Chá e Chás

------------------------

Chá digestivos.

Chás que auxiliam na digestão

Chá de boldo, de menta, hortelã, camomila, erva-doce, etc. Quem nunca tomou um deles depois de exagerar no almoço ou comer aquela feijoada que não caiu bem? Por ser feito basicamente de água e ervas, o chá hidrata e causa uma sensação de bem-estar. As infusões (quando se coloca folhas, flores ou frutas em água quente) ajudam na digestão, aceleram o metabolismo, combatem o inchaço e até cortam o apetite quando ele perde o limite, afirma o consultor farmacêutico Kali Rafael Nardino, da Divine Shen.

Erva-doce, carqueja, espinheira-santa, chapéu-de-couro, jurubeba, abacateiro, cavalinha e bugre cortam a fome fora de hora, segundo Nardino. Mas precisamos levar em conta a qualidade da matéria-prima, que é determinada principalmente pela forma de cultivo, procedência, processamento e armazenagem, diz o farmacêutico, que também recomenda o consumo de chá branco.

Chá dissolve gorduras e diminui a formação de gases
Ele ajuda a desinchar, desintoxicar e acelerar o metabolismo, facilitando a queima de gordura. A vantagem é que faz tudo isso de maneira mais intensa e com sabor bem suave, afirma. Já a nutricionista funcional Daniela Jobst, recomenda o chá verde como um ótimo digestivo, já que ativa a produção de ácidos estomacais.

Na lista das plantas conhecidas como digestivas estão hortelã, menta, hibisco, psilium, cáscara-sagrada, zedoária e fucus. Essas infusões são ótimas de serem consumidas depois das refeições. Um velho conhecido do sistema digestivo é o boldo, também chamado popularmente como boldo-do-chile.

Chás ajudam na digestão, aceleram o metabolismo e combatem o inchaço
Suas folhas são usadas na medicina popular para tratamento de problemas digestivos e hepáticos. Mesmo sendo muito comum entre a população, alguns estudos toxicológicos sugerem que o chá de boldo deve ser consumido com moderação e cuidado, além de ser proibido na gravidez porque ameaça a saúde do bebê, diz o farmacêutico.

Segundo a nutricionista da equipe médica do Dieta e Saúde, Erica Lopes, uma xícara de chá quente depois das refeições ajuda a fazer digestão. Escolha o chá de sua preferência, independente do sabor, já que é a quentura do mesmo que favorece a boa digestão. Além disso, dissolve gorduras e diminui a formação de gases, garante.
------------------------

Chá Digestivo e Desintoxicante.

CHÁ Digestivo - Desintoxicante - Diurético - Emagrecedor
Trata-se da mistura de 7 ervas + limão que, em primeiro plano tem ação DIGESTIVA quando ajuda no metabolismo da digestão, favorecendo na plena quebra dos alimentos até suas frações nutricionais básicas, como também na maior assimilação de seus nutrientes.

Mas é preciso entender que uma digestão literal completa começa na boca, onde deve ocorrer uma boa mastigação; passa pelo estômago, fígado e vesícula, onde devem ocorrer as quebras dos alimentos (carboidratos até monossacarídeos, proteínas até aminoácidos e gorduras até ácidos graxos), vai para o intestino delgado onde devem ocorrer as seleções ou assimilações e finalmente intestino grosso onde encontra-se nossa flora intestinal e bases importantíssimas do sistema imunológico.

Na sequência é onde deve ocorrer o pronto comando de uma eficiente excreção. Perceba que grifei os devem ocorrer, pois assim seria numa digestão feliz.
Neste caso não haveria obesidade, pois pessoas que digerem bem não acumulam excesso de gordura corporal. Em outras palavras: toda pessoa que apresenta excesso de gordura corporal NÃO DIGERE BEM.

Seja porque se alimenta essencialmente com comida indigesta, ou porque seu sistema digestório está comprometido, subnutrido, desvitalizado e infeliz.

E mais: é preciso entender que quando escrevo digestão, não me refiro somente ao sistema digestório citado acima, mas às digestões metafísicas que devem ocorrer também nos pulmões, no coração, nos rins e na mente.

Assim, quando uso a erva hortelã neste chá, sucos ou saladas, sua função será refrescar os pulmões e rins, alegrar o coração e estimular a mente para realizar mais sinapses.

E diante destes estímulos, deixar sair lastros, venenos e toxinas será inevitável, ou seja, emagrecer poderá ser um efeito colateral saudável, entre muitos outros. E, este emagrecer poderá ser literal, como também energético.

Um exemplo, a pessoa é magra, mas sente fardos pesados em suas costas, rins ou coração.
Mas, como nada acontece em separado, as ervas diuréticas não poderiam faltar neste chá desintoxicante: erva-doce, capim-limão e boldo.

Um outro segredo deste chá é o seu sabor ácido-amargo, proporcionados pelo limão+casca, carqueja e boldo. Através da medicina tradicional chinesa (MTC) sabemos que enquanto não aliviamos a carga tóxica do sistema hepático (iras e impotências), não será possível despertar e transbordar a doçura do coração (no físico, todo o sistema cardiovascular será beneficiado).

Assim, principalmente nos primeiros 7 dias do tratamento, é importante deixar as ervas em infusão durante todo o dia de consumo, pois desta forma o chá será necessariamente mais amargo, facilitando a limpeza do sistema hepático e a chegada da doçura no coração.

No caso, para ajudar nesta chegada da doçura temos a erva-doce e a camomila, também ervas super digestivas e calmantes do sistema nervoso central.
Importante lembrar que a doçura do coração não é resultado de consumo alimentar (externo), mas de uma alquimia interna que liberta o sabor doce (magnetismo e carisma) somente após o bom uso dos demais sabores.

Enfim, este chá é a mistura de 7 ervas + 1 limão inteiro que você irá colocar durante seu preparo ou infusão.
Ingredientes - misture 50 gramas de cada uma das seguintes ervas secas: carqueja doce (opção: carqueja comum, porém o chá terá sabor mais amargo), hortelã (serve qualquer representante das mentas), melissa (opções: dente de leão ou erva cidreira), camomila, erva-doce, capim-limão e boldo do Chile.

Coloque em um frasco de vidro com tampa e mantenha em local fresco e sombreado.
Preparo: coloque 1 litro de água filtrada para ferver. Corte 1 limão médio INTEIRO (casca + polpa - qualquer variedade) em rodelas.

Segundos antes de iniciar a fervura da água acrescente o limão fatiado e 1 colher (sopa) da mistura das 7 ervas. Desligue o fogo e tampe a chaleira.

Deixe em infusão por 10 minutos. Ao deixar as ervas dentro da infusão por todo o dia, seu sabor será bem amargo. Porém, recomendo seja feito desta forma por pelo menos os 7 primeiros dias do tratamento.

No caso de diabéticos, recomendo sempre seja feito desta forma, para acelerar a doçura interna e não ser dependente da doçura externa.

Tome este chá (morno ou fresco) ao longo do dia como se fosse água.
Tratamento: consuma este chá por pelo menos 1 mês. Ele pode ser usado também no preparo dos sucos desintoxicantes.
-------------------------

Chás Que Ajudam Na Digestão.

Tomar chá já é um habito que é usado a milhares de anos que começa na infância com os chazinhos receitados pela vovó e que realmente tinham efeitos positivos e o mais importante é que as crianças passaram a gostar de tomar essa bebida tão acalentadora.

Como dizem as pessoas nada melhor do que o chazinho da vovó para curar qualquer mal, pois o habito de tomar chá é muito apreciado e pode ser tomado a qualquer hora do dia ou da noite e já se sabe também que seus benefícios vão muito além do sabor delicioso e da sensação maravilhosa de conforto que ele traz. Vários estudos feitos em laboratório já comprovaram os benefícios que os chás trazem a saúde das pessoas.

Muitos deles são tomados com freqüência sem recomendações medicas como os chás laxativos, anti gripais e digestivos.
Chá digestivos

Os chás digestivos ajudam na digestão dos alimentos e diminuem a sensação de saciedade, o desconforto que acontece quando é ingerido uma quantidade excessiva de alimentos ou em quantidade normal.

Os chás digestivos mais conhecidos são: Camomila, Erva Doce, Hortelã, Boldo, Raiz de Genciana, Sálvia, Anis Estrelado e Carqueja.

O chá pode ser preparado na forma de infusão, a proporção é de uma colher (de sopa) bem cheia para um litro de água. Se a planta digestiva for amarga uma excelente opção é colocar uma rama de canela junto quando for preparar o chá.

Para que faça efeito o chá digestivo deve ser ingerido pelo menos uma hora depois da refeição.

Mas não esqueça que o cha mesmo que digestivo não deve ser tomado por mais do que quinze dias, pois ele deve ser trocado por outro e assim ir fazendo o rodízio para que não faça mal.

-------------------------

Chá para a Má Digestão.

Todos sabem o quanto é incomodo os sintomas de uma má digestão. No geral, alguns hábitos saudáveis podem nos ajudar a não ter problemas no aparelho digestivo digestório: fazer refeições leves, comer devagar, mastigar bem os alimentos etc.

Entretanto, se tudo isso falhar, podemos recorrer ao nosso jardim e ver como alguma Receita Natural pode nos ajudar. Aqui faremos um chá de carqueja para auxiliar no combate e a curar a má digestão.

Carqueja
Você vai precisar de:

20 gramas de carqueja
1 litro de água
Modo de Preparo:

O procedimento é simples. Basta ferver a carqueja na água por cerca de trinta minutos e o chá estará pronto.
Posologia

Tome quatro ou cinco xícaras do chá de carqueja por dia.

---------------------------

Chá e Chás

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info