Spirulina Emagrece sem perdas nutricionais.

A spirulina é um suplemento dietético que auxiliar em regimes de emagrecimento.

A spirulina evita a desnutrição e traz grande beneficio na atividade psíquicas e físicas.

A spirulina tabém combate gastrites, úlceras gastroduodenais e desconfortos estomacais.

Auxiliar nos regimes de emagrecimento, promove sensação de saciedade.

A spirulina é fonte de vitaminas e minerais.

A spirulina é uma alga microscópica azul esverdeada composta por uma única célula e que torna a luz solar em energia ativa.

A spirulina atua como supressor do apetite devido à presença relativamente alta da fenilalanina, que atua sobre o centro do apetite.

Quando ingerida com o estômago vazio, reveste suas paredes produzindo uma sensação de plenitude gástrica e saciedade.

Desta forma, auxilia no tratamento da obesidade propiciando um suave emagrecimento sem perdas nutricionais.

Pela presença da vitamina B12, evita transtornos do sistema nervoso e anemias provocadas por uma dieta desbalanceada ou carencial.

A spirulina possui alto nível de digestibilidade com uma absorção de 85% , pelo seu alto teor protéico se torna excelente complemento alimenta.

Benefícios da Spirulina na Prevenção do Câncer

Os potentes antioxidantes presente na Spirulina ajudam a reduzir o risco de câncer.

Pois, estudos laboratórias mostraram que a Spirulina teve resultados significativos na redução do câncer.

E em 2009 uma equipe de pesquisa chinês, publicou em "Biomedicina e Farmacoterapia" que a Spirulina em combinação com Selênio poderia ajudar na prevenção do câncer de mama.

Além disso, estudos realizados mostraram que a Spirulina podem ter um efeito significativo sobre o câncer do fígado, diminuindo a ocorrência de tumores no fígado a partir de 80% a 20%.

Spirulina é Ricos em Antioxidante:

A Spirulina é uma rica fonte de antioxidantes, incluindo a Vitamina E, Selênio, carotenóides e ácidos fenólicos.

Além disso, Os Antioxidantes ajudarm na proteção do corpo contra o câncer, doenças cardíacas, envelhecimento precoce e outras danos que os radicais livres podem fazer às células e ao DNA.

Spirulina Combate Infecções

Estudos realizados mostraram que a Spirulina combate as infecções.

Ela provou ser eficaz contra o herpes, Gripe e o HIV.

Spirulina é um Agente Antibióticos e Antimicrobianos: Estudos em laboratório descobriram que a Spirulina ajudam na destruição de bactéria e vírus.

Além disso, Ela pode ser eficaz contra a Gripe, papeira, sarampo, herpes simples, o HIV e entre outros.

Ela também estimula a produção de macrófagos no sistema imunológico, o que aumenta o combate de patógenos invasores.

Benefícios da Spirulina Para a Saúde Respiratória:

Vários estudos descobriram que a Spirulina podem ajuda a fornecer um alívio para pessoas que sofrem de doenças respiratórias, como asma e rinite alérgica.

Um estudo de 2001 publicado no "jornal de alimentos funcionais nutracêuticos" descobriu que apenas 1 grama de Spirulina por dia pode ajudar a melhorar a função pulmonar em pessoas com asma e brônquica.

Além disso, um outro estudo de 2005 do "Jornal de Medicina de Food" mostraram que a spirulina é bastante benéfica para pessoas com rinite alérgica.

Aparentemente, pode reduzir os níveis de citocinas e inibir a libertação de histamina, que afetam a resposta alérgica.

Benefícios da Spirulina Para o Sistema imunológico:

A Spirulina mostrou ser capaz de estimula a produção de anticorpos contra organismos patogênicos que afetam no sistema imunitário.

Os testes em animais confirmam que ele pode combater infecções e doenças crônicas, estimulando o sistema imunológico.

Spirulina Ajuda na Proteção do Fígado

Estudos preliminares em animais mostraram que a Spirulina ajuda a proteger o fígado.

Pois, elea Ajuda a diminui a inflamação do fígado, inibe a peroxidação lipídica e diminui a acumulação de triglicéridos no fígado.

Ela também pode proteger contra danos tóxicos de metais como chumbo e mercúrio.

Benefícios da Spirulina Para Diabetes Tipo 2:

A Spirulina podem ajudar no tratamento de diabetes tipo 2.

Demonstrou-se que pode reduzir a inflamação sistêmica, o que pode ajudar a reduzir a resistência à insulina.

Além disso, Ela também pode alterar o perfil lipídico e aumentar o HDL ("bom colesterol").

Benefícios da Spirulina Para a Saúde do Coração:

A Spirulina podem melhora a saúde cardiovascular, em uma variedade de formas.

Ela ajuda a melhorar o perfil lipídico, inibe a hipertensão e aumenta a elasticidade dos vasos sanguíneos.

Além disso, Ela tem sido eficaz no aumento do bom colesterol HDL e diminuição da tensão arterial. Um estudo em animais em 2007, descobriu que a Spirulina pode prevenir a hipertensão e proteger contra a aterosclerose.

Benefícios da Spirulina Para a Saúde do Cérebro

As propriedades antioxidantes presente na Spirulina ajudam a combater o stress oxidativo no cérebro e consequentemente ajuda na redução dos riscos de doença de Alzheimer, de Parkinson, e outras desordens neurodegenerativas.

Benefícios da Spirulina Para Saúde dos Olhos:

Estudos preliminares mostraram que a Spirulina podem conter compostos que ajudam a prevenir doenças oculares relacionadas à idade, como a degeneração macular e catarata.

Para que serve a spirulina?

Essas bactérias são carregadas de betacaroteno e ácido ascórbico, o que as transforma em poderosas antioxidantes.

Ela também serve para tratamentos estéticos, já que retêm a elasticidade e tonicidade da pele por mais tempo. Alguns resultados já mostraram que ela é até capaz de reduzir as marcas de expressão do rosto.

Ela é muito eficaz para um tratamento na pele, porque é carregada de vitamina A, o que garante com que as glândulas sebáceas sejam reguladas, evitando assim a formação de cravos e espinhas.

A vitamina E presente na spirulina também ajuda a conferir mais firmeza e brilho para a pele.

Assim, todos os compostos da cianobactéria trabalham em conjunto.

É também uma ótima saída para os vegetarianos ou veganos, porque é uma excelente fonte de proteínas, sendo uma alternativa às proteínas de origem animal.
Propriedades nutricionais spirulina

Para os "marombas" de plantão, a spirulina pode ser uma grande aliada já que ela é formada de 53% a 62% apenas por proteína.

Além disso, ela também pode ajudar na recuperação muscular já que possui ação antioxidante que elimina os radicais livres provenientes da oxidação muscular ocorrida durante o exercício.

Essa cianobactéria também possui cálcio, vitamina A, zinco, vitamina B12, magnésio e ferro. Todos esses benefícios nutricionais trazem uma consequência para o nosso organismo que estão listados logo a seguir:

• Reduz o colesterol: um dos grandes vilões para a nossa saúde é o colesterol ruim, ou seja, o LDL, em excesso. Esse fator é o responsável por obstruir as vias do sistema circulatório e provocar um infarto no miocárdio ou um AVC.

Na spirulina é possível encontrar um tipo de ômega 6 (uma gordura do bem) chamado de gamalinolênico e que desempenha o papel de reduzir os níveis do LDL.

• Melhora o sistema imune: o fato da spirulina possuir uma boa dose de zinco ela oferece ação anti-inflamatória e assim ajuda o sistema imune a combater doenças.

• Aumenta a sensação de saciedade: a fenilalanina presente na spirulina se transforma numa espécie de gel quando chega no estômago. Assim você comerá menos pois ficará com a sensação de "barriga cheia" por mais tempo.

• Excelente para vegetarianos: como dito acima, a spirulina possui uma grande taxa de proteínas em sua composição. É uma ótima maneira de se abastecer desse nutriente sem precisar ingerir carne.

A spirulina emagrece ou não?

Não espere milagres, pois assim como as outras substâncias naturais que existem no mercado, essa daqui também exige que você tenha uma alimentação mais moderada e que pratique exercícios com frequência.

Assim, a spirulina vai apenas de dar uma ajuda para conseguir os resultados de maneira mais rápida. Mas como isso acontece?

É bem simples. Entre os benefícios mencionados acima podemos notar que ela consegue promover maior sensação de saciedade.

O que acontece é que a spirulina aumenta a sensação de saciedade, consequentemente reduzindo a vontade de comer.

Quando ingerida, ela absorve mais água e assim dá menos espaço para que alguém coma mais. Mas a sensação pode variar de pessoa para pessoa.

Enquanto algumas se sentem satisfeitas com uma cápsula, outras precisam tomar três ou quatro por dia. Depende muito do metabolismo de cada um.

Se alguém comesse a alga pura, precisaria de uma quantidade muito grande para se sentir satisfeito.

Caso alguém precise consumir pelo menos 2 gramas por dia para sentir os efeitos, o ideal é que as doses passem a ser recomendadas por um médico.

Ainda assim, ela pode ser consumida in natura, ou em vitaminas, smoothies ou mesmo como suplemento, como é usualmente consumida.

A vantagem em se tomar em cápsulas é porque ela estará em sua forma mais concentrada.

As concentrações podem variar, mas o recomendado é que sejam ingeridas três cápsulas por dia com concentrações que variem de 400mg a 500mg, para que as doses não ultrapassem o recomendado antes de ser necessário consultar um médico ou nutricionista.

A spirulina ajuda a emagrecer, mas ela não faz o trabalho sozinha.

É essencial que ela seja usada enquanto você mantiver uma dieta equilibrada e os exercícios físicos constantes.

Como usar a spirulina?

Para saber qual o seu consumo diário a recomendação é consultar um especialista.

A quantidade indicada pode variar em 500 a 2000 mg, como esse intervalo é muito grande, as variações das porções diárias são muitas.

É muito mais comum encontrá-la em forma de cápsula, porém você também pode usar na forma de pó.

Esse formato é excelente para acrescentar na alimentação, principalmente em sucos e vitaminas.

A recomendação para cápsula é a de usar uma antes de cada refeição principal do dia.

Você pode encontrar a spirulina em diversas lojas de produtos naturais.

Contraindicações e efeitos colaterais da spirulina

Pessoas que possuem o ácido úrico elevado (pacientes com gota), gestantes, lactantes e crianças não devem usar a spirulina sem conhecimento médico.

Os efeitos colaterais podem ser vários sendo que os mais comuns são: dor de cabeça, dificuldade de concentração, placas vermelhas pelo corpo e excesso de suor através da transpiração.

A melhor opção antes de tomar é sempre consultar um profissional e fazer os exames recomendados.