Hoodia emagrece?

A hoodia godonii emagrecedor é uma espécie da cacto que existe na Namíbia e na Angola.

Hoodia é divulgado como moderador de apetite para o emagrecimento.

Estudos sobre a hoodia ainda estão em andamento e não há comprovações científicas que faz emagrecer de fato.

Em teoria, se você consome hoodia emagrecedor suficiente, ela no seu organismo pode fazer com que a pessoa possa ficar sem comer durante dias usando a substancia, o que pode fazer com que a pessoa venha emagrecer.

Também existem adesivos de hoodia que podem ser usados na pele com o princípio ativo da planta.

Segundo quem usa hoodia é segura a efetividade do suplemento dietético ou adesivo com a planta pode ser considerada não aprovada.

Hoodia Gordonii – Realmente Funciona para Emagrecer?

Se você estiver procurando por suplementos para queimar gordura, certamente você já escutou falar da Hoodia Gordonii.

Hoodia Gordonii é uma planta usada por caçadores sul africanos para reprimir o apetite para que eles possam andar por longos períodos sem se alimentar.

Ela cresce em condições severas e precisa ser cultivada por quatro ou cinco anos antes de estar pronta.

Estatísticas recentes mostraram que a venda de Hoodia Gordonii excedeu os $750 milhões de dólares ano passado, indicando uma grande demanda no mercado.

Mas quanto será que ela funciona para emagrecer? Vamos ver mais a fundo…

As grandes campanhas de marketing de empresas promovendo a Hoodia Gordonii realmente chamam a atenção de muitas pessoas. Além de tudo, a sensação de fome é o motivo pelo qual a maioria das pessoas falha ao fazer dietas.

Um suplemento para suprimir a fome parece a realização de um sonho… Ou pelo menos pode-se pensar assim.

Infelizmente, não é tão simples assim.

Primeiramente, não se alimentar é a última coisa que você deve fazer se quer perder a barriga e emagrecer.

Você pode se sentir letárgico durante o dia

Sua fonte de energia somente vem dos alimentos. Se você para o fornecimento de energia, seu corpo irá tentar o máximo que puder reduzir a atividade te fazendo se sentir com sono e letárgico.

Nesse estado, você pode até ter dificuldade de fazer suas atividades diárias, então nem pensemos em exercícios.

Quantos quilos posso perder com hoodia?

Como não há pesquisas publicadas a respeito do Hoodia gordonii, não podemos saber quantos quilos podem ser perdidos com o seu uso.

Desse modo, a maneira mais segura de se emagrecer ainda é praticando bastante atividades físicas e se alimentando corretamente.

Para tanto, procure um endocrinologista ou um nutricionista para que possam formular o seu cardápio personalizado e indiquem os melhores exercícios para perder peso com mais rapidez.

Infelizmente não encontramos uma referência legal sobre a Hoodia em português, mas para quem fala inglês, confira esta reportagem sobre a Hoodia no programa no NBC Today:

Você está propenso a perda muscular

Comer menos é importante, mas não comer o suficiente irá fazer você perder massa muscular ao invés de gordura corporal. Quando o corpo sente falta de consumo de energia, ele quebra o tecido muscular para obter energia e manter outras funções do corpo.

Segundo, você deve entender que a Hoodia Gordonii não é um suplemento totalmente testado.

Até agora, nunca houve um única prova científica da sua eficiência.

Um médico e o diretor médico do Bucks County Clinical Research em Morrisville, Pennsylvania, disseram ter conduzido um estudo preliminar de eficácia da Hoodia Gordonii em sete pessoas e relataram ter detectado sua eficiência para emagrecer.

Em resumo, a entrevistada fala sobre os componentes naturais da Hoodia para prevenir a fome, mas que os remédios criados com suplementos naturais nem sempre tem o efeito que a planta teria.

O ideal seria que tivéssemos a planta em casa, por isso, é muito importante que seja observada a composição destes medicamentos para identificar a porcentagem na planta em cada comprimido.

Ela diz também que o medicamento não apresenta grandes riscos mas que o efeito, dependendo do fabricante, pode ser efeito placebo.

Mas isso não pode ser uma evidência.

Além da questionável eficiência, a Hoodia Gordonii mostra indícios de efeitos indesejados no fígado causados por outros componentes, os quais não puderam ser removidos facilmente do suplemento.

Isso também não foi comprovado científicamente. Mas uma coisa é certa, a Hoodia tem um longo caminho antes de ser considerada "testada, segura e eficaz".

E caso você ainda esteja pensando, ela não foi aprovada pelo Food and Drug Administration (FDA, órgão americano que regula alimentos e medicamentos).

Às vezes, seguir o fluxo pode ser perigoso.

No final, quando se trata de conseguir emagrecer, sempre acaba em dieta saudável e exercícios de rotina.

Você não pode errar nessa fórmula.

Efeitos Colaterais do hoodia

Segundo seus fabricantes, o medicamento é totalmente natural e, portanto, ainda não foi detectado nenhum efeito colateral causado pelo seu uso.

Contudo, grávidas e bebes devem preferencialmente não ser medicadas por ele, já que pode haver efeitos maléficos desconhecidos para esses grupos de pessoas, que são mais frágeis pela sua condição.

Então, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) retirou o produto das prateleiras das farmácias em 2007, porque não é seguro permitir a venda de um remédio com efeitos não comprovados pode gerar perigos para a saúde pública.

Entretanto, os comerciantes do Hoodia gordonii confirmam que ele só traz benefícios, pois é 100% natural, não produz efeitos colaterais e, principalmente, acarreta na perca de peso.

Por isso, para proteger a sua saúde, prefira emagrecer do jeito tradicional, com esportes e reeducação alimentar.

Assim, você conseguirá manter o peso ideal por mais tempo, assim como a sua saúde.

Benefícios da Planta Hoodia Gordonii

Hoodia Gordonii emagrece, mas é proibida no Brasil

Hoodia Gordonii é um verdadeiro presente da natureza que oferece benefícios para a perda de peso, bem como problemas relacionados com a diabetes.

A Hoodia é uma planta suculenta como o cacto e pertence a família da Asclepiad, que é um habitante original do deserto de Kalahari em África.

A hoodia gordonii é uma planta protegida e somente pode ser colhida por empresas que possuam licença para isso. No ano de 1997, o Council for Scientific and Industrial Research (CSIR) sul africano patenteou o ingrediente da planta responsável pelo efeito inibidor de apetite.

Entre as suas muitas variedades, Hoodia Gordonii é a mais popular porque os seus extractos suprimem a fome e efetivamente ajudam a reduzir o peso e o percentual de gordura.

Ele está disponível no mercado em muitas formas, incluindo comprimidos, cápsulas, suco, complexos, suplementos de dieta, e até mesmo pirulitos.

A maior parte do Hoodia disponíveis no mercado não é a Hoodia gordonii africana, mas sim o Hoodia plantado para uso comercial em diversas partes do mundo. Isso faz alguma diferença? Aparentemente não!

Porque suas propriedades permanecerem quase a mesma.

A composição química de Hoodia se assemelha ao da glucose ou atua como pseudo-glicose.

Ela envia os mesmos sinais químicos para o cérebro informando que o estômago está cheio e que o corpo não precisa mais de alimento.

Isso diminui o apetite e o corpo é mantido em jejum para que ele use suas reservas de gordura para satisfazer as suas necessidades energéticas.

Devido à grande procura por Hoodia Gordonii, muitas empresas e laboratórios criaram pílulas, cápsulas, suplementos, chá e outros produtos que contêm Hoodia Gordonii.

Quase noventa por cento das pessoas que utilizaram a Hoodia Gordonii revelaram que ela não apresenta efeitos colaterais.

Mas estudos mostraram que a planta oferece sim alguns efeitos colaterais que incluem boca pegajosa e seco, danos ao fígado (se usado a longo prazo).

A maioria dos produtos a base de Hoodia Gordonii são preparados sem a adição de produtos químicos ou estimulantes sintéticos prejudiciais, e são mais seguros do que a maioria das drogas para perda de peso disponíveis no mercado que colocam estresse sobre o coração e o metabolismo.

Infelizmente no Brasil, a manipulação dos produtos à base do cacto é proibida. Em 2007, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a proibição de todos os medicamentos à base do extrato vegetal.

Isto porque ainda não há estudos científicos que realmente constatem a eficácia e a segurança do produto.