Xenical Orlistat inibi a lípase pancreática.

Xenical Orlistat, comercializado pela Roche com o nome de Xenical é um remédio para tratar a obesidade.

Cuja principal função é prevenir a absorção de gorduras em dieta, desta forma xenical reduz a quantidade de calorias absorvidas.

Xenical é elaborado para uso em conjunto com uma dieta com redução de calorias supervisionada por um médico.

Farmacologia do orlistat xenical.

Xenical funciona ao inibir a lípase pancreática, uma enzima que quebra os triglicerídeos no intestino.

Sem essa enzima, os triglicerídeos da dieta não são absorvidos e são excretados sem serem digeridos.

Apenas pequenas quantidades de xenical são absorvidas, sendo que a principal via de eliminação é pelas fezes.

Na dose padrão de 120 mg três vezes por dia antes das refeições, xenicalprevine em torno de 30% da gordura da dieta de ser absorvida.

Eficácia do xenical.

A quantidade de perda de peso obtida pelo uso do xenical é variável.

Em um ano de testes clínicos com xenical, entre 35,5% e 54,8% dos indivíduos alcançaram diminuição de 5% ou mais de massa corporal.

Entre 16,4% e 24,8% conseguiram pelo menos 10% de perda de massa corporal com xenical.

Um quantidade significativa de indivíduos recuperou o peso depois que pararam de usar o xenical.

Ainda houve uma redução de 37% na incidência de diabetes tipo 2, uma diferença significativa no uso xenical.

Efeitos colaterais do xenical.

Os principais efeitos colaterais do xenical estão relacionados ao trato gastrointestinal.

Efeitos colaterais foram mais severos no primeiro ano de terapia.

Já que o principal efeito do xenicalé prevenir a absorção da gordura na dieta, ela é excretada sem modificação nas fezes e desta forma a evacuação pode ficar oleosa ou solta.

Aumento de flatulência também é comum no uso xenical.

Movimentos dos intestinos podem ficar freqüentes e urgentes. Ocorrência rara de incontinência fecal foi vista nos testes clínicos do xenical.

Para minimizar os efeitos colaterais, deve-se evitar alimentos com muita gordura.

A absorção de vitaminas lipossolúveis é inibida pelo uso de xenical.

Comprimido multivitamínico contendo essas vitaminas D, E, A, beta-caroteno, deve ser tomado uma vez ao dia, pelo menos 2 horas antes ou depois de tomar o xenical.

O xenical é contra-indicado nos casos de: malabsorção, redução da função da vesícula biliar, gravidez ou aleitamento e certos problemas no rins.

O remédio Xenical emagrece realmente?

Pode-se dizer que o Xenical, ou Orlistat pode favorecer o emagrecimento de uma certa forma, pois ele é usado pelos médicos em casos mais específicos como auxílio a dietas e exercícios físicos.

O orlistat age inibindo as enzimas que são responsáveis pela absorção da gordura no tubo digestivo (lipases gastrointestinais) impedindo assim, a absorção de até trinta por cento da gordura ingerida.

Ele está indicado para pessoas com IMC maior que trinta quilos ou menos que vinte e sete quilos, mais algum risco causado pelo excesso de peso.

Ou seja, mais indicado para pessoas com obesidade mórbida ou com a obesidade mais leve, mas que já esteja causando problemas de saúde ligados ao peso, ou que tenham que perder peso para alguma cirurgia de urgência.

Esse medicamento também auxilia em tratamentos de esteatose hepática, ajuda no controle do colesterol, ácido úrico e da glicose no sangue, além do controle da pressão arterial.

Ele não é um inibidor de apetite, mas sim, um inibidor de absorção de gorduras ingeridas, e o contrário da bupropiona que é um antidepressivo que ajuda a controlar a ansiedade, não tem o risco de criar dependência química.

Quantos quilos se pode perder com o Orlistat?

A perda de peso vai variar não só do metabolismo da pessoa, mas também da sua dieta alimentar junto com o medicamento, assim como a perda pode ser maior e mais rápida se agregado a exercícios físicos.

E pode ser uma perda de peso mais lenta se for uma pessoa totalmente sedentária e sem ao menos um cardápio de reeducação alimentar.

Neste caso pode até ganhar mais peso ao invés de perder devido a uma alimentação errada.

Uso do Orlistat
Se toma um comprimido três vezes ao dia nas principais refeições que são o desjejum (café da manhã), almoço e janta, podendo ser na hora dessa refeição ou até uma hora após, dando o limite de 360mg diário.

Uma dosagem maior, estudos mostraram não ter efeito a mais na perda de peso e nem em efeitos colaterais.

Mas os próprios laboratórios orientam nas bulas que em caso de superdosagem, procurar o seu médico o mais rápido possível.

Indicações de pessoas que não devem usar o Orlistat

Pacientes que tenha redução de fluxo biliar e com problemas crônicos de absorção intestinal, pessoas com hipersensibilidade a algum componente da fórmula (alergia), Gestantes, mulheres que estão amamentando.
Cuidados necessários ao consumir o medicamento

Caso seja diabético ou esteja tomando algum outro medicamento, deve informar de imediato ao médico para fazer os ajustes necessários para evitar eventuais problemas, pois estudos laboratoriais mostraram que pode haver redução de efeitos terapêuticos de amiodarona, redução de níveis sanguíneos da ciclosporina, casos de convulsão em pacientes que usam medicamento para epilepsia, havendo também uma diminuição de absorção de vitaminas E, D e betacaroteno.

Todo e qualquer medicamento que esteja tomando, precisa ser em um intervalo de duas horas entre o xenical e o outro medicamento. O multivitamínico melhor que seja tomado antes de dormir.

Não deve ser administrado junto com medicamentos como anticoagulante oral, ciclosporina, amiodarona e desetilamiodarona sem a prescrição médica correta, pois manipulado com outros medicamentos de forma errada e sem o conhecimento de quem o está tratando pode causar sérios riscos à saúde.

Quem toma anticoagulante, tem que fazer controle de parâmetro de coagulação através de exames sanguíneos periódicos.

Quais os efeitos colaterais que podem ocorrer?

O uso do medicamento pode causar dor nas costas, aumento de gases, dores de cabeça, ansiedade, dor na hora de urinar, cansaço, sintomas iguais a da gripe, irregularidade menstrual nas mulheres, insônia, aumento de evacuações, em caso de ingestão de muita gordura na refeição as fezes podem ter odores mais fortes e saírem mais gordurosos, reações alérgicas, incluindo a anafilaxia apesar de raras e lesões hepáticas que também são raras.

Considerações

Este medicamento aliado com uma boa dieta e exercícios físicos, pode auxiliar bem na perda de peso.

No entanto, não é indicado para todos os casos, só os mais graves de obesidade com riscos agregados, a obesidade mórbida que é um estágio de alto gral de risco não só a saúde em si que pode permanecer precária, mas a própria vida da pessoa que acaba estando em jogo.

Como todo medicamento, com o Orlistat não podia ser diferente, tem que ser não só prescrito pelo médico, mas acompanhado pelo mesmo por ter seus riscos, mesmo que sejam baixos em relação a outros medicamentos.

O Orlistat não exige receita para sua compra.

No entanto, indicamos somente exercícios físicos, seja em academias, um esporte de sua preferência, ou uma boa caminhada, além de uma boa dieta de reeducação alimentar com bons profissionais como um professor de educação física e um bom nutricionista se seu caso não for de risco e seu médico achar desnecessário uso de medicamentos.

Não se arrisque e não faça uso sem uma orientação de um profissional, para que mais tarde não tenha dores de cabeça maiores e nem arrependimentos.

Esteja sempre consciente de suas escolhas, pois deixamos este artigo para esclarecimento do que temos disponível no mercado, mas no entanto nunca se esqueça que a sua saúde é o seu maior patrimônio, por isso sempre procure um médico antes de iniciar o uso de qualquer remédio, dieta ou atividade física.