Chá e Chás

------------------------

Chá de Calêndula.

Propriedades do Chá de Calêndula: Expectorante, anti-sépticas e cicatrizantes. Anti-ictérica, antiscorbútica, anti-oftalmica, excitante, emenagoga, antispasmódica, anti-abortiva. Uso interno e externo. Chá de Calêndula Pode ser encontrada em cápsulas, pomadas, tintura ou usada em forma de chá ou, ainda, em forma de emplastros na pele.

Chá de Calêndula fonte de iodo orgânico, responsável por suas propriedades anti-sépticas, impede a formação de pus em cortes e queimaduras, favorecendo a granulação dos tecidos que apressam a cicatrização. Bom para contusões e frieiras.

Formas de Usar o Chá de Calêndula: Óleo para luxações, veias congestionadas, úlceras externas e problemas de pele: colocar um punhado de flores num pote de vidro com 1 xícara de azeite de oliva. Deixar em janela ensolarada e sacudir de vez em quando. Pronto de 1 semana a um mês após. A infusão da flor é boa para a digestão; também a infusão é recomendável para lavar a boca, contra as doenças das gengivas.

Cosmética do Chá de Calêndula: Excelente em loções para o rosto, como a receita a seguir:

1 xícara de flores frescas misturadas em 2 xícaras de leite morno. Deixar esfriar, coar, e conservar em geladeira até o uso. Aplicar na pele previamente lavada com vinagre de maçã.

Uso caseiro do Chá de Calêndula:

Para complemento de jardins externos e para arranjos.

Uso culinário do Chá de Calêndula:

Usar as lígulas (pétalas) para dar uma cor de açafrão e um leve gosto picante ao arroz, sopas, queijo-cremes, iogurte, manteiga, omeletes, pratos com leite, pães e bolos.

Nomes Populares: Calêndula, mal-me-quer, maravilha
Nome Científico: Calendula officinalis L. /
Planeta regente: Sol
Origem: Erva de origem européia, vulgar nos jardins públicos.
Partes usadas: Flores e folhas

------------------------

Chá de Calêndula descrição.

A calendula, que também é chamada de malmequer amarelo ou malmequer do campo, quando usada em chá, está indicada para problemas de úlceras gástricas e intestinais, problemas de estômago, artrites, nevrites, artroses, vesícula, problemas de pele como a psoríase e também alivia bastante as dores menstruais.
Para fazer o chá, coloque numa panela 500 ml de água a ferver e de seguida adicione 2 colheres de sopa de calêndula, em infusão durante 15 minutos. Coar e beber 2 a 3 chávenas de chá por dia, quente ou frio.

DESCRIÇÃO: A Calendula officinalis, vulgarmente designada de Calêndula, Calêndula-hortense ou Maravilhas-dos-jardins, é uma planta nativa da Europa Meridional. É muito cultivada, para fins ornamentais, nas zonas temperadas em todo o mundo.

INDICAÇÃO: O chá de Calêndula é indicado nas úlceras gastroduodenais, antiaborto, abscesso do estomago, afecções nervosas, artritismo, artrose, cólica menstrual, gastrite, problemas na produção da bile, psoríase, resfriado e úlcera gastrintestinal.

Uso externo : As flores devem ser socadas e empastadas sobre um pano limpo e aplicadas sobre o ferimento, acne, assaduras, avermelhamento de pele, feridas, fissuras de mama, foliculite, frieiras, fungo, queimadura (suave do sol), rachaduras, varizes, veias dilatadas, verrugas e, também, clareia manchas.

COMO FAZER: Coloque em infusão, em um litro de água fervente, 1 colher de sopa de Calêndula, e deixe levantar fervura. Desligue o fogo e abafe por dez minutos.

COMO BEBER: Tomar 1 xícara de 1 a 2 vezes ao dia.
-------------------------

Chá de Calêndula anti-séptico e cicatrizante.

Chá de Calêndula Pertencente à mesma família das margaridas - Asteraceae Compositae -, a calêndula (Calendula officinalis) é originária da Europa meriodional e se relaciona intimamente com o sol. Curiosamente, essa florzinha abre suas pétalas assim que o sol nasce e as fecha na hora em que ele se vai. Aliás, seu nome é derivado de uma palavra latina - Calendae - que significa "primeiro dia de cada mês", de onde se derivou também a palavra calendário.

No Brasil, a calêndula adaptou-se facilmente, especialmente nas regiões Sul e Sudeste. Hoje, ela é cultivada tanto para fins ornamentais como para a fabricação de medicamentos e cosméticos. A flor, de coloração amarelo-alaranjada, caracteriza-se pelo inegável perfume e as folhas são macias e aveludadas. Planta anual, a calêndula pode atingir até 50 cm de altura e apresenta caules ramificados em duas hastes. As folhas inferiores são espatuladas e as caulinares são lanceoladas e alternadas. Atualmente, as flores cultivadas sem agrotóxicos ou aditivos químicos são comercializadas para consumo em saladas ou acompanhando outros pratos.

Seus poderes são conhecidos há muitos anos: é um anti-séptico e cicatrizante de primeira ordem, principalmente evitando infecções em ferimentos e escoriações. Conta-se que na guerra civil americana, os médicos que atuavam nos campos de batalha utilizavam as flores e as folhas da calêndula para tratar os ferimentos dos soldados. Anos mais tarde, a ciência comprovou os efeitos que aqueles médicos conheceram na prática. Aqui no Brasil, inclusive, seu uso como fitoterápico é aprovado pelo Ministério da Saúde.

A partir da calêndula, a medicina homeopática produz remédios que são usados oralmente, inclusive em períodos pós-operatórios, justamente pelos poderes já citados. Na medicina popular, a planta é muito utilizada para tratar problemas uterinos e cólicas menstruais, estimular a atividade hepática e atenuar espasmos gástricos. É claro que devem ser evitados exageros ou abusos na aplicação de plantas em tratamentos. No caso da calêndula, é importante esclarecer que, em excesso, a planta pode provocar depressão, nervosismo, falta de apetite, náuseas e até vômitos.

É na fabricação de cosméticos que a calêndula faz o seu reinado: os diversos princípios ativos da planta são responsáveis pelos eficientes efeitos no tratamento de pele e cabelos. A calendulina, por exemplo, um pigmento que dá a cor alaranjada às pétalas, presente em boas doses nas flores, juntamente com a resina e a mucilagem, são responsáveis pelos poderes regeneradores e cicatrizantes. Outros princípios engordam a lista de propriedades da calêndula, amplamente usada na fabricação de shampoos, loções, sabonetes e cremes.

Aliás, ela é uma das bases mais utilizadas na fabricação de produtos indicados para cabelos oleosos e peles com cravos e espinhas. Os medicamentos usados por via oral e as pomadas devem ser adquiridos em farmácias especializadas, mas é possível preparar as receitas mais simples em casa mesmo: é só ter a calêndula plantada no jardim ou até mesmo em vasos. Com a vantagem de contar também com uma linda flor para ornamentar e perfumar a sua vida!

-------------------------

Chá de Calêndula propriadades..

A Calêndula ou Calendula officinalis L é uma planta ornamental, de folhas ovais, flores amarelas, largas, raiz amarelo-clara e sementes em forma de barquinho. Também conhecida como Malmequer, maravilhas do campo, calêndula do jardim cresceu nos jardins europeus e desde o século 12 já era usada medicinalmente e a maioria das preparações das flores é empregada como extratos, tinturas, bálsamos e pomadas e aplicada diretamente sobre a pele para auxiliar na cura de feridas e para pele inflamada e danificada.

O chá de Calêndula é utilizado para lavar os olhos, fazer gargarejo ou compressa para tratar conjuntivite, faringite, estomatite e gengivoestomatite, erupções cutâneas de fraldas dentre outras condições inflamatórias da pele e mucosa.

A Calêndula pertence à família Compositae/ Asteracea, tem brotamento anual e seu florescimento se dá de maio até outubro, suas flores são utilizadas medicinalmente. A propagação por sementes, principal método de reprodução das plantas na natureza, é a maneira mais usual de propagação nos cultivos agrícolas (Hartmann et al.,1990).

Também, deve-se considerar que a propagação por sementes é mais fácil e econômica que a propagação vegetativa e a micropropagação (Pereira et al., 1995).
Na Calêndula pode-se encontrar: flavonóides, glicosídeos, carotenóides, xantofilas, tocoferol (vitamina B7), mucilagem, triterpenos sendo que estes apresentam importante atividade anti-inflamatória, o creme de Calêndula acelera a cicatrização cutânea e por isso cura ou diminui gastrite e úlcera duodenal.

As mucilagens agem como restauradores da pele nos casos de difícil cicatrização enquanto que os flavonóides reforçam a ação cicatrizante, sendo úteis também nas cólicas menstruais.

Um estudo com 170 pacientes com úlcera duodenal e/ou gastroduodenite, foram tratados com uma combinação de ervas incluindo a Calêndula e obtiveram 90% de melhora dos sintomas. Em vários estudos os triterpenóides da calêndula inibiram a inflamação induzida experimentalmente em ratos.

Portanto calêndula está indicada para afecções inflamatórias cutâneas e internas. Sua posologia para uso interno em Infuso é de 10 a 15 g de folhas e flores em 1 litro de água fervente (3 xícaras ao dia).

Quanto ao uso externo, pode ser em forma de pomadas: 8 a 15% e banhos: 50 g da planta por litro de água.
As reações alérgicas por uso de calêndula são possíveis, porém raras. Não há relato sobra a sua toxicidade crônica.

Em animais observou-se aumento do tempo de sono quando tratados com calêndula, portanto, por precaução, pacientes em uso de sedativos devem evitar o uso interno da planta. O uso de calêndula está contra-indicado em gestantes devido a sua presumida atividade útero estimulante.

---------------------------

Chá de Calêndula para que serve?

A Calêndula ou Calendula officinalis é uma planta de jardim l. Que produz flores amarelas, laranja e vermelho. É uma planta pequena, menos de um metro de altura. A flor inteira é usado para fazer erva medicinal, por isso toda a cabeça da flor é colhida. Se a cor das pétalas forem ser usadas, devem ser secas à sombra, e depois armazenadas em recipientes bem fechados.

A Calêndula é rica em flavonóides e saponinas triterpeno, que tem propriedades anti-inflamatórias. Já os esteróis tem benefício hormonal hormonal para as mulheres. Outros ingredientes incluem os carotenóides, fitoesteróis, polissacarídeos e resina. Calendula também parece ter propriedades antivirais, mas os cientistas ainda estão fazendo estudos.

A Calêndula é benéfica como: anti-inflamatório, antifúngico, calmante todos os tipos de irritações de pele e erupções cutâneas, antibacteriana, ajuda a regular o ciclo menstrual, ajuda a aliviar os espasmos musculares, reduz febre, ajuda a desintoxicar, anestésico.

Calendula é uma planta muito versátil. Do chá das flores pode ajudar com úlceras, colite e outras doenças do estômago. Tomada como chá, a erva também ajuda com problemas de vesícula biliar.
O uso mais comum da Calendula é tópica. Ela pode ser usada na fabricação de loções, compressas, cataplasmas. Ele funciona muito bem para curar doenças da pele, como acne e capilares. A seiva do tronco da planta ajuda a curar verrugas e calos. As flores secas podem ser friccionada em ferimentos para ajudar a acelerar a cicatrização.

Benefícios da calêndula
A calêndula (Calendula officinalis) é indicada para úlceras gastroduodenais, abscesso do estômago, afecções nervosas, artritismo, artrose, cólica menstrual, gastrite, problemas na produção da bile, psoríase, resfriado e úlcera gastrintestinal. Também é antiabortiva.

Para uso externo, soque as flores, coloque em um pano limpo e aplique na pele. Serve para ferimentos em geral, acne, assadura, avermelhamento de pele, feridas, fissuras de mama, foliculite, frieira, fungo, queimadura (suave do sol), rachaduras, varizes, veias dilatadas e verrugas. Também ajuda a clarear manchas.

Para o chá, ferva um litro de água, apague o fogo e jogue uma colher de sopa da erva. Deixe abafado até amornar e tome durante o dia. Esse chá, junto com um pouquinho de losna, é ótimo para azia, gases e má digestão.

SINÓNIMOS: Maravilhas, boas-noites
PARTES USADAS: O seu componente activo mais famoso é a sapogenina calêndula, mas as flores também contêm sapogeninas, glicósidos, óleos essenciais, carotenóides, xantofilas, princípios amargos e mucilagem.
EFEITOS MEDICINAIS: A sapogenina calêndula tem efeitos anti-inflamatórios. As saponinas têm fama de reduzirem o nível de gordura no sangue e de inibirem o crescimento de melanomas. Os óleos essenciais têm efeitos anti-sépticos especialmente contra fungos e bactérias. Os carotenóides e xantofilas fortalecem as defesas do corpo.
APLICAÇÕES: As flores da calênlula são empregues essencialmente para uso externo. O urguento de calêndula usa-se em feridas crónicas, infecções nas unhas e úlceras das pernas. As cataplasmas são usadas para entorses, luxações, abcessos, contusões e queimaduras. Utiliza-se para aplicação interna através de chá em distúrbios da vesícula, espasmos gástricos ligeiros e dores menstruais. A sua cor agradável faz das suas flores um ingrediente popular em muitas misturas para chá. Recomenda-se gargarejar com chá de calêndula para as inflamações mucosas da boca.
CHÁ: Deite 1 chávena de água a ferver sobre 1 colher de chá de flores de calêndula e deixe em infusão durante dez minutos. Beba 3 chávenas deste chá ao longo do dia. Utilize frio para gargarejos.
LEITE DE CALÊNDULA: Misture 1 colher de chá de folhas de calêndula com 1 colher de chá de potentilha e 1 colher de chá de folhas de alquemila. Aqueça esta mistura numa chávena de leite, deixe em infusão durante 5 minutos e depois coe. Adoce com mel e junte um pouco de canelas, se gostar. Este leite é muito eficaz no alívio das dores menstruais.
MANTEIGA DE CALÊNDULA/ UNGUENTO DE CALÊNDULA: Esmague 2 mãos-ceias de flores de calêndula frescas. Mergulhe em água quente juntamente com 60g de manteiga e mexa constantemente durante vinte minutos. passe através de uma gaze e deixe arrefecer. Guarde num recipiente esterilizado e conserve no frigorífico de onde deverá tirá-lo meia hora antes da aplicação.
CATAPLASMA: Deite 1 chávena de água a ferver sobre 2 colheres de sopa de flores de calêndula e deixe em infusão durante dez minutos. Mergulhe um pano na infusão e envolva com ele a zona da ferida. cubra com uma toalha e deixe ficar até o pano arrefecer. Repita várias vezes ao dia.
DICA: Amamentar causa por vezes inflamações nos mamilos. A aplicação com regularidade de unguento de calêndula permite que os mamilos se mantenham macios e flexíveis.

------------------------------

Chá de calêndula Lendas e Mitos.

Seu nome botânico deriva da crença de que parece estar sempre em flor, nos primeiros dias de cada mês (do latim calendas).Os antigos egípcios acreditavam que possuía propriedades de rejuvenescimento.Os hindus utilizavam-na para decorar altares e os persas e gregos guarneciam e aromatizavam a comida com suas pétalas douradas.

Uma das lendas que a envolvem diz que a menina que pisar descalça em suas pétalas, começará a entender a linguagem dos pássaros.

Seus poderes também são invocados em sonhos premonitórios. Uma guirlanda de calêndulas na porta de entrada da casa espanta qualquer mal.
Outra crença popular sobre a calêndula é de que se não abrirem suas flores até 7 horas, pode aguardar chuva.

Características e Cultivo:

Planta anual e rústica, de 30 a 50 cms de altura, com folhas verdes e pubescentes, caule verde e carnudo, coberto de pelos finos e glândulas. As sementes são de cor creme, na forma de um apóstrofo curvo. As flores são de um laranja vivo.

Planta anual e rústica, vai bem em solo fofo e fértil, livre de ervas daninhas, e com bom teor de umidade (mas não encharcado, para evitar doenças fúngicas.
------------------------------


Chá e Chás

Tudo Sobre Emagrecer Emagrecedor.info