Cápsulas anticelulite Elimina a gordura localizada e a celulite.

Cápsulas anticelulite auxilia na perda de gordura localizada Acelera o metabolismo Evita a flacidez.

A celulite é caracterizada principalmente pelo aparecimento de ondulações da pele, dando a esta o aspecto de casca de laranja ou de colchão.

É causada por alterações no tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações na microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso.

A celulite, apesar de aparecer com mais facilidade em pessoas com sobrepeso, acomete também pessoas magras e é a principal queixa das mulheres em todo o mundo.

Muitos tratamentos prometem acabar com a celulite mas os mais eficientes são aqueles que conseguem reduzir a gordura localizada e aumentar a microcirculação da pele.

Pensando nessas condiçoes as Farmácias desenvoveram as cápsulas anticelulite, um conjunto de ativos que eliminam a gordura localizada, aceleram o metabolismo, ativam a microcirculação e garantem a firmeza da pele.

A cafeína é um composto químico classificado como alcalóide do grupo das xantinas.

É encontrado em certas plantas e usado para o consumo em bebidas, na forma de infusão, como estimulante.
A cafeína estimula o organismo a utilizar a gordura acumulada como combustível e ativa a circulação, por isso é um dos principais compostos utilizados nos tratamentos anti-celulite.

Centella asiática

Os constituintes da centella atuam normalizando a produção de colágeno e permitindo a liberação da gordura localizada graças à possibilidade de penetração das enzimas lipolíticas enzimas que quebram a gordura.

Promove a normalização das trocas metabólicas entre a corrente sanguínea e os adipócitos células de gordura.

Esta função é ainda auxiliada pela melhora da circulação venosa de retorno e pela diminuição da fragilidade capilar, que combate os processos degenerativos do tecido venoso, evitando problemas circulatórios.

Cavalinha Silício Orgânico Fucus Metionina.

Cavalinha Glicosideos flavônicos, saponinas, acido gálico, potássio e sílica são os constituintes responsáveis pela sua atividade diurética e remineralizante, permitindo a eliminação de substancias tóxicas e favorecendo a microcirculação.

Estimula a biossintese de fibras colágenas e elastina, preservando a elasticidade e tonicidade do tecido cutâneo. Por este motivo evita a flacidez.

Silício Orgânico

Esse oligoelemento regula o metabolismo de diversos tecidos, principalmente o dos ossos, das cartilagens e tecido conjuntivo.

Uma das principais funções do Silício Orgânico é a síntese de colágeno tipo I, por este motivo é essencial para evitar a flacidez e melhorar o aspecto geral da pele.

Como o tratamento da celulite é baseado em perda de gordura e a perda da gordura pode levar à flacidez, é fundamental o uso deste tipo de substância no tratamento da celulite.

Fucus

Fucus vesiculosus também conhecida como bodelha é um tipo de alga castanha. Seu principal beneficio é acelerar o metabolismo por estimular a produção dos hormônios da tireoide.

Por acelerar o metabolismo, o Fucus aumenta a quebra de gorduras e melhora a circulação dos tecidos favorecendo, assim, a eliminação da celulite.

Metionina
Metionina é um aminoácido essencial que está diretamente relacionado com a eliminação de gorduras do organismo e a melhora do sistema digestivo.

Metionina ainda tem ação hepatoprotetora, protegendo o figado de subastancias tóxicas. Sua ação na celulite se dá pelo fato de eliminar as gorduras do tecido subcutâneo.

Cremes Anticelulite

O mercado possui boas opções de cremes anticelulite, com todo tipo de preço e composição, uns funcionam mais e outros menos.

Ma lembre-se: só o creme não vai resolver o seu problema, mesmo se a sua celulite for grau 1, será necessário mudar um pouco a alimentação, evitando gorduras e carboidratos e fazendo exercícios pelo menos três vezes por semana. Aqui vão algumas dicas de cremes que podem fazer o maior sucesso com sua pele:

Bye Bye Celulite da Nivea – promete resultados com apenas 3 semanas de uso;
Perfect Skin da L'Oreal – com pequenos rolos na ponta do frasco, que massageiam a pele enquanto você passa o produto, ativando a circulação, ele promete já a partir da 4ª semana de tratamento;
Body Cellu-Sculpt Redutor de Celulite e Medida da Avon – reduz a celulite e ainda consegue amenizar as medidas da área tratada;
Anticelulite Slimissime 360° da Lancôme – com uma fórmula que age em cada etapa da formação da celulite, esse produto, além de amenizar o aspecto de ondas, evita o surgimento de novos nódulos.
Princípios Ativos

Os princípios ativos são na verdade a base do tratamento que você vai utilizar, pois são eles que irão promover na sua pele todos os benefícios que você espera do tratamento. Aqui vão os nomes dos nossos salvadores:

Bétula, Hera e Centella Asiática: ativadores da circulação;
Cavalinha: ativador da circulação, adstringente e cicatrizante;
Cafeína: as xantinas, que estimulam o metabolismo;
Silanois: potente para atingir o tecido adiposo e reestruturação do tecido fibroso;

Eles também possuem alguns aditivos como perfumes que não são usados apenas pelo cheiro, mas por garantir o balanço químico do produto. Os corantes que devem ser hidrossolúveis e não devem alterar o composto da fórmula.

Os mais usados são o carvão vegetal, urucum, henna e cúrcuma. E por fim os conservantes que podem ser antioxidantes, fungicidas e anti-sépticos.

A verdade sobre as cápsulas anticelulite

A promessa é realmente tentadora: com uma pílula, você conquista coxas e bumbum com pele firme,
mais regular, livre da celulite.

Depois das cápsulas que previnem rugas e manchas, das que prolongam o bronzeado e das que fortalecem o cabelo, os comprimidos anticelulite começam a ganhar espaço nas prateleiras.

Mas, afinal, funcionam? "Se pegarmos as cápsulas disponíveis no mercado, veremos que cada uma tem uma composição diferente.

Isso significa que nenhum ativo é consagrado como o mais eficaz para combater o problema", fala Solange Teixeira, dermatologista de São Paulo.

Ainda existem poucos estudos. Na maioria dos casos, são pesquisas do próprio fabricante com uma amostra pequena", acrescenta Dóris Hexsel, dermatologista da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Contra flacidez, gordura e retenção líquida

Na prática, cada produto vai atuar em uma das três causas do aparecimento dos furinhos: flacidez da pele (provocada pela ação dos radicais livres), excesso de gordura localizada e retenção líquida.

Na categoria dos antioxidantes, estão, por exemplo, a vitamina C e a E e o licopeno, que estimulam a produção de colágeno, deixando a pele mais firme (veja "O que vai dentro das pílulas?").

Flavonoides, também antioxidantes de origem vegetal (da uva e da romã), e ômegas (nutriente encontrado nos peixes, castanhas e linhaça) também têm ação anti-inflamatória.

Quando as células inflamam por causa dos radicais livres, não exercem bem suas funções. Isso compromete a circulação
sanguínea, o sistema linfático e os tecidos que sustentam a pele, dando origem à celulite e à flacidez.

Para quebrar as células de gordura, a cafeína, muito utilizada em cremes, não tem o aval unânime dos especialistas na versão oral, apesar de aparecer no rótulo de alguns produtos.

Já o ácido linoleico conjulgado (CLA) teve sua eficiência comprovada num estudo publicado no International Journal of Cosmetic Science – como a substância ajuda no controle de peso, acaba influenciando a aparência da celulite.

Por fim, o chá verde, a centelha asiática e o hibisco, entre outros, combatem a retenção líquida, diminuindo o inchaço

Mitos e Verdades sobre Cápsulas Anticelulite

Quem não gostaria de uma fórmula mágica para acabar com os problemas em uma única golada?

Descer um único comprimido por dia, pela garganta e sem esforço algum se olhar no espelho e ver sua pele lisinha, sem uma ondulação ou um único furinho para incomodar. Um sonho realmente, não?

Bom demais para ser verdade e, na maioria das vezes, não é mesmo, afinal de contas não existe uma cápsula mágica para a celulite. Se existisse, com toda a certeza custaria milhões e não estaria ao alcance de todos os mortais.

Antes de ir comprando tudo o que é novidade, é bom saber um pouco mais sobre o que você pretende levar para dentro do seu organismo.
Como Funcionam?

A maioria dos produtos anticelulite visam combater a flacidez, causada pela redução na síntese de fibrina, acúmulo de gordura e retenção de líquidos com formação de edema entre as células de gordura.

A pílula foi considerada como o último recurso que realmente funciona contra a celulite, vinda depois da alimentação equilibrada, exercícios físicos, tratamentos estéticos e cremes, nesta ordem. No fim das contas o que se pode perceber é que as pílulas funcionam sim, mas não sozinhas.

Elas devem ser utilizadas conjuntamente com dieta adequada e exercícios físicos, pois a pílula será apenas um coadjuvante na luta contra a "casca de laranja".

s cápsulas anticelulite tomam o conceito básico da suplementação para ajudar as mulheres no combate à celulite. Essas cápsulas possuem diferentes componentes ativos e a fórmula combinada entre eles promete efeitos rápidos e duradouros.

De certa forma não podemos negar que algumas substâncias quando presentes no nosso corpo naturalmente colaboram para a melhora na circulação e no combate à flacidez, e mesmo na nossa alimentação regular temos diversos exemplos disso.

Então, se essas substâncias fazem bem para a beleza feminina, porque não aumentar a sua dose?

Ou melhor, se há uma substância que pode ajudar a minha pele a ficar mais firme e mais hidratada mas que está em outro alimento que eu não consumo no meu dia a dia, porque não incluí-la na minha alimentação por meio da suplementação?
Composição das Pílulas

As fórmulas mais comuns encontradas no mercado são todas a base de componentes naturais retirados da nossa própria alimentação. Alguns exemplos são:

chá verde que elimina as toxinas e melhora a circulação sanguínea;

frutas vermelhas como o morango e melancia que possuem ação anti-inflamatória;

vitamina C que atua na síntese da proteína formadora do tecido conjuntivo;

o zinco estimula a formação de colágeno, dando mais sustentação à pele;

o hibisco diminui a retenção de líquidos pelo corpo, a produção de radicais livres e possui ação antioxidante;