Chá e Chás

------------------------

Chá de erva doce ajuda no emagrecimento.

O Chá de erva doce é uma planta muito conhecida e utilizada devido as suas múltiplas possibilidades de aplicação. Ela pode ser usada na área da saúde, beleza e culinária, suas principais utilidades são vistas em:
- Chá de erva doce ajuda no emagrecimento associada a uma dieta saudável;
- Chá de erva doce usada em travesseiros aromatizados devido seu aroma agradável estimulando o relaxamento de todo o corpo;
- Na culinária aChá de erva doce é muito utilizada em receitas de bolos, pães, saladas, sucos, drinques, entre outros;
- Chá de erva doce é muito usada para tratamentos de pele;

Por meio da ingestão do Chá de erva doce:

- Chá de erva doce usada contra cólicas de bebês;
- Chá de erva doce melhora de tosses e bronquite por apresentar papel expectorante;
- Chá de erva doce melhora problemas digestivos e gases;
-Durante a amamentação o Chá de erva doce associado ao consumo de água é um excelente estimulante à produção de leite;
-Chá de erva doce previne a retenção de líquido comum de acontecer principalmente no verão;
- Chá de erva doce no período de finalizar a amamentação materna noturna, o ideal é trocar a mamada pelo chá de erva doce, com isso o bebê vai deixar de acordar de madrugada para mamar;

O ideal e a melhor maneira para se consumir a erva doce é em forma de chá. Criar o hábito diário de consumir Chá de erva doce junto a hábitos alimentares adequados o ajudarão a ter uma pele mais saudável e bonita e seu organismo se tornará mais equilibrado, além, de suas propriedade na melhora do relaxamento do corpo. O Chá de erva doce, sem açúcar, não possuem nenhum valor calórico e por isso, podem ser consumidos livremente.

------------------------

Chá de Erva Doce seus benefícios.

Além de ser um chá muito saboroso, o chá de erva doce possui vários benefícios para nossa saudê ele ajuda na digestão após as refeições, também para contrações no estomago e espasmos e cólicas .

Receita de chá de erva doce.

Uma colher de chá de erva doce de semente da erva doce
Uma xícara de chá de aguá morna adicione a semente na aguá morna e abafe por cerca de 5 minutos

o ideal e tomar chá de erva doce 3 vezes por dia.

Propriedades do chá de erva doce.

chá de erva doce é um chá muito conhecido pelas suas propriedades medicinais. Na fitoterapia a erva doce auxilia na recuperação de problemas de saúde. Não adianta tomar chás para melhorar de um problema de saúde se a sua vida está relacionada a maus hábitos alimentares, falta de exercxícios, falta de luz solar, noites mal dormidas. Os maus hábitos consomem nossas forças e nos trazem doenças. Portanto pratique bons hábitos para poder tornar real as curas através dos chás.

O chá de erva doce é um chá muito usado por causa das suas múltiplas qualidades e possibilidades de aplicação. O chá de erva doce pode ser utilizado para a culinária, saúde e beleza.
O chá de erva doce:
- Chá de erva doce ajuda a emagrecer quando estiver associado com uma dieta saudável.
- O aroma do chá de erva doce é utilizado em travesseiros aromatizados para estimular o relaxamento do corpo.
- O chá de erva doce sempre é usada na culináia em pães, doces, bolos, sucos entre outros.
-Utilizada nos tratamentos da pele.
- Previne retenções de líquidos, principalmente causados no verão.
- Auxilia em problemas digestivos e com gases.
- É expectorante e ajuda a combater bronquite e tosses.
- Alivia as cólicas de bebês.
- O chá de erva doce se associado a o consumo de água é um ótimo estimulante para a produção de leite.
- O fósforo e o cálcio presentes na erva doce atuam na fomação de dentes e ossos, construção muscular, transmissão de impulsos nervosos e coagulação do sangue. A niacina (vitamina do complexo B) também esta presente na erva doce e auxilia na digestão e abre o apetite.
- O leite materno pode ser substituído pelo chá de erva doce durante a noite. Se trocar o mama pelo chá de erva doce o bebê vai dormir a noite toda.
- É em forma de chá que a erva doce é melhor aproveitada.
- O chá de erva docesem açúcar pode se conumido a vontade, pois não possui calorias.
O chá de erva doce atua na melhora do relaxamento do corpo, uma pele mais bonita e saudável, organismo equilibrado, quando consumido erva doce juntamente com hábitos alimentares.
Muitos acreditam que o chá de erva doce ajuda a combater o vírus da gripe A. A erva doce é semelhante ao anis estrelado presente na fórmula do medicamento que combate a gripe A.
O chá de erva doce nos disponibiliza diversas propriedadesbenéficas para o organismo.
- O chá de erva doceprotege o organismo.
- Utilizado para combater as cólicas de bebês.
- Tem ação anti-inflamatória.
- O chá de erva doce quando consumido com uma alimentação saudável e equilibrada auxilia na perda de peso.
- O chá de erva doce consumida com com alimentos saudáveis ajudam a
aumentar a imunidade do organismo.
-------------------------

Chá de erva doce ajuda na perda de peso.

Infusão do Chá de erva doce ter baixa caloria, reduz o inchaço e ainda ajuda a diminuir a fome

Você já deve ter ouvido inúmeras vezes que o Chá de erva doce é uma excelente maneira de combater as dores no estômago e até mesmo aquele desconforto intestinal. A novidade sobre essa infusão tão gostosa é ainda melhor do que o efeito "calmante que ela provoca. O Chá de erva doce também funciona como um bom diurético, reforçando a eliminação de líquidos.

Ao reduzir o inchaço, você consegue perder algum peso e até mesmo diminuir a incidência de celulite. Algumas pesquisas também mostram que oChá de erva doce é um bom regulador da pressão arterial e pode evitar o aparecimento de câncer nos ovários e mama. Porém, deve-se ter cuidado ao ingerir este tipo de chá caso você esteja grávida.

Este é um estimulador de contrações musculares e, em caso de gravidez, pode provocar abortos. Por isso, é importante não exagerar nas doses e tomar bastante cuidado. Afinal de contas é a sua saúde e a do bebê que está em jogo.

Chá de Erva Doce Receita

As propriedades do Chá de erva doce são muitas além de ser extremamente saborosa. O Chá de erva doce costuma ser usado contra cólicas de bebês, em casos de tosses e bronquite, em problemas digestivos, calmante entre diversos outros. Aqui aprenderemos como fazer um Chá de erva doce, funcho ou anis.

Você vai precisar de:

1 colher de cChá de erva doce
1 colher de chá de açúcar demerara
1 xícara de chá de água.
Modo de Preparo:

Ferva a erva doce na água por cerca de cinco minutos. Feito isso, coe e adoce o Chá de erva doce.

-------------------------

Erva Doce – Propriedades Medicinais.

A Erva Doce também conhecido por funcho, anis-doce, maratro ou finóquio, ou fiuncho é o nome vernáculo dado à espécie herbácea Foeniculum vulgare Mill. (sinônimo taxonômico de Anethum foeniculum L. e de Foeniculum officinale L.) uma umbelífera fortemente aromática comestível utilizada em culinária, em perfumaria e como aromatizante no fabrico de bebidas espirituosas e planta medicinal. O funcho é nativo da bacia do Mediterrâneo, com variedades na Macaronésia e no Médio Oriente, onde ocorre no estado silvestre, mas é hoje cultivado, sob diversas formas varietais, em todas as regiões temperadas e subtropicais

Propriedades:
É calmante,
cicatrizante,
diurética,
estimulante,
expectorante,
Indica da para acidez estomacais,
Auxilia em casos de asma,
bronquite,
tosse crônica,
Alivia a cólica intestinal,
contração muscular,
gases,
inflamação,
palpitação,
Contra dores de barriga
dores de cabeça,
vômito.
Precauções:
Não usar durante a gravidez
Evitar em casos de problemas gastrointestinais como úlcera

---------------------------

Os benefícios do chá ervadoce vão muito além do digestivo.

Também conhecida como anis e funcho, ela é ma planta que floresce principalmente em terras russas. Segundo os egípcios antigos, teria poderes de afastar os pesadelos — daí o fato de, naquela época, muitos terem o hábito de dormir com a erva debaixo do travesseiro. Ainda hoje é usada para aromatizar esse tipo de almofadas, já que seu perfume também estimula o relaxamento do corpo.

Na culinária, seu maior uso é na forma de chá, porém é possível inclui-la crua ou cozida em saldas, sopas e purês.

Saiba os vários outros benefícios dessa erva tão doce…

- Alivia gases

- Combate a cólica intestinal

- Facilita a digestão

- Reduz o risco de câncer de mama e de ovário (*)

- Regula a pressão arterial

- Induz ao relaxamento

- Pode contribuir com o emagrecimento

(*) Os flavonoides presentes no bulbo e nos talos são semelhantes ao estrógeno e diminuem, portanto, o risco de câncer nas mulheres.

Erva magrinha…

100 g de erva-doce equivale a 17 colheres de sopa da erva seca que tem apenas 28 calorias

Rica em fibras, essa substância aplaca a fome, prevenindo os ataques de gula.

fonte: livro Novo Guia de Nutrição – Saúde é Vital!

Atenção

Durante a gravidez é recomendado evitar o consumo excessivo da erva-doce. Suas sementes podem desencadear contrações e levar a um aborto.

------------------------------

Chá para grávidas e bebês: pode ou não?.

Há sempre muitas restrições alimentares nessas fases da vida. Será que os chás, considerados inocentes, podem ser consumidos por futuras mamães e por crianças pequenas?


Ele é conhecido como um santo remédio natural para diversos males. Todo mundo tem - ou teve - uma avó ou uma tia mais velha que sempre apelava para um chazinho milagroso quando os primeiros sintomas de um resfriado surgiam. Considerado uma verdadeira bênção pelo senso comum, capaz de proezas como acalmar nervosismo ou melhorar mal-estar digestivo, o chá pode não ser tão inofensivo assim em certas fases da vida. Durante a gravidez, é preciso cuidado na escolha da erva. Já para os bebês, o importante é respeitar o período de aleitamento materno exclusivo.

Plantinhas do bem e ervas do mal

Muitas pessoas acreditam que tudo que é natural não faz mal, o que é um engano. Existem muitos venenos a base de plantas", diz a mestre e doutora em Ciências Biológicas e Farmacologia Ivani Manzzo, que também é especialista em qualidade de vida para gestantes e diretora da Meta & Soluções Sport Life Coaching, em São Paulo. De acordo com ela, algumas ervas são comprovadamente abortivas e, exatamente por terem essa propriedade perigosa, seus nomes não podem ser divulgados para a população, pois poderia haver uso indevido, com o objetivo de interrupção da gravidez. "O risco mais grave é de aborto, mas também podem causar alergias e tonturas. O conselho, então, é usar apenas chás tradicionais, que sabidamente fazem bem, como erva-doce, camomila e capim-limão", adverte Ivani.

Grávida, beba com moderação (e atenção)
Uma coisa é certa: quem usa o bom senso não corre nenhum perigo ao tomar seu chazinho durante a gravidez. Pelo contrário, a bebida quente é acolhedora e tomá-la é um jeito gostoso de se sentir revigorada, seja no meio do dia, seja antes de dormir. "De uma maneira geral, os chás são liberados para a gestante", garante João Leandro Matos, ginecologista e obstetra do Hospital Balbino, no Rio de Janeiro. "Porém, há as versões contraindicadas na gravidez, como a de canela, por exemplo, que pode provocar constrição sanguínea e contração dos músculos do útero", alerta o especialista.

Entre as plantas proibidas para gestantes por oferecerem riscos estão, ainda, segundo o médico, a rosa, a erva-de-bicho, a buchinha do norte e o confrei. Ervas que contêm muita cafeína ou aceleram o metabolismo devem ser evitadas. É o caso dos chás preto, verde, branco e mate. Por outro lado, plantas que comprovadamente não fazem mal, não apenas estão liberadas como podem ser bastante úteis na gravidez. "Os chás de camomila, colônia, erva-doce e valeriana podem ser usados em caso de ansiedade ou de dores leves. A camomila também é indicada contra enjoos e dores estomacais", diz Matos, que lembra que o obstetra sempre deve ser consultado se houver dúvidas ou se o incômodo for persistente.

Quando dar chá ao bebê
Quando o recém-nascido se contorce de cólicas, que mãe não pensa em acudi-lo com um chazinho de erva-doce? Antes de apelar para a chuquinha com a finalidade de acalmar o berreiro do seu pequenino, converse com o pediatra. "Quando o bebê recebe aleitamento materno exclusivo, recomendado até os 6 meses de idade, nada mais deve ser oferecido a ele. Além disso, não há qualquer comprovação de que os chás diminuem as cólicas", afirma Sylvio Renan Monteiro de Barros, pediatra de São Paulo.

Os chás, portanto, só deverão entrar em cena no momento em que o cardápio se tornar diversificado por ordem médica. "Quando o bebê recebe leite materno e outros alimentos, como frutas e sopinhas, líquidos devem ser oferecidos, principalmente nos períodos de muito calor ou de tempo seco, para se evitar desidratação", avisa o especialista. Porém, a bebida número 1 dos pequenos deve ser, simplesmente, água pura. Vez ou outra, você pode dar ao seu filho um chá em temperatura ambiente para hidratá-lo. Ofereça-o sem ser adoçado e - atenção! - servido às colheradas (use uma colherinha pequena), para evitar que ele tome gosto pela mamadeira e passe a recusar o peito. A não adição de açúcar protege contra as cáries e os gases, e impede que a criança fique viciada no sabor doce desde muito cedo.

Os tipos mais indicados
Para os bebês, vale a mesma regra das gestantes: utilizar apenas ervas reconhecidamente seguras, que não causam nenhum efeito colateral. Não dê chás feitos com plantas estimulantes ou ricos em cafeína. Chazinhos leves, como os de hortelã, camomila e erva-doce, são as melhores alternativas. Uma boa ideia, na opinião de Sylvio Barros, é cultivar uma hortinha em casa com algumas dessas ervas e preparar uma infusão mais natural do que a feita com produtos industrializados. Prefira preparar a bebida na hora do consumo, em vez de guardá-la na geladeira. Usando folhas ou sachês prontos, deixe a erva na água quente (com o fogo já apagado e a chaleira tampada), por 3 a 5 minutos. Coe, se for necessário, e deixe esfriar bem antes de dar ao filhote.
------------------------------


Chá e Chás

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info