Chá e Chás

------------------------

Chá para depressão.

Chá para depressão de São João ou Hipérico observe que existe mais de uma planta que recebe o nome de Erva-de-São-João é famosa por suas propriedades calmantes e antidepressivas.

Pois bem, aqui veremos como fazer um Chá para depressão que alivia e até elimina os sintomas da depressão, sendo ideal ao tratamento desta.

Chá para depressão de Erva de São João - Hipérico

Você vai precisar para fazer o Chá para depressão:

Uma colher de sobremesa da Erva de São João
Uma xícara de água
Modo de Preparo o Chá para depressão:

Você deve fazer uma infusão, ou seja, ferver a água e, após desligar o fogo, colocar a erva e aguardar.
Posologia do Chá para depressão

Beba três a quatro xícaras do chá anti depressão por dia, em intervalos de seis a oito horas.
Precauções do Chá para depressão.

Gestantes devem evitar o consumo o Chá para depressão;
Se utilizado em excesso, pode causar hipersensibilidade a luz solar.
Outras dicas

Dizem que a planta, além de outras utilidades como as ações cicatrizantes e antiinflamatórias, pode barrar o avanço do vídus da Aids, HIV e da Herpes. A questão é que exige-se uma dosagem alta da planta, o que pode ser perigoso.

------------------------

Chá para depressão que curam mau hálito, insônia.

curam mau hálito, insônia, depressão;

veja receitas do Chá para depressão.

Receita para insônia e depressão
- Erva de são joão
- Tilia
- Mulungú
- Melissa
- Camomila
- Maracujá

Modo de preparo o Chá para depressão.

Ferva um punhado igual de cada erva em um litro de água. Tome uma xícara de chá três vezes ao dia e duas vezes à noite.

Tome todos os dias o Chá para depressão.
-------------------------

Chá para depressão, hipérico.

Depressão, o grande mal da humanidade, mas não só agora, sempre foi mas antigamente as pessoas achavem que os depressivos eram loucos, ou pessoas mais fracas, até mesmo confundiam depressivos com pessoas que não queriam viver pois eram de personalidade triste mesmo e fazia parte da própria pessoa, com o avançar da tecnologia e a medicina foi verificada uma doença que tem o CID 10 F.32, depressão e outras que são de categoria afetiva como a bipolar e outros tipos de depressão.

Os medicamentes anti-depressivos tem muitos efeitos colaterais e por um presente da natureza vê se a Erva de São Joaão a planta do bom humor, um anti depressivo natural.

Este antidepressivo natural é conhecido como o Prozac das plantas, O Anafranil natural, ou o mais antigo remédio que vinha da natureza que ninguém levava em conta que tem fortes efeitos contra a depressão.

A Erva do Bom Humor

É mesmo, a Erva do Bom Humor, da Alegria e do fim da depressão e doenças afetivas é a Erva de São João.
Princípios atívos: Saponina, taninos, flavonóides e hipericina.
O Hipérico é um inibidor de serotonina e da norepinefrina e inibe também o cortisol que ativa o stress.
Na Europa a erva de são joão é muito usada como antidepressivos e na Alemanha 30% dos depressivos utilizam deste medicamento da natureza.

Uma receita:

Como fazer o chá de Erva de São João?

Receita:

1 colher de chá de folhas secas de Erva de São João e meio litro de água filtrada.

Preparo do chá antidepressivo:

Leve ao fogo até começar a ferver. Desligue o fogo antes de ferver. Espere esfriar com a tampa fechada para abafar e beba morno ou frio conforme sua preferencia.

Posologia: 3 a 5 xícaras de chá de ervas por dia

Resultado: Os efeitos antidepressivos começam a ser sentidos após duas semanas de tratamento assim como os antidepressivos alopáticos. Continue o tratamento sem pausa até verificar que a depressão está curada.

-------------------------

Tratamento de depressão com chás.

A depressão é uma doença silenciosa que vai minando as forças até derrubar e sempre ataca quem tem pensamentos negativos da vida ou se abate com situações complicadas que temos de enfrentar todos os dias.

O melhor remédio para a depressão é jogar tudo pro alto e viver a vida hoje, deixando o amanhã para ver o que vai fazer, ou seja, viver a vida pensando sempre em momentos alegres, não se apegando a problemas seus ou mesmo de outras pessoas.

Umas receitas de chás para combater o stress e a depressão:

Chá de alecrim do campo
Cha´de folha de carne
Chá de catuaba
Chá de velame
Chá de malva de relógio
Chá de marcela
Chá de chanana
Chá de flôr de catingueira
Antes de tomar, sempre consulte alguém que entende de plantas para ver se não vai prejudicar sua saúde.

Deixe sua receita de algum chá que já ajudou no tratamento da depressão nos comentários, ajudando quem está precisando.

---------------------------

Sobre o tratamento da depressão.

Aprender mais sobre o tratamento da depressão de forma natural e permanente pode ser a chave para ter uma vida saudável e feliz novamente. A depressão pode prejudicar toda a sua vida, incluindo o rendimento no trabalho, relacionamentos, esportes e vida social em si. Assumir o problema e procurar tratamento é uma decisão extremamente importante. A depressão pode ser causada por desequilíbrios químicos associados como corpo físico, ou resultado de um stress mental, que pode afetar a saúde de forma profunda.

Tomar remédios antidepressivos pode proporcionar um alívio temporário dos sintomas depressivos, mas geralmente causam danos incalculáveis para a saúde física. O caminho natural pode ser uma saída que pode lhe trazer bons resultados sem trazer efeitos secundários prejudiciais, no entanto, deve-se observar que cada pessoa pode ter melhores resultados com um tipo de tratamento em especial.

O Tratamento da Depressão na Medicina Alternativa
Pesquisas comprovaram que a medicina alternativa usada isoladamente ou em conjunto com medicamentos convencionais, pode significar uma redução na quantidade de medicamentos necessários para o tratamento da depressão seja reduzida, bem como os sintomas depressivos.

Várias pessoas que tomam medicamentos tradicionais como os ISRS (Prozac, Paxil, Zoloft), NDRI (Bupropiona, Wellbutrin), ou ISRSN (Cymbalta, Effexor), então pode ser uma boa hora de verificar com seu médico se no plano de tratamento uma medicina alternativa pode ser acrescentada para ajudar no tratamento da depressão.
Uma das maiores descobertas nos últimos anos tem sido a constatação de que a vitamina D pode afetar o humor, especialmente em pessoas que foram diagnosticadas com a deficiência que causa transtorno afetivo sazonal (TAS), uma depressão que aparece nos meses de inverno, quando há falta de sol.

A deficiência também ajuda na perda de massa óssea causando osteoporose, vez que o corpo necessita ter uma quantidade suficiente de vitamina D para absorver o cálcio.
Os níveis de serotonina muito baixos podem desempenhar um papel importante no humor e pesquisadores acreditam que isso pode levar a depressão e ao TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), ansiedade ou ataques de pânico.

Outros remédios naturais e suplementos da medicina natural que ajudam a combater os sintomas depressivos e os regular os níveis de serotonina e função do cérebro são:
- 5-HTP, um precursor da serotonina.

Vitaminas do Complexo B, cujos níveis baixos no organismo podem causar depressão. As vitaminas do complexo B ajudam a transformar proteína proveniente da alimentação em serotonina, um hormônio do "bem-estar" que também está presente em muitos remédios tradicionais para depressão. Pesquisadores descobriram que as deficiências de folato e vitamina B-12 podem estar implicadas nas causas da depressão. Estes nutrientes também tendem a ajudar medicação antidepressiva a funcionarem melhor.

Óleos de Peixe Ômega-3, melhorando a comunicação entre as células do cérebro. Adicionar ômega-3 na dieta faz com que haja um equilíbrio no cérebro de gorduras consideradas saudáveis. Os ácidos graxos ômega-3 são muito importantes para construção de um cérebro saudável.
Profissionais da saúde também podem considerar as seguintes maneiras de usar a medicina natural para tratar a depressão, como a acupuntura, meditação (que ajuda a controlar o estresse e traz muitos outros benefícios), os exercícios físicos (que liberam endorfina, que são estimulantes naturais), além de um bom sono, para ajudar com os níveis de estresse.

O Uso da Homeopatia na Diminuição dos Sintomas Depressivos
O tratamento homeopático é baseado na procura da causa de cada depressão específica. Se a causa para o início da depressão não é detectada, o tratamento homeopático é baseado em sintomas pessoais. Todo mundo é um indivíduo único, bem como todos os sintomas são únicos.
Um dos principais remédios homeopáticos para a depressão causada pela dor é Ignatia amara. A Ignata também pode ajudar a tratar distúrbios psicológicos causados por vários motivos, como separação, perda de emprego e até mesmo experiências de abuso.
A Pulsatilla é um tipo de remédio homeopático que pode beneficiar pessoas inclusive com a depressão bipolar, que possuem variações repentinas de humor. Pessoas com baixa auto-estima podem se beneficiar da Natrum murlatlcum. Este remédio homeopático pode ajudar pessoas com tendência há muito choro, além de ajudar a liberar ressentimentos.
Pessoas deprimidas, independentemente da causa, podem levar mais tempo para perceber uma mudança com base na gravidade da depressão. No entanto, um dos grandes benefícios do uso de homeopatia é muitas vezes a resultados dramáticos que acontecem através de diferentes métodos e remédios homeopáticos.
Ervas no Combate a Depressão

Ervas sedativas como a Camomila, a Erva-Cidreira e a Aveia podem diminuir as tensões nervosas e elevar o estado de espírito. O processo de preparação do chá nestes casos, também faz parte do processo de cura. Da mesma forma, a Lavanda, misturada com flores de Borragem em preparações herbais pode ser um bom remédio natural para a depressão.

O Hipérico, conhecido também como Erva-de-São-João (St. John’s Wort), talvez seja a erva mais conhecida no tratamento de depressão. Estudos sugerem o fitoquímico presente na erva, a hipericina, pode ter monoamina oxidase, que auxilia nessa condição. A erva também parece influenciar nos níveis de dopamina e norepinefrina do cérebro, substâncias que podem inibir a produção e funcionamento do neurotransmissor serotonina, uma das responsáveis pela sensação de bem-estar no cérebro. Embora também usada, o Hipérico é menos eficaz no tratamento das oscilações de humor depressão bipolar e no tratamento do transtorno afetivo sazonal. A erva é utilizada de várias maneiras, como cápsulas, chá ou tintura.

Uso da Aromaterapia
A aromaterapia é também uma alternativa útil para ajudar a produzir mais sentimentos positivos. O sentido do olfato é o único sentido que vai diretamente para o sistema límbico, o centro da memória e das emoções. Para apoiar a cura emocional, o toque em forma de massagem pode melhorar muito a recuperação. Para o tratamento da depressão, escolha tônicos estimulantes e óleos essenciais, tais como o Jasmim e Angélica, podem ser usados pelo menos três vezes por semana, em banhos e massagens nos pés.

O óleo essencial de Jasmim age como um sedativo para os nervos, e ao mesmo tempo é muito estimulante, antidepressivo e produz um cheiro muito agradável e positivo. O perfume de Rosas cria uma sensação de bem-estar e leve euforia e há muito tempo é reconhecido como um bom antidepressivo.
Lembre-se: Seja qual for sua opção no tratamento da depressão, lembre-se que a força de vontade interior pode ser o maior dos aliados na cura da depressão. Acreditar que a cura da depressão é possível pode ser um grande começo.

------------------------------

Existem muitos nomes para depressão.

Transtorno depressivo, depressão maior, depressão unipolar, incluindo ainda tipos diferenciados de depressão, como depressão grave, depressão psicótica, depressão atípica, depressão endógena, melancolia, depressão sazonal. Todos eles representam a mesma doença, que se caracteriza por afetar o estado de humor da pessoa, deixando-a com um predomínio anormal de tristeza.

Todas as pessoas, homens e mulheres, de qualquer faixa etária, podem ser atingidas, porém mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens.

As causas de depressão são múltiplas, de maneira que somadas podem iniciar a doença. Deve-se a questões constitucionais da pessoa, com fatores genéticos e neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais) somados a fatores ambientais, sociais e psicológicos. Dentre os principais fatores psicológicos desencadeadores de depressão estão o stress, o estilo de vida, crises conjugais ou profissionais, morte, crise da meia-idade, climatério, etc.

Na depressão, a intensidade do sofrimento é grande, durando a maior parte do dia por pelo menos duas semanas, nem sempre sendo possível saber porque a pessoa está assim. O mais importante é saber como a pessoa sente, como ela continua organizando a sua vida (trabalho, cuidados domésticos, cuidados pessoais com higiene, alimentação, vestuário) e como ela está se relacionando com outras pessoas, a fim de se diagnosticar a doença e se iniciar um tratamento médico eficaz.

Pode ocorrer também perda de interesse por atividades que antes eram capazes de dar prazer à pessoa, como atividades recreativas, passatempos, encontros sociais e prática de esportes. Tais eventos deixam de ser agradáveis. Geralmente o sono e a alimentação estão também alterados, podendo haver diminuição do apetite, ou mesmo o oposto.

Muitas vezes há um desejo suicida, às vezes com tentativas de se matar. Esse sintoma faz com que a depressão seja uma das principais causas de suicídio, principalmente em pessoas deprimidas que vivem solitariamente. É bom lembrar que a própria tendência a isolar-se é uma conseqüência da depressão, que gera um ciclo vicioso depressivo. Desta forma, é muito importante que as pessoas deprimidas iniciem o tratamento adequado o mais rápido possível, sempre com acompanhamento médico.

HIPÉRICO - Hypericum perforatum - L.

Partes usadas: Parte aérea flor

Origem do produto: Bulgária

Descrição:
O Hipérico, em alguns lugares do Brasil, também é popularmente conhecida como "Erva de São João", apesar de não ser a única planta conhecida por este nome e, por isso, muitas vezes há confusão. É usada como remédio fitoterápico e também na criação de remédios homeopáticos. É um antidepressivo e/ou calmante natural. Na Alemanha, chega a ser de oito a dez vezes mais prescrita contra distimia e depressão clínica leve ou moderada do que Prozac (o antidepressivo químico mais usado mundialmente).

Indicação:
Calmante, antidepressiva, antiirritante, contra diarréias e inflamações, sedativo, vermífugo e colagogo, enurese, insônia e nervosismo.

Como fazer:
Colocar em infusão, em um litro de água fervente, 3 colheres de sopa da erva, e deixar levantar fervura. Desligar o fogo e abafar por dez minutos.

Como beber:
Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia

Contra-indicação:
Pode interferir nos efeitos de anticoncepcionais. Gestantes e usuárias de contraceptivos, devem evitar seu uso.
------------------------------


Chá e Chás

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info