Chá de hibisco com colágeno.

O chá de hibisco é anti inflamatório, reduz a hipertensão, é antioxidante, diurético, laxante suave.

Também e auxilia no emagrecimento, além de combater problemas respiratórios, gripes, gastrite e afecções da pele.

O colágeno ajuda trazer a firmeza para a pele, agindo em conjunto com o hibisco.

Rico em vitaminas A, B l e C, sais minerais, aminoácidos e mucilagem, uma mistura de polissacarídeos que se transformam numa fibra gelatinosa quando recebe água.

O chá de hibisco contém alguns ácidos e concentrações elevadas de flavonóides, que protegem contra radicais livres.

É fonte de fitoquímicos, antocianinas, fitosteróis, além de fibras alimentares.

Ação diurética do chá de hibisco ajuda emagrecer.

A substâncias agem aumentando a saciedade e ajudam a emagrecer estimulando o metabolismo, agindo na digestão e diurese, reduzindo o colesterol, as taxas de glicose no sangue, colaborando também na prevenção do Diabetes.

A ação diurética do chá de hibisco, além de ajudar a normalizar a pressão arterial, diminui a retenção de líquidos, um dos fatores responsáveis pela formação e agravamento da celulite.

Chá de hibisco emagrece quantos quilos em 1 mês?

Diferente de como muitos pensa, o chá de hibisco não é feito com a flor que é encontrada nos jardins.

Esse chá emagrecedor é produzido a partir do cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa.

Graças a essa planta, esse chá é rico em substancias antioxidante como ácidos orgânicos e flavonoides.

Entre os diversos benefícios que esses nutrientes podem proporcionar, podemos citar: ação diurética (dessa maneira evita a retenção de líquidos), evita o acumular gorduras na região abdominal (barriga) e quadris.

O Hibisco evita o acúmulo de gorduras, pois reduz a adipogênese, processo esse que faz com que as células pré-adipócitas se convertem para adipócitos maduros, que conseguem acumular gordura.

Como ele reduz a adipogênese, o acumulo de gordura também é reduzido, embora ainda aconteça menor escala.

Por isso o Chá de Hibisco emagrece somente perante um déficit de calorias. Para isso, será necessário também esforço da sua parte.

Chá de Hibisco Emagrece mesmo?

O Chá de Hibisco emagrece pois é rico em substâncias antioxidantes, como flavonoides e ácidos orgânicos.

Para quem desejar emagrecer, tais substâncias funcionam trabalham a favor, como no caso impedindo a retenção de líquidos por ser uma bebida diurética, e também por ajudar a reduzir gorduras acumuladas, principalmente nas regiões da barriga e quadris, que são os locais que mais costuma ter o acúmulo de gorduras.

Para que serve chá de hibisco

Os benefícios do Chá de Hibisco são muitos, mas podemos citar os da lista a seguir.

Vamos destacar cada ponto posteriormente.

Aumentar colesterol bom (HDL)
Diminuir colesterol ruim (LDL)
Diminuir triglicerídeos
Diminuir pressão arterial
Reduz o acumulo de gordura
Chá diurético

Como Fazer Chá de Hibisco

chá de hibisco tem se tornado cada vez mais um novo aliado na hora de emagrecer e diminuir medidas, capaz de potencializar os resultados de uma dieta bem regrada e exercícios físicos regulares.

A bebida ainda é capaz de diminuir a gordura abdominal e dos quadris e tem ação diurética.

Seu sabor também é mais agradável que os do chá preto e chá verde, com toques de framboesa, sendo uma ótima alternativa para quem deseja estimular e agilizar a perda de peso de forma saudável e sem depender de bebidas amargas.

A flor de hibisco que se utiliza na preparação do chá, entretanto, não é a flor ornamental vista em jardins e vasos, que não se encaixa na categoria de planta medicinal como sua semelhante.

Deve-se ter atenção redobrada no momento da compra, não esquecendo de verificar o nome científico da planta, Hibiscus Sabdariffa, no rótulo.

Para que estes benefícios sejam alcançados, porém, deve-se saber como fazer chá de hibisco corretamente, e muitas pessoas desconhecem a receita sem perder suas propriedades mais importantes.

Colágeno emagrece, deixa a pele firme e protege os ossos.

Ele ajuda a emagrecer e deixa a pele firme, prevenindo rugas e flacidez.

A ciência revelou mais: o colágeno hidrolisado protege os ossos e as articulações. E você pode encontrá-lo à venda no supermercado!

O sucesso do colágeno hidrolisado não é de hoje.

Há pelo menos três anos ele conquistou o público feminino com a promessa de firmar a pele e amenizar a fome.

De lá para cá, a procura por essa substância – até então encontrada apenas em cápsula, sachê e bala manipulada -, triplicou.

E, para acompanhar a demanda, as opções de produtos prontos com colágeno hidrolisado também aumentaram bastante.

É só dar uma olhada na prateleira das farmácias e supermercados: além de balas e bombons de diferentes formatos, ele pode ser encontrado em águas aromatizadas, barrinha de cereais e até granola.

E as mulheres, claro, são as maiores consumidoras. Mas será que funciona mesmo?

Ainda há poucas pesquisas científicas sobre o assunto, mas a maioria delas afirma que, sim, o colágeno ajuda a combater os quilinhos extras e a adiar o envelhecimento precoce.

O segredo dessa substância está no fato de ser uma proteína que o próprio organismo é capaz de produzir.

Uma de suas principais funções é formar as fibras que dão sustentação à pele.

Cabelos, unhas, ossos e cartilagens (tecidos que amortecem as articulações) também são beneficiados.

Ou seja, ela garante que o corpo funcione bem por dentro e fique bonito por fora.

Porém, pesquisas mostram que, a partir dos 30 anos, mesmo com uma alimentação balanceada, há uma perda anual em torno de 1%. Dos 50 anos em diante, a queda é bem mais drástica.

A produção de colágeno cai para apenas 35%, em média. "O que as mulheres mais sentem é a redução da elasticidade e a hidratação da pele", alerta a nutricionista Tatiana Pimentel, de Santos (SP).

Daí para aparecer rugas, celulite e flacidez é um pulo. É por isso que muitos nutricionistas, nutrólogos e dermatologistas consideram a suplementação com o colágeno hidrolisado importante a partir dos 30 anos e essencial depois dos 50.

Colágeno na dose certa

Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno presente nos suplementos deve ser hidrolisado – ou seja, passar pelo processo de hidrólise (quebra pela água das moléculas de proteína) para que possa ser absorvido facilmente pelo organismo.

Nesse formato, ele é considerado alimento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, portanto, você pode comprá-lo sem prescrição médica.

Mas, para obter os efeitos esperados, precisa acertar na dose.

Em uma avaliação da Clínica Medcin Instituto da Pele, em São Paulo, os pesquisadores observaram que o consumo de 5 gramas de colágeno por dia, durante seis meses, foi capaz de melhorar a pele das pacientes entre 35 e 60 anos.

Houve um aumento de 5,5% na firmeza e 10% na elasticidade. Mas a maioria dos especialistas recomenda uma dose um pouco maior: de 8 a 10 gramas de colágeno por dia.

Dieta com colágeno

O suplemento não diminui a importância de uma dieta rica em alimentos que estimulam a produção de colágeno no organismo.

Essa lista inclui carne magra, frango, peixe e ovo (especialmente a clara).

Invista também em legumes, verduras, frutas e castanhas.

Eles têm os nutrientes (vitaminas A, C e E, selênio e zinco) que garantem a absorção do colágeno, avisa o nutrólogo Mohamad Barakat, de São Paulo.

E a gelatina de caixinha?

A proteína usada na composição não é hidrolisada (ou seja, é difícil de ser absorvida).

Mas não deixa de ser uma boa opção de sobremesa leve.

Apenas tenha o cuidado de escolher um tipo sem corantes artificiais, pois são substâncias que prejudicam a pele.
Bom para quem malha

Se você malha, tem mais um bom motivo para adotar o suplemento: ele é aliado das articulações.

Em 2006, durante o encontro do American College of Sports Medicine, em Indianápolis, nos Estados Unidos, a apresentação de um estudo alemão com 100 atletas, de 15 a 80 anos, mostrou que o consumo de colágeno hidrolisado traz uma melhora importante nas articulações.

Após 12 semanas consumindo 10 gramas do suplemento por dia, 79% dos participantes apresentaram maior mobilidade dos joelhos e dos quadris.

A maioria relatou menos dor nessas articulações ao realizar exercícios de esforço e ao subir escada. Uma parte dos atletas também teve menos desconforto nos ombros.

Diferentes formas do suplemento

Sachê: é a versão mais indicada para diminuir a fome e prolongar a saciedade.

O conteúdo de um sachê costuma ter o colágeno hidrolisado na dose diária recomendada – ou seja, de 8 a 10 gramas.

Há ainda a opção de você mandar manipular o pó, que pode ser diluído na água, no suco ou no iogurte.

Cápsula: atende a quem não gosta do sabor adocicado do pó.

Mas, para atingir a dose diária, você tem de consumir de 10 a 12 cápsulas por dia. E não traz a mesma saciedade da primeira versão.

Água aromatizada: algumas marcas concentram na garrafinha, geralmente entre 300 e 360 mililitros, a dose diária recomendada de 10 gramas de colágeno.

Bala: essa opção costuma oferecer em torno de 1,5 grama de colágeno por unidade.

É bem pouco, mas vale para complementar o consumo diário da proteína.

A bala também tem a vantagem de estimular a mastigação, além de enganar a vontade de comer um docinho.

Bombom: assim como a bala, tem pouco colágeno.

Consuma-o como opção de um docinho que traz um benefício extra.
Granola, barra de cereais & cia.: optar por esses produtos também ajuda a complementar a dose diária de colágeno. Mas cuidado com os produtos carregados de açúcar e corantes – substâncias com fama de prejudicar a qualidade da pele.

Nas prateleiras
Colágeno: emagrece, deixa a pele firme e protege os ossos

1. Água Bioleve Colágeno

Com fibras e colágeno, a água aromatizada promete hidratar, aumentar a saciedade, melhorar o intestino e a pele. A garrafinha (360 ml) tem a dose diária recomendada da proteína. Nos sabores limão e frutas vermelhas.

2. Colágeno Hidrolisado, Empório do Mel

Cada colher de sopa (10 g) do pó tem 9 g de colágeno. Nos sabores natural e morango (pote tem 200 g).

3. Barra de granola salgada, GranPure

À base de grãos integrais, a barrinha é enriquecida com colágeno hidrolisado. Nos sabores quiche primavera, peito de peru, marguerita e azeite de oliva.

4. Gelamin Beauté, Advanced Nutrition

Colágeno hidrolisado em pó. O sachê (10 g) oferece 8 g da proteína, além de vitaminas D e E, biotina, cobre, selênio, zinco e manganês. Nos sabores laranja, tangerina e limão.

Colágeno: emagrece, deixa a pele firme e protege os ossos

5. Colágeno, Sunnutrition

Cápsula com 650 mg de colágeno hidrolisado. O fabricante sugere duas unidades, quatro vezes ao dia. Pote com 120 cápsulas.

6. CollaGen Active, Buona Vita Cosméticos

Em forma líquida, com 8 gramas de colágeno hidrolisado por dosagem (a recomendação é de 30 ml) e sabor morango (1 litro).