Fibras de frutas e Cereais excelente para uma alimentação saudável.

Fibras de frutas de cereais é uma mistura de fibras da uva roxa, maçã e linhaça dourada.

Fibras de frutas é livre de conservantes, corantes e aromatizantes, fibras de frutas é um alimento indicado para quem cuida da saúde e quer viver bem, é rico em fibras e fonte de ômega 3, 6 e 9.

Modo de uso: adicione 10 a 30g 1 a 3 colheres de sopa a sucos, leite, iogurte, frutas e outros alimentos de sua preferência.

Fibras de frutas pode ser utilizado no preparo de pães, bolos, biscoitos, etc.

Ao consumir alimentos ricos em fibras, aumente a ingestão diária de água.

Ingredientes da fibras de frutas: linhaça dourada, farinha de maçã variedade gala e farinha de uva variedade Isabel.

Combinação exclusiva de Fibras de frutas e Cereal.

Alimento possui alto teor de Fibras de frutas de maçã, uva roxa e linhaça dourada.

A indústria especializada em alimentos especiais e funcionais e que está há mais de 25 anos no mercado, lança Fibras de fruta e Cereais, mistura à base de farinha de linhaça dourada, maçã e uva roxa, sem glúten e excelente fonte de fibras naturais.

Segundo Andrea Frias, PhD em nutrição e coordenadora do Centro de Pesquisa , a combinação é ideal para pessoas que buscam uma dieta saudável, pois beneficia o coração e melhora o funcionamento do intestino.

Reunimos no produto de Fibras de frutas, elementos essenciais à saúde: a linhaça dourada é rica em ômega 3 e 9, gorduras do bem que devem ser priorizadas em nossa alimentação.

Além disso, é rica em fibras e lignanas, compostos que proporcionam bem estar e qualidade de vida para todas as pessoas.

A maçã e a uva roxa, além de serem ricas fontes de Fibras de frutas, apresentam também flavonóides em sua composição, substâncias com ação antioxidante.

As Fibras de frutas presentes nessas frutas são predominantemente do tipo solúveis, como a pectina presente na casca, que atua beneficamente no equilíbrio do nosso organismo.

Isento de qualquer tipo de conservante, aromas e corantes artificiais, o produto pode ser adicionado em alimentos e bebidas em geral como sucos, leite, iogurte, frutas etc, ou ainda ser utilizado no preparo de pães, bolos, biscoitos, etc.

O Fibras de frutas e Cereais chega ao mercado na primeira semana de abril.

Pesquisadores usam Fibras de frutas para produzir plástico superresistente.

Fibras de frutas de nanocelulose chegam a ter resistência similar ao kevlar.

Pesquisa brasileira foi apresentada em congresso de química nos EUA.

Cientistas brasileiros desenvolveram uma maneira de usar Fibras de frutas para fabricar plásticos automotivos mais resistentes e mais leves que os tradicionais.

Frutas como banana e abacaxi podem ser usadas para produzir esse material reforçado, de forma similar à fibra de vidro ou de carbono.

As Fibras de frutas usadas são chamadas nanocelulose e, segundo os cientistas, chegam a ser tão duras quanto o kevlar, material usado em coletes à prova de balas.

Os plásticos de nanocelulose são mais leves, podendo reduzir o peso dos automóveis.

A celulose das folhas e do caule do abacaxi é uma das mais promissoras para fazer esse processo, diz Alcides Leão, da Unesp, que liderou a pesquisa apresentada apresentada esta semana num encontro da Sociedade Americana de Química.

Para obter o nanofibras a partir das frutas, os cientistas colocam as folhas e talos de abacaxi ou outras plantas num equipamento parecido com uma panela de pressão.

Em seguida, acrescentam alguns produtos químicos e aquecem a mistura em vários ciclos, produzindo um material fino parecido com talco.

O processo é caro, mas com um quilo de nanocelulose é possível produzir 100 quilos de plástico superforte, de acordo com os pesquisadores.

Por enquanto, eles estão se concentrando na substituição de plásticos automotivos.

No futuro, segundo Leão, seria possível até usar a tecnologia no lugar de aço e alumínio.

Frutas que têm mais fibra ajudam a emagrecer.

Que as frutas são alimentos saudáveis não é nenhuma novidade, mas elas vão além: também contribuem para o emagrecimento.

O motivo? Muito ricas em fibras, fazem com que o organismo passe mais tempo para digeri-las, dando a sensação de saciedade prolongada.

A recomendação é consumir de três a cinco porções de frutas por dia, sempre variando porque cada uma dá um nutriente diferente.

Frutas como banana, laranja e maçã são exemplos das que têm maior quantidade de fibra em sua composição.

É importante que a laranja seja consumida com o bagaço e a maçã com a casca, por exemplo.

É onde está concentrada a maior parte das fibras.

Tem gente que mastiga o bagaço e joga fora. Isso não vai dar à pessoa a saciedade adequada.

Nutricionistas também lembra que os sucos, apesar de saudáveis, desprezam a fibra.

O suco de laranja não vai dar a mesma quantidade de nutrientes do que comer a fruta in natura, não transformada.

A pera, o abacaxi e o abacate são outros exemplos de frutas com grande quantidade de fibras.

O abacate, inclusive, é "mal interpretado" pelas pessoas, que dizem que engorda."Realmente é calórico, mas vai depender da forma que ela é consumida.

Às vezes, a pessoa faz uma vitamina, adiciona leite, açúcar, então não pode culpar o abacate.

A fruta é muito nutritiva e possui a "gordura boa", polinsaturada.

Mesmo nutritivas, há quem fique com fome após consumir frutas na hora do lanche, por exemplo.

É uma questão de se adequar. Tem gente que é acostumado a comer alimentos mais gordurosos, uma coxinha com refrigerante, por exemplo.

Se ela está passando por uma reeducação alimentar e come uma fruta, vai ficar com fome porque o organismo não está acostumado.

A recomendação é que os horários das refeições sejam respeitados, com intervalo de três em três horas.

Também é possível que o metabolismo da pessoa seja acelerado, o que vai fazer com que a fruta seja digerida rápido.

É possível saciar a fome com uma proteína, comer a fruta com um iogurte light.

Nesse caso, a proteína fará com que a absorção do açúcar aconteça de forma mais lenta, então a energia vai durar mais no sangue."

Outro cuidado é não se exercitar sem se alimentar.

A orientação é que, uma hora antes do exercício, a fruta seja associada com um carboidrato saudável.

Muitos não sabem mas sementes e cereais como linhaça, aveia e granola também estão no grupo de carboidratos e podem fazer parte dessa combinação.

Caso o lanche seja feito meia hora antes do exercício, pode-se comer uma fruta com iogurte ou suco

Alimentos ricos em Fibras.

Os alimentos ricos em fibras são, essencialmente, os alimentos de origem vegetal, como cereais, frutas, vegetais, leguminosas e frutas secas.

As fibras são constituintes naturais encontradas nos alimentos, que facilitam o funcionamento do intestino combatendo a prisão de ventre e ajudando a diminuir a fome.

Além disso, também diminuem a absorção de açúcares e gorduras, ajudando no combate à diabetes e colesterol alto.

Ao consumir bastante alimentos ricos em fibras é importante beber bastante água para mobilizar o bolo fecal, facilitando sua saída. Se não consegue beber 2 litros de água, veja que alimentos pode comer para ajudar: Alimentos ricos em água.

Lista de alimentos ricos em fibras

Alguns alimentos ricos em fibras encontram-se na seguinte tabela:
Alimentos Quantidade de fibras em 100 g Energia em 100 g
Cereais All Bran 30,1 g 252 calorias
Maracujá 16,9 g 90 calorias
Gérmen de trigo 14 g 366 calorias
Amêndoa com casca 12 g 619 calorias
Repolho 6,3 g 13 calorias
Gergelim 5,3 g 593 calorias
Cevada torrada 5,3 g 351 calorias
Goiaba 5,3 g 40 calorias
Feijão-fradinho 4,9 g 325 calorias
Ervilha 4,7 g 63 calorias

Além do maracujá, outras frutas ricas em fibra podem ser sapoti, jenipapo, pupunha, cambucá, bacuri, pera com casca, uvas, maçã, tangerina, morango e pêssego, por exemplo.

A ingestão diária de fibras deve ser entre 20 e 40 g por dia. Uma dica para comer mais fibras nos alimentos é ingerir mais alimentos crus e pouco elaborados, que são aqueles que possuem maior quantidade de fibras, em comparação com os alimentos mais cozidos e triturados.

Veja o que pode comer em: Como fazer uma dieta rica em fibras para regular o intestino.

A função das fibras alimentares é principalmente regular o trânsito intestinal mas também proporcionam sensação de saciedade, têm capacidade de interferir na absorção de açúcares e gorduras, sendo desta forma uma ferramenta importante para o controle do peso, do colesterol e também dos triglicerídeos.

Tipos de fibras alimentares

As fibras alimentares podem ser solúveis ou insolúveis e estão presente principalmente em frutas, verduras, legumes e cereais, sendo que a principal diferença entre elas é que a fibra solúvel se dissolve em água, enquanto que a fibra insolúvel não se dissolve na água.

As fibras solúveis como se dissolvem na água formam um gel e permanecem mais tempo no estômago dando assim uma maior sensação de saciedade.

Estas fibras também se ligam à gordura e ao açúcar que depois são eliminadas pelas fezes e ajudam a reduzir o colesterol e a controlar a diabetes.

As fibras insolúveis aceleram o trânsito intestinal e aumentam o volume de fezes pois permanecem intactas por todo o trânsito intestinal melhorando a prisão de ventre, e ajudando a diminuir o aparecimento de hemorroidas e inflamações do intestino, por exemplo.

Alimentos ricos em fibras insolúveis

As fibras insolúveis são as que não se dissolvem na água, ajudando a melhorar o trânsito intestinal e aumentando o volume das fezes, melhorando a prisão de ventre.

Os alimentos ricos em fibras insolúveis são, principalmente, cereais all bran, amêndoas com casca, amendoins, favas e vagem, por exemplo.

Alimentos ricos em fibras solúveis

Os alimentos ricos em fibras solúveis são, especialmente, pêssego, banana, pera, morango, tangerina e brócolis, por exemplo.

Estas fibras se dissolvem na água formando um gel quando chegam ao estômago e, por isso, diminuem o apetite.

Se você não gosta de frutas e verduras, veja o que fazer para experimentar e passar a gostar destes alimentos.