Citrus aurantium queima gordura e acelera o metabolismo.

Auxilia nos regimes de emagrecimento ajuda a queimar gorduras com efeito termogênico combatendo à gordura localizada.

O Citrus aurantium é obtido a partir dos frutos, casca e folhas da laranja-amarga.

A casca possui um amargo aromático, com odor picante e sabor picante amargo.

Ela tem cinco aminas adrenérgicas como princípio ativo, são elas: sinefrina, N-metiltiramina, hodermina, octopamina e tiramina. Concentração de aproximadamente 9%.

Citrus possui ação seletiva, por isso não causa efeitos colaterais nocivos ao sistema cardiovascular.

Graças ao aumento da taxa metabólica, a remoção dos depósitos de gordura .

Além disso, ele promove ainda o aumento da respiração celular, melhorando o desempenho físico do paciente.

O que você mais precisa nesta época do ano é pique.

Portanto, metabolismo acelerado e disposição de sobra certamente vão ajudá-la a afinar.

Com ajudinha de citros você pode ganhar esta disposição.

O Citrus aurantium é outro componente natural que pode ser colocado em cápsulas para dar aquela turbinada no seu metabolismo e na digestão.

Retirado da laranja-amarga, estimula a perda de peso e ativa a quebra de gordura.

Segundo a nutróloga Luciana Carneiro, do Rio de Janeiro, o ideal é consumir 500 miligramas duas vezes por dia.

Ele também melhora a performance física', conta o nutrólogo .

O que é Citrus aurantium?

Citrus aurantium é um nome latino dado a uma fruta mais conhecida como laranja de Sevilha, laranja azeda ou laranja amarga.

A fruta já é utilizada na medicina para tratar diversas doenças, seja o sumo da fruta, a casca ou o suco.

Ela também vem sendo usada pela indústria de suplementos para perda de peso.

Pode ser que esse nome não lhe seja muito familiar, mas possivelmente você já deve ter ouvido falar do extrato de laranja amarga.

Ela veio substituir os suplementos que tinham a efedrina como um de seus componentes.

Essa substância foi proibida nos Estados Unidos e então o extrato de laranja amarga passou a ser muito utilizado por apresentar praticamente os mesmos efeitos e não causar tantos efeitos colaterais.

Como funciona e para que serve o Citrus aurantium?

Como já foi dito, o citrus aurantium tem um efeito muito parecido com a efedrina.

Esta, era consumida com o objetivo de oferecer uma performance melhor nos treinos e queimar gordura.

O ponto negativo da efedrina são seus efeitos colaterais, que não são nada modestos e os resultados acabam em pouco tempo. Dessa forma, você teria que ficar consumindo a substância o tempo inteiro para manter os bons resultados.

O grande problema desse suplemento são os seus perigosos efeitos adversos como taquicardia, arritmia (redução do período refratário), miocardite, hipertensão arterial, infarto (na maioria das vezes em consequência do vasoespasmo) e até mesmo morte súbita.

Seus benefícios

O principal composto do citrus aurantium é a sinefrina, um composto químico que tem uma ação no corpo muito parecida com a anfetamina.

Essa substância consegue oferecer diversos efeitos atrativos para quem quer melhorar os treinos e perder peso:

termogênese;
aumenta a queima de gordura;
suprimir o apetite;

Com essas 3 características fundamentais, a citrus aurantium se tornou muito popular no mundo todo como um eficiente suplemento para perda de peso.

Mas, você pode estar se perguntando porque o citrus aurantium não apresenta os mesmos efeitos adversos da efedrina.

A resposta está num receptor específico chamado receptor adrenérgico beta 3.

Esse receptor está diretamente envolvido na quebra das moléculas de gordura e na termogênese, agindo especificamente no tecido adiposo.

Ao contrário da efedrina, o laranja amarga não se envolve com os receptores beta 1 e beta 2 que estão intimamente ligados com o sistema cardiovascular e por isso não apresenta os mesmos riscos da efedrina.

Quando esses receptores são estimulados podem sobrecarregar o coração e alterar a pressão arterial.

Porém, mais pesquisas são necessárias para confirmar os reais efeitos benéficos e maléficos do citrus aurantium.

Efeitos colaterais do Citrus aurantium

Apesar do citrus aurantium ser visto como quase uma poção mágica para emagrecer, existem pontos negativos embaçados no meio de todo esse alvoroço.

Há sim uma elevação da pressão sanguínea e da frequência cardíaca, porém não chega a oferecer um risco tão potencial quanto a efedrina.

Por esse motivo, o ideal é que pessoas com algum problema cardiovascular ou que tenham tendência a apresentar alguma patologia, procure um médico para que ele possa fazer uma avaliação completa e dizer se você está apto ou não para consumir esse suplemento.

Alguns efeitos secundários foram relatados por algumas pessoas como:

incômodo estomacal;
aumento da pressão arterial;
dor de cabeça;
aumento da frequência cardíaca;

Como e quando tomar?

Não há ainda um consenso sobre a dosagem de citrus aurantium exata. Uma dose entre 100 a 150 mg é a mais utilizada e deve ser 3 vezes por dia, mas ainda requer estudos.

Existem algumas interações medicamentosas que será preciso evitar.

Portanto se você está fazendo algum tratamento com inibidores da MAO, efedrina, ritalina, pseudoefedrina ou antibióticos à base de sulfa, não tome o extrato da laranja amarga de maneira alguma.