Sibutramina emagrece?mas tem efeitos colaterais.

Sinutramina e seu efeitos colaterais, contra-indicações, bula e dosagem.

sinutramina é um remédio para emagrecer e controlar o peso aprovado pela FDA entidade norte-americana que regula medicamentos em novembro de 1997.

Sinutramina começou a ser comercializada em fevereiro de 2008 com o nome comercial de Meridia .

Hoje em dia no Brasil aSinutramina é comercializada em remédios como Reductil e Plenty .

A Sinutramina funciona suprimindo o apetite.

Para quem é indicada.

Ajuda a reduzir a ingestão de alimentos e é indicada para perda de peso e manutenção do tempo perdido quando usada em conjunto com uma dieta com redução de calorias.

A Sinutramina é indicada para pacientes cujo índice de massa corporal está acima de 30 por exemplo, alguém com 1,70m de altura e 87 kg.

Também é indicada para pacientes cujo índice de massa corporal seja maior que 27 por exemplo, alguém com 1,70m de altura e 79 kg e que precise emagrecer por ter outros fatores de risco associados à obesidade, como diabetes.

Orientações para pacientes usando sibutramina.

Pacientes tomando sibutramina devem sempre o fazer com orientação médica, e são encorajados a realizar mudanças no estilo de vida que também ajudem a emagrecer.

Tais mudanças incluem elevar o nível de atividade física e melhorar os padrões de alimentação.

Essas mudanças incorporadas nos hábitos de vida do paciente são necessárias para que ele não recupere o peso perdido após parar de tomar a sibutramina.

Efeitos colaterais da sibutramina.

Os efeitos colaterais mais comuns associados à sibutramina são boca seca, dor de cabeça, constipação, e insônia.

Também pode aumentar levemente a pressão sanguínea de alguns pacientes.

Desta forma, é recomendado que pessoas tomando sibutramina tenham a pressão sanguínea monitorada.

Contra-indicações da sibutramina.

A sibutramina é contra-indicada para aqueles com pressão alta sem controle, histórico de derrame, doença cardíaca ou arritmia cardíaca.

Eficácia da sibutramina para emagrecer

Nos testes clínicos, pacientes em dieta com redução de calorias que tomaram 10 miligramas diárias de sibutramina emagreceram em média 4,5 kg em 1 ano, e aqueles que tomaram 15 miligramas perderam em média 6,35 kg no mesmo período.

As pessoas na mesma dieta com redução de calorias que não tomaram sibutramina emagreceram em média 1,5 kg.

Dosagem da sibutramina recomendada pela bula.

A bula dos medicamentos para emagrecer à base de sibutramina indica dosagem inicial recomendada de 10 miligramas por dia, podendo ser aumentada para 15 miligramas caso não ocorram resultados adequados.

A dose deve ser reduzida para 5 miligramas por dia se for notada elevação na pressão sanguínea.

Sibutramina / Reductil Emagrece Mesmo?

Veja a Bula, Efeitos Colaterais e como tomar, além de preço e onde comprar!
Esse medicamento com princípio ativo de cloridrato de sibutramina monohidratado, é utilizado no auxílio de perda de peso e é conhecido não só pelo nome do princípio ativo nos genéricos, mas também por alguns nomes comerciais como, Síbus, Slenfig, Reductil, Sibutril, Plenty, Vazy, Biomag, Saciette e Sare.

Ele é encontrado nas dosagens de 10mg e 15mg, variando a caixa com 10 ou 30 comprimidos.
Talvez você esteja a se perguntar se Sibutramina emagrece, bem, podemos dizer que de uma certa forma, ela pode auxiliar na perda de peso agindo como inibidor da recepção de serotonina e noradrenalina, o que pode ajudar a inibir a ingestão de calorias através de seu efeito de maior saciedade nas refeições e aumento do metabolismo.

Agora, se você quer saber quantos quilos irá perder durante o tratamento com a Sibutramina, vai depender não somente da dose, mas também de sua dieta alimentar e se você faz ou não alguma atividade física, pois é somente um auxílio usado para perda de peso.

Sua composição
A caixa de Sibutramina contém cápsulas de 10mg ou 15mg de cloridrato de sibutramina monohidratada com excipiente feito de lactose, estearato de magnésio, celulose microcristalina e dióxido de silício.

Como devo usar a Sibutramina?

O uso da Sibutramina é feito com a ingestão na parte da manhã que pode ser antes ou depois do desjejum (café da manhã) com uma dosagem única de 10mg e deve ser acompanhado seu efeito durante quatro semanas.

Se nesse período de quatro semanas o paciente não mostrar uma redução de dois quilos no peso, o médico pode tanto ajustar a dosagem, como pode suspender o mesmo.

O ideal é o seu uso por apenas trinta dias, mas nunca pode ultrapassar o uso da Sibutramina por mais de dois anos e nem ultrapassar a dosagem diária de 15mg.

Mas devemos lembrar que este medicamento é indicado somente para pessoas com IMC a partir de trinta quilos ou mais e com orientação médica, que vai ajustar a dosagem de acordo com a sua necessidade e fazer um acompanhamento clínico antes de depois do início de seu uso.

Onde e como posso comprar a Sibutramina? Qual o valor?

A Sibutramina só se pode ser comprada mediante receita especial de duas vias e em farmácias autorizadas pela ANVISA que tenham farmacêuticos responsáveis na hora da venda, com a retenção da mesma, pois é um medicamento de tarja preta, ou seja, de uso controlado.

E lembrando que o médico ao passar a Sibutramina para o paciente, o mesmo deve estar ciente dos riscos e assinar um termo de responsabilidade pelo uso do medicamento.

Os preços variam de R$ 52,00 a R$ 128,00 dependendo do laboratório fabricante e da quantidade da caixa .

Quando não se deve tomar a Sibutramina?

A Sibutramina não deve ser administrada em crianças ou adolescentes que são menores de 18 anos, pessoas com IMC menos que trinta quilos, mulheres grávidas ou que estão amamentando, pacientes com histórico de doença arterial coronária e insuficiência cardíaca congestiva, que tenha taquicardia, doença arterial obstrutiva periférica, arritmia, idosos, pessoas com bulimia ou anorexia, que tenha insuficiência renal, que tenham doenças cerebrovascular, que estejam tomando outros medicamentos para redução de peso, inibidores da monoaminoxidase, ou para algum transtorno psiquiátrico, pessoas que tenham a diabetes mellitus do tipo 2, que sejam alérgicas a Sibutramina ou a qualquer outro componente, pessoas que tenham epilepsia e crises convulsivas, que tenham glaucoma, hipotireoidismo, pessoas que tenham insuficiência hepática.

Quais os efeitos colaterais que podem ocorrer com a Sibutramina?

A Sibutramina pode causar reações adversas como qualquer outro medicamento, mas neste caso, temos essa listagem abaixo.
Hipertensão pulmonar, surgimento de equimoses, insônia, boca seca, dor de cabeça, taquicardia, palpitações e hipertensão, dor nas costas, constipação, vasodilatação, anorexia, náuseas, aumento do apetite, vertigem, dispepsia, aumento de enzimas hepáticas, convulsões, reações alérgicas, urticárias, alteração do paladar, dispneia, parestesia, dismenorreia, sinusite, infecções no ouvido, sintomas de resfriado, alteração psíquico motor, podendo causar pensamentos suicidas, esquizofrenia.

Este medicamento pode causar doping e é recomendado aos pacientes que não dirijam ou exerçam profissões de risco durante o tratamento.
Pessoas de uso do medicamento não devem dirigir, ou operar máquinas pesadas.

Não se deve consumir álcool durante o tratamento por poder levar a quadros graves de doenças irreversíveis e até a morte.

Em caso de superdosagem, ir diretamente para o hospital o mais rápido possível com a receita ou embalagem do medicamento.

Um pequeno resumo
Como podemos ver, a Sibutramina é um medicamento indicado para tratamento de excesso de peso, mas para casos de obesidades elevadas ou mórbidas.

É um medicamento de uso controlado onde exige não só receita específica, mas a assinatura de um termo de responsabilidade assinado pelo paciente antes de se começar seu tratamento, pois seus riscos de uso, infelizmente são grandes e limitados para uma porcentagem de pacientes.

A sua venda é feita somente em farmácias autorizadas com a retenção da primeira via de uma receita específica prescrita pelo médico.

Então, quando for querer comprar, procure antes o seu médico para ver se realmente é o caso de poder usar ou não esse medicamento.

Muitas vezes exitem outras formas de conseguir perder peso mudando seu estilo de vida, deixando esse método para o caso de realmente ser considerado necessário pelo médico.

Antes de ir para esse lado para perder peso, procure meios mais saudáveis como práticas de esportes de sua preferência, exercícios físicos tanto em academia quanto ao ar livre e se possível com a orientação de um bom profissional nessa área, simples caminhadas iniciadas com um alongamento já que também auxilia na perda de peso e orientação médica para uma dieta eficaz de acordo com sua necessidade, fazendo assim uma reeducação alimentar e tendo uma melhor qualidade de vida.