: 0,9 – 1,3 Kg
Líquido amniótico: 0,9 Kg
Mamas: 0,9 – 1,3 Kg
Útero: 0,9 Kg
Placentas: 0,7 Kg
Quais cuidados as gestantes de múltiplos devem ter com a alimentação e o peso?
As necessidades nutricionais da gestante de múltiplos são maiores quando comparadas com as da grávida de feto único. Já com relação às calorias, são adicionadas às 300 Kcal recomendadas para a gravidez mais 150 Kcal diárias por criança. O ganho de peso da gestante também dependerá do IMC pré-gestacional:
IMC < 18,5 Kg/m² (baixo peso): não há dados na literatura
IMC 18,5 – 24,9 Kg/m² (eutrofia): ganho será entre 16 – 24,5 Kg
IMC 25 – 29,9 Kg/m² (sobrepeso): entre 14,1 – 22,7 Kg
IMC ≥ 30 Kg/m² (obesidade): entre 14,4 – 19,1 Kg

---------------------------


Dieta

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info