Chá e Chás

------------------------

Chá de nogueira beneficios.

O chá de Nogueira é um excelente aliado para quem tenha problemas ao nivel do útero, bexiga, ovários, hemorroidas, mas não só, ele também alivia problemas ao nivel de anemias, fraqueza, artrites e reumatismo. chá de Nogueira Ajuda a eliminar as impuzera do sangue e problemas de pele.

Para fazer o chá de Nogueira, coloque numa panela 1 litro de água a ferver e depois adicione 1 colher de sopa de folhas em infusão durante 15 minutos. Coar e beber 2 a 3 chávenas de chá por dia.

Quando se olha para a nogueira, com o seu porte altivo, certamente que se pensa logo em móveis, pois a sua madeira é muito utilizada para esse efeito, masas não é só!
Da sua raíz pode-se extraír a casca e fazer chá de Nogueira, muito benéfico como diurético e laxativo.

Na idade média este chá de Nogueira era utilizado para tratar a sífilis.
As suas folhas podem ser utilizadas também em chá, para o tratamento de feridas e eupções cutâneas. É ainda excelente para limpar e purificar o sangue, para tratar infeções urinárias, uterinas e ováricas.

NOGUEIRA
PARTES USADAS do chá de Nogueira: Folhas e talos

ORIGEM do chá de Nogueira: Brasil

INDICAÇÃO: O chá de Nogueira => Trata o útero, bexigas, inflamações dos ovários, anemia, anginas, artritismo, dermatose, diabete, diarréia, fraqueza orgânica, gota, hemorróidas, icterícia, impureza do sangue, mal do Pott, mau-hálito, pele ressecada, reumatismo e transpiração.

COMO FAZER o chá de Nogueira: Coloque 2 colheres de sopa para um litro de água.
Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso.

------------------------

Folhas de nogueira.

A nogueira é uma árvore alta, esbelta e copada, da família das Juglandáceas, originária da Índia e da Pérsia mas que se dá na maior parte do nosso país.

Já aqui falámos do uso medicinal da noz, agora falamos das folhas.

As folhas de nogueira contêm óleo essencial, aminoácidos, inositol, vitamina C e derivados flavónicos.

O chá das folhas de nogueira serve para combater as seguintes enfermidades: diabetes, icterícia, raquitismo, impurezas do sangue, anemia, vermes, debilidade glandular, mal de Pott tuberculose dos ossos, apostemas na garganta, chagas na boca, circulação deficiente, escorbuto, mordeduras de vespas e abelhas, inflamação dos olhos, frieiras, afecções da pele, sífilis, etc.

E pode bebê-lo bastas vezes, pois não tem efeitos secundários.

Uma outra utilidade das folhas da nogueira é a de dar brilho e restaurar a coloração escura dos cabelos e de evitar a sua queda.

Para isso, ferva 1 litro de água com um punhado de folhas de nogueira. Prepare assim uma infusão com essas folhas de nogueira e deixe descansar por 20 minutos.

Aplique nos cabelos lavados e deixe por 30 minutos e enxagúe.
Repita várias vezes por semana. Verá o efeito dentro de pouco tempo.
-------------------------

A nogueira planta.

Nome científico Juglans regia L.
Família Juglandácea
Parte usada Folhas, casca verde dos frutos, gemas
Propriedades terapêuticas Adstringente, antiparasitária, tônica, depurativa, hipoglicemiante, antianêmica, antiraquítica, antirreumática, antidiarrêica, eupéptica, antiastênica, antibiótica, cicatrizante, anti-sifilítica, antiflogística, antisséptica.
Princípios ativos Possui taninos (gálhicos e elágicos), juglona, juglandina, glicose, inusitol, peptídeos, resinas, naftoquinonas (no pericárpio dos frutos), cálcio, vitamina C, carotenos, flavonóides (quercetol e campferol) e alguns ácidos.
Indicações terapêuticas Útil aos tuberculosos em geral, mal de Pott (tuberculose óssea), psoríase, herpes, eczema, diabete, corrimento vaginal, feridas, ulcerações
Informações complementares

Descrição
É uma grande árvore asiática regida pelo Sol, das Juglandáceas cuja madeira é muito requisitada pela marcenaria e para fazer pólvora e as folhas, casca verde dos frutos e gemas são usadas na medicina vegetal. O nome Juglans vem do fato de que sua amêndoa tem a forma do cérebro de Júpiter, segundo os romanos. No Brasil encontra-se mais ao Sul.

Seu caule tem casca acinzentada e rugosa, suas folhas pequenas e brancas são imparipinadas, compostas, com 7-9 folíolos e as flores verdosas, masculinas e femininas se reúnem na extremidade das ramas. O fruto é drupa com epícárpio verde e carnoso onde está uma noz comestível e usada para fabricação de um óleo muito apreciado em certas regiões.

Propriedades terapêuticas
É adstringente, antiparasitária, tônica, depurativa e hipoglicemiante, antianêmica, antiraquítica, antirreumática, antidiarrêica, eupéptica, antiastênica, antibiótica (pelas naftoquinonas, parentes das antraquinonas), cicatrizante, anti-sifilítica, antiflogística, antisséptica, pela juglona, que é também antifúngica poderosa.

Uso medicinal e dosagem indicada
É útil no mal de Pott (tuberculose óssea). Por ser muito tônico e ter taninos, que auxiliam a restauração do parênquima pulmonar, é util aos tuberculosos em geral também. Trabalha na psoríase, no herpes, no eczema e no diabete (abaixa a taxa de glicemia). Tornam os cabelos acastanhados.

Mulheres com corrimentos via vaginal podem ser beneficiadas com banhos de infusão de 100g de folhas/litro de água em irrigações (ou chás de flores). Também podem ser usadas em feridas e ulcerações. Usada também como afrodisíaco.

Internamente usa-se em infuso de duas colheres de sopa para um litro de água, em 3 xícaras ao dia. Externamente pode ser usada em compressas ou gargarejos em doses 3 vezes maiores que o uso oral.

-------------------------

Chá e Chás

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info