Chá e Chás

------------------------

Chá para gastrite é um Remédio caseiro.

Um ótimo Chá para gastrite caseiro para curar a gastrite é tomar o suco da batata puro em jejum.

Este Chá para gastrite caseiro serve para amenizar as dores causadas pela gastrite porque diminui a acidez do estômago, diminuindo a sensação de dor, queimação e a azia, sendo eficaz contra a gastrite nervosa, aguda ou crônica.

Ingredientes para oChá para gastrite caseiro.

batata
ralador
Modo de preparo do Chá para gastrite caseiro para gastrite

Para preparar este Chá para gastrite caseiro para a gastrite, descasque uma batata e passe em seguida por um ralador comum fino como o de queijo ralado, por exemplo. A seguir esprema a batata ralada num tecido ou pressione a batata num coador fino.

O caldo que se extrai deve ser bebido puro em jejum, 30 minutos antes das principais refeições ou sempre que sentir os sintomas da gastrite. Outra opção é simplesmente comer a batata crua.

Por ser um remédio natural, Chá para gastrite não possui nenhuma contraindicação.

Outros Chá para gastrite caseiros.

Outros exemplos de remédio caseiros para gastrite são:

mastruz com leite em jejum;
suco puro de couve em jejum;
xarope da bardana;
chá de acelga.
Gastrite tem cura

A gastrite tem cura, mas para alcançá-la é preciso tomar medicamentos e seguir uma dieta especial, onde evita-se o consumo de bebidas alcoólicas, temperos e alimentos ácidos como laranja, limão e abacaxi, evitando ainda comer frituras e doces pastosos ou industrializados.

Estes alimentos favorecem a instalação ou o agravamento da gastrite e por isso, além de tomar os medicamentos que diminuem a acidez estomacal, deve-se evitá-los dando preferência ao consumo de alimentos cozidos ou grelhados, e muita fruta fresca.

------------------------

Gastrite o que previne, o que agrava, o que cura .

Acho que estou com gastrite, dizem muitos ao sentirem algum tipo de incômodo no estômago. Mas quais os sintomas associados realmente à doença e que fatores a desencadeiam
O Gastrocirurgião tem as respostas.

A gastrite pode ser ocasionada por má alimentação, álcool, remédios a base de ácido acetilsalicílico, antiinflamatórios, estresse ou o aumento do número de bactérias Helicobacter pylori, que vivem naturalmente no tecido que reveste o estômago, informa o Dr. Vladimir Schraibman, especialista em cirurgia geral, gastrocirurgião e único orientador de Cirurgias Robóticas da área de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo do Hospital Israelita Albert Einstein (Proctor Intuitive Robotic System).

O médico explica que estes componentes, isolados ou associados entre si, agridem a mucosa estomacal. Se os sintomas acabaram de aparecer, o quadro clínico pode ser classificado como sendo gastrite aguda, explica o médico. Se são constantes e persistentes, estamos diante de um diagnóstico de gastrite crônica, que pode evoluir e se transformar numa úlcera, se não for devidamente tratada, adverte o médico.

Para entender o que é, suas causas, tipos e tratamentos, leia abaixo entrevista com o Dr. Vladimir Schraibman, especialista em cirurgia geral, gastrocirurgia e único orientador de Cirurgias Robóticas da área de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo do Hospital Israelita Albert Einstein.
O Dr. Scraibman é também médico colaborador do Setor de Fígado, Pâncreas e Vias Biliares do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal de São Paulo.
Como o álcool pode desencadear gastrite
Álcool é irritante gástrico fortíssimo e promove a diminuição da formação de prostaglandinas, substâncias responsáveis pela proteção de muco do estômago contra o ácido. Café, medicamentos à base de ácido acetilsalicílico e antiinflamatórios diminuem também diminuem a proteção, podendo levar a quadros de gastrite.

E o cigarro, também favorece a doença gástrica

O cigarro possui inúmeras substâncias irritantes gástricas que levam ao aumento da secreção gástrica por irritação local, principalmente, pela nicotina.
O que muda no ambiente estomacal para a bactéria Helicobacter pylori que já existe no estômago - se manifestar e causar irritações e até câncer

Essa bactéria está associada à recidiva das gastrites na maior parte das vezes. Quando a bactéria não é eliminada, a probabilidade de adquirir nova infecção vai acima de 90%. Muitas vezes, a presença dessa bactéria pode estar associada ao aparecimento do câncer gástrico, quando associada a quadro de gastrite crônica.
Muitos dizem que estão com gastrite nervosa. Isso pode ser verdade Qual seria a relação de causa-efeito

É verdade, porque o estressse aumenta a liberação de cortisol e adrenalina que promovem o aumento da producao de ácido pelo estomago, gerando gastrite de fundo emocional.
Antiácidos ajudam a aliviar sintomas
Com certeza aliviam sintomas, mas deve-se ficar atento às reações, porque alguns podem aumentar a chance de formação de cálculos renais, entre outros problemas. Diante do diagnóstico de gastrite, o melhor é seguir o tratamento de acordo com orientações médicas, que inclui a diminuição da ingestão de álcool, refrigerantes, chá preto e café, entre outros cuidados.

Dieta muito rica em gorduras, como frituras e carnes, contribuem para o aparecimento da gastrite ou agravam os sintomas
Sim, dieta rica em gordura contribui para o desenvolvimento da gastrite, visto que a gordura por si só pode gerar aumento da produção de ácido, agravando uma gastrite já estabelecida.

Gastrite pode evoluir e se transformar em úlcera Em caso positivo, por quê
Com certeza, gastrite pode se transformar em úlcera. A gastrite se constitui no processo inicial de inflamação, que quando não tratada pode gerar inflamação mais profunda que é denominada úlcera (quando aparecem feridas na parede do estômago).
Gastrite afeta mais a quem: homens e mulheres Crianças, adolescentes, adultos ou idosos
Gastrite é mais comum em adultos, em indivíduos sedentários e em pessoas que não possuem hábitos de vida saudáveis.
Quais os principais sintomas e como se faz o diagnóstico da gastrite
Os principais sintomas estão relacionados à dor na parte alta do abdome, inchaço abdominal, digestão difícil e sensação de queimação ou aperto no abdome. O diagnóstico pode ser feito pela história clínica, exame físico do médico e com confirmação, muitas vezes, pela endoscopia digestiva alta.
Quais os tratamentos mais modernos para controlar a doença
Os tratamentos mais modernos incluem medicamentos de última geração que inibem a produção de ácido gástrico e alterações de estilo de vida e dieta.

O que é e como surge
É importante entender que o estômago funciona como uma espécie de bolsa. Ele recebe todo alimento e bebida que se ingere, no qual é realizada uma das etapas do processo digestivo (fracionamento dos alimentos e liberação lenta desse material para o intestino).
Gastrite corresponde à inflamação da mucosa que reveste as paredes do estômago, ocasionada por diferentes fatores, que impedem o órgão de realizar plenamente suas funções.

Tratamentos
O principal tratamento não consiste em remédios ou comprimidos. Sempre é melhor procurar a causa. Mudar o estilo de vida e sua alimentação. Eis alguns conselhos gerais:

1 Ter horas certas para comer:
O estômago acostuma-se aos horários, e é melhor não alterar esses horários.
Aconselhamos refeições moderadas e com intervalo mínimo de cinco horas entre elas.

2 Andar após comer:
muitos costumam deitar após as refeições. Isso pode aumentar o peso e a absorção de calorias, mas além de tudo não é bom para a digestão. Caminhar sem pressa e respirar profundamente são práticas benéficas ao estômago.
À noite, também não se deve comer muito, pois o estômago precisa usufruir do repouso noturno.

3 Não tomar líquidos às refeições:
Pelo menos 30 minutos antes e duas horas após a s refeições, não se deveria ingerir líquidos. Tomar muito líquido às refeições impede a boa mastigação e dilui os sucos digestivos. Também não é bom usar muito caldo, sucos, sopas e mingaus.
As três melhoras receitas para o estômago são: mastigar, mastigar, mastigar.
4 Não misturar muitos alimentos:
Evite comer muitas variedades de alimento em cada refeição. Varie de dia para dia ou de refeição para refeição. Três ou quatro variedades em cada refeição e não mais que isso. Sua digestão se tornará mais leve.
5 Use alimentos naturais:
Os alimentos mais indicados para a digestão são: frutas não ácidas, verduras cozidas, batatas, grãos e pão torrado. As azeitonas são particularmente indicadas para gastríticos.

Medicamentos naturais
Chá de espinheira santa: Um a três copos por dia, duas horas após refeições. Esse chá tem bom efeito no alívio dos sintomas da gastrite e até mesmo de úlceras.
Carvão vegetal: O carvão ativado é um remédio indicado para qualquer inflamação do aparelho digestivo. Melhor é utilizar carvão em pó (1 colher de chá, 3 vezes ao dia). O carvão em comprimidos também é indicado (1 a 4 comprimidos ao dia). O carvão pode produzir prisão de ventre. Procure usar algum chá laxativo (chá de Sene, se for o caso).
Chás digestivos: outros chás que podem ser usados para a gastrite são de gosto amargo: carqueja, losna, camomila, boldo nacional e boldo do Chile, estomalina, dente-de-leão, etc.

Compressa aquecedora: Dormir à noite com uma compressa atoalhada úmida no abdômen costuma auxiliar no tratamento de gastrite. É melhor aplicar a compressa umedecida em água fria e bem torcida, diretamente no abdômen e cobrir após com um pano ou flanela seca.

É sempre aconselhável a avaliação do médico no caso de os sintomas não desaparecerem e / ou houver dúvidas quanto ao diagnostico. Eventualmente poderão ser utilizados certos tipos de antiácidos, segundo orientação médica, durante alguns dias.
-------------------------

CHÁ DE BOLDO E LOURO PARA GASTRITE.

GASTRITE + CHÁ DE BOLDO E LOURO
Bem genteeee...estou de volta. O carnaval me trouxe umas consequências não muito agradáveis. Ando um pouco deprê, e com uma crise de gastrite desde a segunda de carnaval =/
E por falar em gastrite, quem tem sabe como é ruim esse troço!
Gastrite é a inflamação da mucosa gástrica, pode ser aguda ou crônica.

Várias coisas podem desencadear uma gastrite, tipo, muito fritura, massas com aquele molho vermelho MARAVILHOSO(rsrsrs), o uso de prolongados de anti-inflamatórios, corticóides, o álcool e o refrigenrante em excesso também são grandes vilões dessa doença. Pode ser causada também por uma bactéria chamada H.

pylori (na endoscopia sempre é retirado um material para ver se vc tem a bactéria), por fungos, vírus, etc....pacientes acamados por muito tempo também podem ser acometidos pela gastrite aguda.

O desconforto abdominal é terrivel(uma queimação misturada com dor), a vontade de comer e se sentir empachada é o óh (ainda mais pra mim que adoooro comer), nauseas, vômitos também são algumas que geralmente acontecem.

O chá de boldo tem ação laxativa, ou seja, vai aliviar muito a parte intestinal aliviando as dores, enjôos e os vômitos. É bom também para quem tem doença hepáticas e da vesícula biliar.
Muita gente odeeeia o chá de boldo, eu particularmente adoro.
Aqui é mais comum o boldo do chile, mas també existe o boldo baiano e o boldo de jardim.
Mas tem que ter cautela quando for tomar o chá, pois tudo que é em excesso faz mau viu gente??...e gestantes tem que procurar primeiro o médico pra ver se pode tomar ou não.

O chá de louro, é um ótimo relaxante para seus músculos, é ótimo pra quem tem má digestão(o que causa a constipação e nauseas) e para a famosa dor de barriga.
Você ferve a aguá, depois coloca umas folhinhas e tampa, depois de ums minutinhos já ta pronto!!! É bom tomar ele docinho, fica muito gostoso...ADOROOO...
Muita gente também usa na culinária...

-------------------------

Úlcera e gastrite: livre-se da queimação!.

Tanto a úlcera, quanto a gastrite geram muitas dores e queimações. Aprenda então a se livrar desses desconfortos comendo os alimentos certos

Pode parecer contraditório, mas alguns alimentos são sim grandes aliados no combate à úlcera e gastrite. Conheça melhor cada um deles e evite os desagradáveis sintomas.

O que ingerir

· Frango grelhado.
· Couve, hortelã e gengibre.
· Frutas e vegetais à vontade.
· Ervas e temperos como alho, salsa, endro, sálvia, cominho, coentro, tomilho, erva-doce, manjericão.
· Água em abundância, mas nunca (mesmo!) durante as refeições.
· Café, chá preto e chá mate descafeinados.
· Laranja-lima, versão menos ácida da fruta.

Dica: Nunca fique mais de três horas de estômago vazio!

O que evitar

· Álcool e refrigerante.
· Pimenta e molhos, como shoyu, catchup, mostarda.
· Frutas ácidas, como kiwi, limão, laranja, abacaxi e maracujá.
· Frituras, pratos industrializados, alimentos gordurosos e condimentados.
· Pimentão e berinjela.
· Leite, porque produz ácido no estômago.
· Alimentos quentes demais, que pioram a inflamação.

Dica: Se comer à noite, espere duas horas para se deitar.

3 remédios naturais

Chá de espinheira-santa
Beba de 1 a 3 copos por dia, duas horas após as refeições.

Carvão vegetal
Indicado para inflamações no aparelho digestivo, é usado como pó (1 col. de chá, três vezes ao dia) ou comprimido (1 a 4 ao dia).

Chás de folhas amargas
Losna, boldo, carqueja, estomalina e dente-de-leão.

---------------------------

Gastrite: Como Tratar e Prevenir?.

Antes de mais nada, é importante saber que a gastrite é uma inflamação, e que pode aparecer de 2 formas:

Gastrite aguda: geralmente é causada pelo estresse, pois nesta situação o corpo aumenta a produção de adrenalina e, consequentemente, de ácido clorídrico, que em excesso agrede a parede do estômago.

Gastrite crônica: pode ser provocada pelo consumo frequente de álcool, pelo uso prolongado de medicamentos antiinflamátorios (tipo ácido acetilsalicílico, por exemplo), ou mesmo pela presença da bactéria Helicobacter pylori, que costuma se instalar em ambientes ácidos como o estômago (principalmente quando a alimentação não anda muito bem). Esta bactéria é transmitida através da saliva, de alimentos crus, e pode causar até mesmo úlcera.

Agora fique de olho nas dicas para ajudar a tratar e a prevenir a gastrite:

NO MOMENTO DA DOR AZIA, tenha sempre uma fatia de pão integral. Ele ajuda a absorver o excesso de ácido clorídrico do estômago;
BANANA, DAMASCO, FIGO E NOZES SÃO MUITO BEM-VINDOS (desde que você mastigue bem e devagar). Eles são ricos em potássio, que contribui para a renovação das células da mucosa do estômago e do intestino;

DEIXE AS GORDURAS RUINS LONGE DO PRATO. Excesso de gorduras aumenta a produção de ácido clorídrico no estômago (já que "dá mais trabalho" para a digestão acontecer). Evite frituras, leites e derivados integrais, carnes gordas, maionese, doces gordurosos, etc;

MELHOR EVITAR TAMBÉM: bebidas alcoólicas, refrigerantes, molhos para tempero artificiais, produtos embutidos (como presunto, salame, peito de peru etc) e alimentos enlatados/em conserva. Se a gastrite já se instalou no seu estômago, o cuidado precisa ser um pouco maior; evite também: vinagre, limão, pimentão, café, chá mate e chá verde;

NÃO FIQUE EM JEJUM por mais de 3 horas seguidas;

INTEGRAIS NO LUGAR DOS REFINADOS: A MELHOR ESCOLHA. Produtos refinados como pão branco, biscoitos recheados ou não (como os de água e sal, de maizena etc), macarrão feito com farinha branca e outros fermentam no estômago, aumentando a dor e a distensão na região da barriga;

CIGARRO, BEBIDAS ALCOÓLICAS E MUITO ESTRESSE são um prato cheio para a gastrite se instalar. Fique longe deles;

SE FARTE COM OS BENEFÍCIOS DO CHÁ DE CAMOMILA, DE ESPINHEIRA SANTA E DE GENGIBRE;

COUVE: FOLHINHA PRECIOSA. A couve é rica em inositol que age como antiinflamatório. Por isso ela vai muito bem, não só em saladas, mas em sucos no café da manhã;

NÃO CAIA NO CONTO DO COPO DE LEITE PARA AMENIZAR A DOR DE ESTÔMAGO, pois ele pode até dar uma falsa impressão de alívio no início, mas por ter proteínas difíceis de serem digeridas, o leite aumenta a produção de ácido clorídrico e piora o problema a longo prazo.

------------------------------

Chá e Chás

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info